Hidróxidos

Os hidróxidos são compostos inorgânicos classificados como bases pois têm a capacidade de elevar o pH de soluções aquosas. São identificados pela presença da hidroxila na fórmula molecular.

Os hidróxidos são os compostos inorgânicos de caráter básico que possuem ao menos uma hidroxila (OH) em sua fórmula. São chamados de bases de Arrhenius, visto que, segundo a definição desse teórico, liberam íons OH em solução aquosa quando se dissociam. Aprenda sobre essa classe de compostos inorgânicos e veja suas principais características e nomenclatura.

O que são hidróxidos

Hidróxidos são compostos iônicos formados pela junção de um cátion metálico com um íon hidroxila (OH). Conforme a definição de Arrhenius para ácidos e bases, os hidróxidos são considerados básicos, visto que eles liberam em solução aquosa, um ou mais íon OH, fazendo com que o pH dessa solução aumente. Por esse motivo, eles são popularmente chamados apenas de “bases”.

Eles pertencem ao grupo das bases inorgânicas e, de modo geral, sua função principal é de neutralizar ácidos. Em sua maioria, os hidróxidos são tóxicos e corrosivos, exigindo cuidados especiais no manuseio. Possuem diversas aplicações, desde a produção de medicamentos, no ramo agrícola, indústria de cosméticos ou de combustíveis.

Características dos hidróxidos

Conforme já comentado, os hidróxidos são compostos da classe das bases inorgânicas. Sendo assim, veja algumas das principais características dessas substâncias alcalinas.

  • Uma solução aquosa formada pela dissociação de algum hidróxido é alcalina, ou seja, tem pH maior do que 7,0;
  • Como a solução alcalina é formada pela dissociação de uma molécula iônica em água, ela consegue conduzir eletricidade;
  • Reagem com compostos ácidos em reações de neutralização, formando um sal de caráter neutro e a água;
  • Todos os hidróxidos são formados pela ligação iônica entre a hidroxila e um cátion metálico. A exceção é o hidróxido de amônio (NH4OH), onde o cátion é composto de nitrogênio e hidrogênio;
  • São classificadas conforme o número de hidroxila, solubilidade ou força da base;
  • Por serem compostos básicos, podem ser usados em correção de pH de solos e água, além de processos de produção de sabão ou como medicamentos.

São essas propriedades que garantem que um composto seja classificado como hidróxido. Além disso, são elas também que possibilitam a vasta aplicação das bases em laboratórios de pesquisa e na indústria.

Classificação dos hidróxidos

É possível classificar os hidróxidos partindo de três pontos de vista. A quantidade de hidroxila, a força da base ou a solubilidade do hidróxido. Entenda cada uma das classificações e veja suas peculiaridades.

Classificação por número de hidroxilas (OH)

  • Monobases: quando possuem apenas uma hidroxila (exemplo: NaOH);
  • Dibases: quando possuem duas hidroxilas (exemplo: Mg(OH)2);
  • Tribases: quando possuem três OH (exemplo: Pb(OH)3);
  • Tetrabases: quando possuem quatro OH (exemplo: Mn(OH)4).

Classificação por grau de dissociação

  • Base forte: São as bases que se dissociam por completo em meio aquoso. Geralmente são todas as formadas por cátions das famílias 1A e 2A, com exceção do Mg(OH)2 e Be(OH)2, que são bases fracas devido à eletronegatividade dos íons magnésio e berílio;
  • Base fraca: são todos os outros hidróxidos que existem, os formados pelos metais de transição como ferro, ouro, cobre, mercúrio, entre outros. Além disso, os hidróxidos de alumínio, amônio, chumbo, estanho, etc. também são bases fracas.

Classificação pela solubilidade em água

  • Solúveis: são os hidróxidos de metais alcalinos e amônio, além do hidróxido de tálio I;
  • Parcialmente solúveis: são os hidróxidos de metais alcalinoterrosos, com exceção de magnésio e berílio;
  • Praticamente insolúveis: todas as outras bases são insolúveis, salvo as apresentadas nos dois itens anteriores.

