Beisebol

Beisebol, do Inglês Baseball, é um esporte popular em países americanos e asiáticos, jogado por duas equipes de nove atletas, com um taco e uma bola, em campo com formato de diamante.

O beisebol é um esporte de taco e bola mundialmente praticado e conhecido. Nesta matéria, você verá elementos característicos de sua constituição histórica, bem como de suas regras e dos jogadores. Além disso, verá os países onde o esporte possui grande adesão popular e algumas curiosidades a seu respeito. Confira!

História do baseball

Embora não haja uma definição precisa ou consenso quanto à origem desse esporte, estudiosos acreditam que o baseball se baseia em outros esportes de rebatida de bola. Assim, reconhece-se como primeiro registro de prática similar a obra A Little Pretty Pocket–Book, de John Newbery, datada de 1744, que descreve o jogo na forma de rimas.

A partir de 1830, descrições mais detalhadas se difundiram pela América do Norte, referindo-se a jogos chamados “town ball”, “round-ball” e “base-ball”, com características pouco distintas entre si. Contudo, em 1892 o Congresso dos Estados Unidos declarou o bombeiro Alexander Cartwright como inventor do baseball. Isso porque, em 1839, ele escreveu as primeiras regras do baseball, além de fundar a New York Knickerbockers, uma das primeiras equipes praticantes.

O beisebol no Brasil

O beisebol (nomeclatura em português) chegou ao Brasil por intermédio de trabalhadores norte-americanos, no início da década de 1900. No entanto, entre eles, a prática era uma forma de lazer e diversão, além de um traço cultural, e não um componente esportivo. Seu caráter competitivo é atribuído à chagada de imigrantes japoneses ao Brasil, quando se instituíram as primeiras equipes e clubes no país.

Com o crescimento do número de equipes, foi realizado o 1° Campeonato Brasileiro de Beisebol, em 1936. Após a estagnação gerada pela 2ª Guerra Mundial, com a revitalização de práticas de lazer e esportivas, foi criada a Federação Paulista de Beisebol e Softbol, em 1946. Posteriormente, em 1990, foi fundada a Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol (CBBS), responsável por organizar, controlar e administrar essas duas modalidades no Brasil.

Como se joga beisebol?

Há condições de ocorrência do jogo, as quais sinalizam alguns pontos de referência, explicados a seguir. Entretanto, para entender como o beisebol é jogado, é necessário compreender algumas regras fundamentais, bem como as funções dos jogadores e o sistema de pontuação. Portanto, confira esses elementos.

Todo Estudo

Principais regras

  • O esporte é praticado por duas equipes de nove jogadores cada, os quais ocupam, alternadamente, posições de ataque e defesa durante o jogo.
  • A bola de beisebol é do tamanho de um punho, feita de couro e com aproximadamente 5cm de diâmetro.
  • O bastão, ferramenta ofensiva, pode ser de madeira ou alumínio. Possui cerca de 5cm de diâmetro, afinando sentido ao cabo, que possui cerca de 2,5cm de diâmetro.
  • A luva de beisebol, ferramenta defensiva, é feita em couro e usada para apanhar a bola, podendo assumir formas diversas.
  • O espaço de jogo é um campo no formato de diamante, com uma base em cada um dos quatro cantos. A parte mais próxima das bases é chamada campo interno e a parte mais distante é chamada campo externo.
  • Os nove jogadores se posicionam em campo no início de cada entrada e, a cada três eliminações dos rerebatedores, alternam-se as condições de atacantes e defensores.
  • Cada alteração representa uma entrada, sendo um jogo profissional composto por nove entradas. Em uma entrada, as duas equipes atacam e defendem. Assim, uma equipe ocupa uma posição (ataque ou defesa) durante meia entrada, e outra posição em outra meia entrada.
  • A cada entrada e meia entrada, um jogador defensivo atua como arremessador, dispondo-se no “monte” – local designado no centro do diamante.
  • Um jogador defensivo, chamado receptor, posiciona-se no lado oposto ao do arremessador, junto ao rebatedor.
  • Quatro jogadores defensivos se posicionam nas linhas entre as bases e outros três se posicionam no campo externo.
  • A jogada tem início quando o arremessador lança a bola em direção à home plate, local do campo em que se posiciona um jogador ofensivo, chamado rebatedor, que deve tentar rebater a bola com o taco.
  • Se o rebatedor não conseguir acertar a bola ou a rebater para fora do campo de jogo em três arremessos, ele é aposentado. Do contrário, se coletar quatro bolas do arremessador, ele avança para a primeira base.
  • Ao acertar a bola, o jogador-rebatedor deve deixar o taco na home plate e avançar para a primeira base, chegando nela antes que o jogador defensivo lá posicionado receba a bola rebatida, recuperada no campo externo e lançada pelos jardineiros.
  • Ao avançar da home plate para a primeira base, bem como de uma base a outra durante o jogo, os jogadores são chamados de corredores. O corredor deve ocupar a base até que o rebatedor seguinte acerte a bola e ocupe a primeira base, dando sequência à dinâmica.
  • Para que o(s) corredor(es) avance(m) à base seguinte é necessário que o rebatedor, que o precede, acerte a bola.
  • Há cinco formas comuns pelas quais os jogadores defensores podem tentar impedir que um corredor chegue à base, sendo nomeadas: “strike out”, “vôo para fora”, “ground out”, “força para fora” e “tag out”.

