Esportes individuais

Esportes individuais são práticas sistematizadas nas quais o desempenho esportivo é obtido individualmente.

Esta matéria aborda características que configuram os esportes individuais, apontando também algumas categorias desses esportes. Além disso, apresenta exemplos de alguns desses esportes em cada uma das categorias. Confira e conheça esses elementos.

O que são esportes individuais?

Os esportes individuais são práticas em que o/a atleta não conta com a colaboração de companheiros/as para o bom desempenho durante a partida ou as provas da modalidade esportiva. Desse modo, o resultado e/ou o desempenho obtido na modalidade depende das habilidades técnicas, táticas e estratégicas, bem como do preparo físico do/da atleta para as atividades envolvidas.

Além disso, é importante considerar que esses esportes podem ser classificadas como esportes individuais com e sem interação. A primeira categoria se refere aos esportes de marca, esporte técnico-combinatórios e esportes de precisão. Por outro lado, a segunda categoria alude a esportes de combate, esportes de taco e campo, esportes com rede divisória ou parede de rebote e esportes de invasão.

Quais suas características?

É válido destacar também que, embora alguns esportes apresentem dinâmica em grupo, a exemplo do beisebol e da capoeira, eles ainda se caracterizam pelo enfrentamento individual do adversário, consistindo, portanto, em uma prática de caráter individual. Desse modo, tendo em vista os elementos apontados acima, é possível destacar, como principais características dos esportes individuais, comuns a todas as categorias:

  • Individualidade tática;
  • Habilidade motora/técnica;
  • Aptidão física;
  • Atitude.

Essas são as principais características que se sobressaem em esportes individuais, em termos gerais, estendendo-se a todas as categorias envolvidas. Sendo assim, destacadas essas características, conheça algumas modalidades desses esportes a seguir.

Quais são os esportes individuais?

Como pontuado anteriormente, os esportes individuais podem ser classificados como esportes com e sem invasão. Além disso, nessas categorias, há subcategorias por meio das quais podem ser identificados. Nesse sentido, veja algumas modalidades elucidativas desses grupos esportivos.

Atletismo

iStock

O atletismo integra a categoria de esportes individuais sem interação, sendo considerado um esporte de marca. Nessa modalidade, destaca-se a comparação de índices alcançados e registrados pelos atletas, seja por segundos, metros ou quilos. Esses índices, portanto, são estabelecidos conforme marcas previamente estabelecidas para cada prova que compõe a modalidade.

Ginástica rítmica

iStock

A ginástica rítmica, bem como as demais modalidades de ginástica (acrobática, aeróbica, esportiva, de trampolim, artística), faz parte dos esportes individuais classificados como técnico-combinatórios. Nesses esportes, o desempenho é comparado com base na dimensão estética, na dimensão acrobática e na conformidade dos movimentos com os códigos, padrões e critérios estabelecidos para cada modalidade.

Tiro com arco

iStock

O tiro com arco é uma modalidade de esporte individual de precisão. Nessa modalidade, o objetivo e lançar a flecha em um alvo específico, fixo ou móvel. Assim, definem-se os vencedores das provas considerando o número de tentativas para acertar o alvo ou comparando a proximidade entre o objeto lançado e o alvo a ser atingido.

Judô

iStock

O judô faz parte da categoria de esportes individuais de combate, caracterizada por disputas que buscam a superação do adversário por meio de toques, desequilíbrios, imobilizações ou deslocamentos que conduzam o oponente para um espaço específico. Além disso, nessa categoria, bem como no judô, há combinações de movimentos de ataque e defesa, os quais são aplicados com o intuito de demonstrar algum grau de domínio sobre o corpo do oponente.

Beisebol

iStock

O beisebol é um dos vários esportes individuais de campo e taco. Nessa modalidade, os jogadores objetivam rebater as lançadas o mais longe possível, nos limites do campo de jogo. Dessa forma, os jogadores buscam completar o percurso entre as bases para contabilizar pontos. Embora sejam modalidades grupais, cada jogador desempenha um papel individual/isolado na dinâmica do jogo, não havendo interação direta entre eles.

Squash

iStock

O squash é um dos esportes individuais classificados como esportes de parede de rebote. Essa categoria objetiva que a bola seja lançada, arremessada ou rebatida de modo que o oponente não consiga ou tenha dificuldades para devolve-la ao jogo. No squash, portanto, a disputa ocorre em quadra fechada, entre quatro paredes, onde os jogadores se alternam nas rebatidas da bola com a raquete contra a parede, buscando atingir esse objetivo.

Badminton

iStock

O badminton é um esporte de rede divisória, categoria que apresenta o mesmo objetivo dos esportes de parede de rebote. Desse modo, o jogo de badminton ocorre com o lançamento e a rebatida de uma peteca com raquetes em uma quadra dividida ao meio por uma rede. Então, na dinâmica do jogo, os jogadores buscam interceptar a trajetória da peteca rebatida e devolvê-la para o lado do adversário.