Para a classificação conforme a quantidade de hidroxila, quando o hidróxido libera mais de 2 OH, já é possível usar a denominação “polibase”. Essas são as principais formas de classificar uma base. O hidróxido de sódio (NaOH), por exemplo, é uma monobase, forte e solúvel em água, visto que libera um OH em solução e o cátion (Na+) é um metal alcalino (família 1A).

Nomenclatura dos hidróxidos

A nomenclatura dessa classe de compostos é simples. Para os cátions de número de oxidação único, como os elementos das famílias 1 e 2A, o alumínio (Al+), amônio (NH4+), entre outros, a nomenclatura é uma só, basta adicionar o nome do cátion que compõe a fórmula depois de hidróxido de. Um exemplo é o hidróxido de amônio (NH4OH).

Porém, existem alguns elementos com mais de um NOX, como é o caso do ferro (Fe+2 e Fe+3) ou cobre (Cu+2 e Cu+3), por exemplo. Nesses casos, é necessário indicar qual é o cátion pelo número romano correspondente à carga. É o que acontece com o hidróxido de cobre III (Cu(OH)3). Eles ainda podem receber uma nomenclatura especial. O composto com o cátion de maior NOX passa a ter terminação “ico”, enquanto o de menor NOX tem terminação “oso”. Os exemplos são hidróxido férrico (Fe(OH)3), hidróxido cuproso (Cu(OH)2) e hidróxido ferroso (Fe(OH)2).

Exemplos de hidróxidos

Veja, agora, alguns dos principais hidróxidos e um breve comentário sobre suas utilidades.

  • NaOH – hidróxido de sódio: é a base forte mais acessível, também conhecida por soda cáustica. Possui alto poder corrosivo sendo usada no desentupimento de tubulações, visto que consegue dissolver gorduras;
  • Mg(OH)2 – hidróxido de magnésio: popularmente chamado leite de magnésia, é usado principalmente como medicamento antiácido, aliviando os efeitos de azia pela neutralização do ácido estomacal;
  • Ca(OH)2 – hidróxido de cálcio: conhecido como cal hidratada, é uma base usada na agricultura para correção do pH de solos e águas;
  • KOH – hidróxido de potássio: é uma base forte utilizada na produção de biodiesel na reação de transesterificação;
  • NH4OH – hidróxido amônio: é uma base fraca, porém com alto poder de corrosão, pela solubilização do amônio em água. É encontrado em produtos de cabelo, pois abre as cutículas dos fios capilares.

Esses são exemplos dos principais hidróxidos comuns do cotidiano. É possível perceber a vasta aplicabilidade dos compostos dessa classe inorgânica, desde a agricultura, medicamento ou indústria de combustíveis.

Vídeos sobre os hidróxidos

Agora que o conteúdo já foi apresentado, veja alguns vídeos selecionados para facilitar o entendimento da matéria estudada.

O hidróxido é uma função inorgânica

Os hidróxidos são compostos inorgânicos de caráter básico. Isso significa que, conforme a definição de Arrhenius para ácidos e bases, eles liberam íons OH quando em solução aquosa, ou seja, liberam hidroxilas em água. Aprenda mais sobre essa classe de compostos inorgânicos, saiba como é dada a nomenclatura e o modo com que são classificados.

Como é feita a nomenclatura de bases

A nomenclatura dos hidróxidos é simples. Basta completar com o nome do cátion que está junto da hidroxila. Para isso é importante ter conhecimento de qual é o número de oxidação desses cátions. Existem aqueles com NOX fixo, porém alguns elementos possuem mais de um número de oxidação. Veja como é feita a nomenclatura em todos os casos de hidróxidos.

Exercício resolvido sobre os hidróxidos

Os hidróxidos são compostos básicos. Eles reagem com ácidos em uma reação de neutralização, que tem como produto um sal neutro e água. O hidróxido de alumínio pode ser ingerido para combater os sintomas de acidez no estômago. Sendo assim, veja a resolução de um exercício que envolve essa reação de neutralização do Al(OH)3 com ácido clorídrico do estômago.

