Saponificação

A reação de saponificação acontece entre triglicerídeos e bases fortes. É chamada de hidrólise básica de ésteres e é usada para a produção de sabões e detergentes.

Saponificação é uma reação química que envolve a transformação de gorduras, óleos ou lipídeos em sabão e álcool pela ação de uma solução extremamente básica. Os sabões são sais de ácidos graxos que se torna ácido carboxílico de cadeia carbônica longa. Entenda a seguir como esse processo ocorre, exemplos e os termos envolvidos com esse conteúdo.

Publicidade

Como ocorre a reação de saponificação

A reação de saponificação também é chamada de hidrólise de triglicerídeos. Esses são triésteres com aspectos oleosos. Sendo assim, os reagentes da reação de saponificação são óleos ou gorduras, que reagem com bases fortes (NaOH ou KOH, por exemplo). Dessa forma, os produtos formados na reação são um triálcool e sais de ácido graxo, ou seja, o sabão.

Relacionadas

Hidróxidos
Os hidróxidos são compostos inorgânicos classificados como bases pois têm a capacidade de elevar o pH de soluções aquosas. São identificados pela presença da hidroxila na fórmula molecular.
Ésteres
Os ésteres constituem a função orgânica caracterizada pelo grupo R-COO-R’. Muitos são usados como flavorizantes de alimentos. São originados da reação de um ácido carboxílico com um álcool.
Bases
São compostos encontrados em nosso cotidiano, podem receber classificações de acordo com o que se objetiva a estudar.
reação de saponificação
Esquema genérico de reação de saponificação de triglicerídeos.

A principal aplicação dessa reação é na produção de sabão e detergente, visto que os sais de ácido graxo formados têm capacidade de limpeza por seu caráter anfifílico. Isso significa que a molécula tem uma cadeia carbônica longa e apolar, capaz de interagir com gorduras, e uma ponta polar, que interage com substâncias polares (como a água) por interação íon-dipolo. Dessa forma, o sabão forma micelas de gordura em água, promovendo a limpeza.

estrutura de um sabão
Estrutura de um sabão e a micela formada, que promove a limpeza ao aprisionar gotículas de gordura.

Exemplos

A reação de saponificação pode acontecer com praticamente todo tipo de gordura e base forte. Geralmente, as reações feitas com o hidróxido de sódio (NaOH) resultam num sabão duro, como os sabonetes em barra. Por outro lado, as reações realizadas com hidróxido de potássio (KOH) têm como resultado um sabão com aspecto de líquido viscoso. Além disso, há diferenças com relação ao processo de fabricação dos sabões. Veja os exemplos abaixo:

  • Reação em etapa única: é o processo mais empregado para a fabricação de sabão. Acontece em uma única etapa, pela adição de hidróxido de sódio ou potássio ao triglicerídeo. Geralmente acontece sob aquecimento;
  • Reação em duas etapas: é um processo mais demorado, porém que resulta em sabões com maior grau de pureza. Isso porque na primeira etapa da reação, ocorre a hidrólise do triglicerídeo, que forma os ácidos carboxílicos de cadeia longa (ácidos graxos). Em seguida eles são neutralizados pela base forte, dando origem ao sal de ácido graxo, ou seja, o sabão.

Como ressaltado, essa reação pode acontecer com qualquer óleo, gordura ou lipídeo que reagem em meio fortemente básico, dada as características dessa classe de compostos, os triésteres, que sofrem a hidrólise e se transformam em sais de ácidos graxos. Apesar disso, a reação não é só usada para produção de sabão. Veja a seguir a forma que ela ocorre no corpo humano.

Saponificação do corpo

A reação de saponificação pode acontecer de forma natural no corpo humano em algumas condições específicas, depois da morte de uma pessoa. Foi o caso do cadáver da Dama de Sabão, como ficou conhecida a mulher cujo foi descoberto o processo de saponificação do corpo e que se encontra no Museu Mütter, na Filadélfia (EUA).