Remo

iStock

O remo é um exemplo de esporte individual de marca que pode ser praticado em modalidades de punho, tacão, pá, cana e espinha. Nesse esporte, os remadores realizam um percurso a remo em rios, lagoas ou mar, para chegar à marcação estabelecida. Para isso, utilizam um barco estreito específico para a modalidade, com banco móvel e disposto de costas para a meta, devendo remar com força e velocidade até a alcançar.

Saltos ornamentais

Wikimedia

Os saltos ornamentais são esportes individuais técnico-combinatórios, em que os atletas utilizam uma piscina e uma plataforma elevada para a realização de acrobacias. Assim, são realizados elementos acrobáticos conforme código técnico, seguido da preparação para a finalização do salto em um mergulho na piscina.

Karate

iStock

O karate é um esporte individual de combate, caracterizado como uma arte marcial de autodefesa, originária do Japão. Esse esporte se baseia em movimentos de socos, chutes, cotoveladas, joelhadas e golpes com a palma da mão aberta. Além disso, o karate possui peculiaridades que se apresentam conforme a categoria em questão, podendo ser: Kirron, kata e Kumite.

Além desses esportes apresentados, podem ser mencionados como esportes individuais:

  • Críquete;
  • Lançamento de disco;
  • Levantamento de peso;
  • Bocha;
  • Ciclismo.

Por fim, é importante ressaltar que diversas modalidades esportivas individuais podem ser classificadas tanto como sem interação quanto com interação, a exemplo da ginástica rítmica, que possui provas individuais e em grupo. Entretanto, as modalidades com interação não se constituem como esportes coletivos. Desse modo, para conhecer melhor essas características e distinções, confira a matéria sobre esportes coletivos.

Referências

Metodologia do ensino dos esportes coletivos (2012) – Fernando Jaime González.

João Paulo Marques
Por João Paulo Marques

Professor de Educação Física graduado pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Pesquisador integrante do Grupo de Pesquisa Corpo, Cultura e Ludicidade (GPCCL/UEM/CNPq) e do Grupo de Estudos Foucaultianos (GEF/ UEM/CNPq). Pesquisas focalizando corpo, subjetividade, discurso e cultura física.

Como referenciar este conteúdo

Marques, João Paulo. Esportes individuais. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/educacao-fisica/esportes-individuais. Acesso em: 25 de November de 2020.

Exercícios resolvidos

1. [UEM - 2010]

Sobre esportes individuais e coletivos, assinale o que for correto.

01) Fixo ou beque, pivô, alas direita e esquerda são posições dos jogadores no futsal.

02) Domínio de corpo, domínio de bola, dribles, passes, arremessos e rebotes são considerados fundamentos técnicos do basquetebol.

04) Na década de 1990, aconteceu a fusão entre o futebol de salão e o futebol de cinco (prática esportiva reconhecida pela Fifa), surgindo o futsal, terminologia adotada para identificar essa manifestação esportiva no contexto internacional.

08) No basquetebol, os sistemas ofensivos são recursos utilizados na defesa, para superar a equipe adversária.

16) Passe, recepção, condução, drible, defesa alta e saída de gol são considerados elementos das técnicas individuais dos jogadores de linha, em esportes coletivos.

A resposta correta é 07: 01 + 02 + 04.

A alternativa 08 está incorreta, pois, os sistemas ofensivos são recursos utilizados nos momentos de ataque e contra-ataque, visando a superação da equipe adversária.

A alternativa 16 está incorreta, pois, defesa alta e saída de gol são movimentações típicas dos goleiros, em esportes coletivos.

2. [UEM - 2010]

Sobre esportes individuais e coletivos, assinale o que for correto.

01) No jogo de voleibol, conforme as regras oficiais em vigor, é permitido tocar a bola com outras partes do corpo, além das mãos.

02) Atletismo, natação e hipismo são considerados esportes individuais.

04) Uma equipe de basquete é composta por dez jogadores, mas somente seis podem atuar na quadra ao mesmo tempo.

08) Futebol, rugby, beisebol, polo aquático e badminton são considerados esportes coletivos.

16) Para que uma partida de futebol de campo seja iniciada, é necessária a presença de, no mínimo, doze jogadores em cada equipe, sendo onze na linha e um no gol.

A resposta correta é 03: 01 + 02.

A alternativa 04 está incorreta, pois, cada equipe de basquete pode ser composta por mais de cinco jogadores, embora apenas cinco atuem simultaneamente em quadra.

A alternativa 08 está incorreta, pois, beisebol e badminton são considerados esportes individuais.

Compartilhe

TOPO