Em síntese, os hidróxidos são bases inorgânicas que liberam íons OH, fazendo com que o pH das soluções fique entre 7,0 e 14,0, ou seja, alcalino. São classificados pelo número de OH, pela solubilidade ou, ainda, por sua força de base. Não pare de estudar por aqui, veja também sobre as reações de neutralização, que acontece entre uma base e um ácido.

Referências

Princípios de Química: Questionando a Vida Moderna e o Meio Ambiente (2005) – Peter Atkins e Loretta Jones
Química: a ciência central (1999) – Theodore L. Brown, Eugene H. LeMay, Bruce E. Bursten e Julia R. Burdge
Fundamentos de Química Analítica (1963) – Douglas A. Skoog, Donald M. West, F. James Holler e Stanley R. Crouch
Química Inorgânica(1992) – Peter Atkins, Duward F. Shriver e Cooper H. Langford

Lucas Makoto Tanaka dos Santos
Por Lucas Makoto Tanaka dos Santos

Bacharel em Química pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), mestrando em Química Analítica, com ênfase em desenvolvimento de métodos analíticos, metabolômica e espectrometria de massas no Laboratório de Biomoléculas e Espectrometria de Massas (LaBioMass), na mesma universidade.

Como referenciar este conteúdo

Tanaka dos Santos, Lucas Makoto. Hidróxidos. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/quimica/hidroxidos. Acesso em: 26 de November de 2021.

Exercícios resolvidos

1. [UEPG]

Com relação às propriedades das bases de Arrhenius, é incorreto afirmar:

a) O hidróxido de amônio é uma base não metálica, bastante solúvel em água.
b) Os metais alcalinos formam monobases com alto grau de dissociação.
c) As bases formadas pelos metais alcalinos terrosos são fracas, visto que são moleculares por natureza.
d) Os hidróxidos dos metais alcalinos terrosos são pouco solúveis em água.
e) Uma base é tanto mais forte quanto maior for o seu grau de ionização.

Analisando as alternativas:
a) CORRETO. O NH4OH é uma base cujo cátion não é metálico (íon amônio) e é muito solúvel em água.
b) CORRETO. Os metais alcalinos (família 1A) têm NOX fixo de +1, portanto formam monobases. Estas, são fortes e possuem elevado grau de dissociação.
c) INCORRETO. As bases formadas pelos metais da família dos alcalinoterrosos (2A) são, geralmente, fortes. Com exceção de Mg e Be.
d) CORRETO. Hidróxidos de metais da família 2A são parcialmente solúveis.
e) CORRETO. A força indica justamente o grau de dissociação, ou seja, a quantidade de íons que é liberado em solução.

Sendo assim, a alternativa que corresponde a uma afirmação incorreta é a letra c) As bases formadas pelos metais alcalinos terrosos são fracas, visto que são moleculares por natureza.

2. [Unioeste]

Os hidróxidos de sódio, cálcio, alumínio e magnésio são bases utilizadas com diferentes números de hidroxilas. Assinale a alternativa que define corretamente estas bases na sequência indicada.
a) Monobase, dibase, dibase e monobase.
b) Monobase, monobase, tribase e dibase.
c) Dibase, dibase, tribase e dibase.
d) Tribase, monobase, monobase e monobase.
e) Monobase, dibase, tribase e dibase.

Escrevendo as fórmulas dos 4 hidróxidos apresentados no enunciado e mostrando suas quantidades de hidroxilas (OH):
Hidróxido de sódio = NaOH → 1 OH;
Hidróxido de cálcio = Ca(OH)2 → 2 OH;
Hidróxido de alumínio = Al(OH)3 → 3 OH;
Hidróxido de magnésio = Mg(OH)2 → 2 OH;

Eles são, respectivamente: monobase, dibase, tribase e dibase. Sendo assim, a alternativa correta é a letra e) Monobase, dibase, tribase e dibase.

Compartilhe

TOPO