Publicidade

Essa saponificação é um processo que ocorre após a morte, quando o cadáver está em um local sem a presença de oxigênio, com alto nível de umidade e pH básico. Nessas condições, o tecido adiposo (gordura corporal) é hidrolisado por um tipo específico de bactéria presente no trato intestinal, transformando a gordura em sais ácidos graxos com um aspecto de cera, chamado de adipocera ou cera cadavérica, que protege o cadáver da decomposição, de mesmo modo que uma mumificação, visto que o corpo passa a ser inóspito para as bactérias decompositoras.

Teste de saponificação

É um teste baseado na reação de saponificação, ou seja, na reação em que os triglicerídeos reagem com alguma base forte. Sendo assim, é um teste feito com a adição de uma solução concentrada de hidróxido de sódio a uma amostra. É utilizado para avaliar a presença de ácido graxo em amostras. Um teste é dado como positivo caso haja a presença de uma espuma densa na superfície da amostra, característico da formação do sabão. Em contrapartida, em um resultado negativo, não ocorre a formação dessa espuma.

Índice de saponificação

O índice de saponificação representa a quantidade de hidróxido de potássio, em miligramas, necessário para saponificar um grama de gordura, em determinadas condições. Sendo assim, é um valor expresso em mg de KOH por grama (mg KOH/g). Esse valor é utilizado como um parâmetro importante para caracterizar e avaliar a qualidade de óleos e gorduras empregadas na culinária. A seguir, veja o índice de saponificação de algumas fontes de triglicerídeos comuns na cozinha:.

Publicidade

Além disso, o índice de saponificação fornece informações sobre as moléculas de ácido graxo presente nos triglicerídeos. É possível determinar a massa molar média dos componentes do óleo ou gordura. Sendo assim, quanto menor for o índice de saponificação, maior é a massa molar do triglicerídeo, visto que na equação utilizada para realizar esse cálculo, as duas grandezas são inversamente proporcionais. A equação de determinação da massa molar média de um triglicerídeo:

MMóleo ou gordura = (3000 x 56,1) / IS

Em que:

  • MMóleo ou gordura: massa molar do triglicerídeo (g/mol);
  • 3000: fator de conversão necessário para o cálculo;
  • 56,1: massa molar do KOH (g/mol);
  • IS: índice de saponificação (mg KOH/g).

Vídeos sobre a reação de saponificação

Agora que o conteúdo foi apresentado, veja alguns vídeos selecionados para ajudar a assimilar o tema estudado:

Publicidade

A reação de formação dos sabões

Os sabões são compostos com características polares e apolares numa mesma molécula. São sais de ácidos carboxílicos e tensoativos naturais. Sendo assim, possuem propriedades proveitosas para a limpeza, principalmente a formação de micelas. Entenda como é a reação de saponificação, quais são os reagentes necessários e os produtos formados.

Passo a passo de uma reação de hidrólise alcalina de ésteres

O principal reagente necessário para uma reação de saponificação é a fonte de triglicerídeo, ou seja, óleos ou gorduras utilizados na culinária. O triglicerídeo é uma molécula constituída pela união de três ésteres. É por esse motivo que a reação de saponificação também é chamada de hidrólise alcalina de ésteres. Assista ao vídeo para ver como é feita essa quebra dos ésteres em meio básico.

Receita de sabão caseiro

A reação de saponificação é usada, principalmente, para a produção de sabão. Ela pode ser feita em casa, ao misturar a gordura reaproveitada com uma solução de hidróxido de sódio. Quando a base reage com o triglicerídeo, principal componente do óleo, ela promove a quebra das moléculas. Essas se transformam em sais de ácido graxo, ou seja, em sabão. Veja no vídeo como fazer essa reação.

Em síntese, a reação de saponificação acontece entre gorduras ou óleos com bases fortes, que resulta na formação, principalmente, de sabões. Não deixe de estudar por aqui, aprenda também sobre outro tipo de reação estudada na química orgânica, as reações de esterificação.

Referências

Química Orgânica (1976) – T. W. Graham Solomons
The Curious Case of Mrs. Ellenbogen – by Anna N Dhody (On-line) – Disponível em: https://www.penn.museum/sites/expedition/the-curious-case-of-mrs-ellenbogen/. Acesso em 09 de nov. de 2021.
Saponification (On-line) – Disponível em: https://www.chemistrylearner.com/saponification.html. Acesso em 09 de nov. de 2021.
Saponification: Definition and Reaction Disponível em: https://www.thoughtco.com/definition-of-saponification-605959. Acesso em 09 de nov. de 2021.

Lucas Makoto Tanaka dos Santos
Por Lucas Makoto Tanaka dos Santos

Bacharel em Química pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), mestrando em Química Analítica, com ênfase em desenvolvimento de métodos analíticos, metabolômica e espectrometria de massas no Laboratório de Biomoléculas e Espectrometria de Massas (LaBioMass), na mesma universidade.

Como referenciar este conteúdo

Tanaka dos Santos, Lucas Makoto. Saponificação. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/quimica/saponificacao. Acesso em: 01 de July de 2022.

Exercícios resolvidos

1. [UNICAMP]

Uma prática de limpeza comum na cozinha consiste na remoção da gordura de panelas e utensílios como garfos, facas, etc. Na ação desengordurante, geralmente se usa um detergente ou um sabão. Esse tipo de limpeza resulta da ação química desses produtos, dado que suas moléculas possuem

a) uma parte com carga, que se liga à gordura, cujas moléculas são polares; e uma parte apolar, que se liga à água, cuja molécula é apolar.
b) uma parte apolar, que se liga à gordura, cujas moléculas são apolares; e uma parte com carga, que se liga à água, cuja molécula é polar.
c) uma parte apolar, que se liga à gordura, cujas moléculas são polares; e uma parte com carga, que se liga à água, cuja molécula é apolar.
d) uma parte com carga, que se liga à gordura, cujas moléculas são apolares; e uma parte apolar, que se liga à água, cuja molécula é polar.

As gorduras são moléculas apolares, não se misturam com a água, que é polar. A eficiência dos sabões está na estrutura das moléculas, que possuem a parte apolar para interagir com a gordura, além da parte iônica, com carga, que interage com a água. Isso faz com que micelas se formem e a limpeza acontece. Dado isso, a alternativa correta é a letra b) uma parte apolar, que se liga à gordura, cujas moléculas são apolares; e uma parte com carga, que se liga à água, cuja molécula é polar.

2. [UNESP]

“Até hoje o corpo humano é um enorme depósito de gorduras. Até uma pessoa magra, de 1,80 m de altura e 70 kg, carrega consigo, em média, cerca de um quinto de seu peso em forma de gordura; ou seja, 14 quilos. (…) Independente de como esse material está distribuído, ele sempre é constituído do mesmo tipo de célula – o adipócito ou célula adiposa. (…) Programados para se depositarem, os adipócitos vão juntando gradualmente os blocos de construção básica que formam a gordura: os ácidos graxos. Cada três deles constroem um chamado triglicerídeo, uma minúscula molécula de gordura que é armazenada pelas células (…).”
(Revista Geo, n. 38. p. 47)

Na reação de saponificação de um triglicerídeo há produção do sabão e de

a) etanol.
b) formol.
c) água.
d) soda cáustica.
e) glicerol.

Quando um triglicerídeo qualquer reage com uma base forte, na reação de saponificação, há formação de uma molécula de glicerol, como mostrado abaixo:

reação de saponificação
Esquema genérico de reação de saponificação de triglicerídeos.

Sendo assim, a alternativa correta é a letra e) glicerol.

Compartilhe

TOPO