Jogadores

  • Pitcher/Arremessador: responsável por lançar a bola de modo que o rebatedor não consiga acertá-la.
  • Catcher/Receptor: responsável por pegar as bolas arremessadas pelo pitcher. É o único jogador com visão geral do campo de jogo e, por isso, responsável também por organizar as jogadas de defesa com a equipe.
  • First Base/Primeira Base: responsável por cobrir e defender a primeira base e dar cobertura para as jogadas nela realizadas.
  • Second Base/Segunda Base: responsável por cobrir e defender a segunda base. Junto com a primeira base, realiza uma jogada chamada double play.
  • Third Base/Terceira Base: responsável por cobrir e defender a terceira base.
  • Shortstop/Interbase: responsável pelo espaço entre a segunda e a terceira base. Também é responsável por cobrir a segunda base em caso de double play.
  • Left Fielder/Jardineiro Esquerdo: responsável pelas bolas rebatidas nesse espaço do campo de jogo.
  • Center Fielder/Jardineiro Central: responsável pela defesa do campo central do espaço jogo. Também é responsável por cobrir o a second base e o shortstop.
  • Right Fielder/Jardineiro Direito: responsável por cobrir a first base e a second base, defendendo as bolas rebatidas no campo direito do espaço de jogo.
  • Hitter/Rerebatedor: responsável por rebater a bola arremessada pelo pitcher.
  • Runner/Corredor: responsável por conquistar bases com roubadas e rebatidas.

Pontuação

O ponto no beisebol é construído por jogada e atribuído de várias maneiras. A mais comum é por corrida completada. Isso significa que sempre que o corredor passa por todas as três bases e retorna à home plate um ponto é atribuído à equipe. Outra forma é quando um jogador rebate a bola para fora do campo de jogo (home run), possibilitando que os jogadores das bases avancem.

Outras maneiras de pontuar é quando ocorrem as situações chamadas de por walk, por hit by pitch e por balk. Nessas situações, ocorrem jogadas em que, por algum erro de rebatida ou da equipe defensiva, os jogadores das bases avançam. Assim, havendo três bases conquistadas, há a atribuição de um ponto por corrida.

Onde é praticado

Embora não seja tão popular no Brasil, em outros países o beisebol é um esporte de grande apreço. Veja os principais.

Cuba

O beisebol é amplamente praticado em todo o continente americano e, entre seus países, Cuba é um dos quais o esporte é considerado o mais popular. Essa popularidade do esporte se mantém desde a década de 1870, quando passou a ser visto como um símbolo do nacionalismo cubano.

Taiwan

Ao contrário do que comumente se afirma, o beisebol também é um esporte bastante popular no continente asiático, especialmente em Taiwan. O esporte foi introduzido no país no início do século XX, popularizando-se ao longo desse mesmo século. Apesar de escândalos recentes envolvendo vícios de resultados, o que levou à perda de alguns adeptos, a popularidade do esporte ainda se mantém no país.

Japão

Outro país do continente asiático em que o beisebol é bastante popular é o Japão. O esporte foi introduzido no país em 1872, ganhando rapidamente um grande número de espectadores e participantes, o que se mantém até os dias atuais.

Venezuela

Neste país americano, o esporte surgiu por influência de empresas petrolíferas dos EUA que, com o deslocamento de trabalhadores, difundiram alguns de seus traços culturais. Entre tais traços, a prática do beisebol se apresenta tão fortemente que, hoje, esse país é um dos mais envolvidos com a formação de atletas para a liga norte-americana de beisebol.

Veja curiosidades sobre o beisebol

Agora que você já conhece as principais características e regras dos jogadores e do beisebol, além dos países em que o esporte tem maior popularidade, confira algumas curiosidades a seu respeito.

  • Após uma rebatida válida, o rerebatedor-corredor da home plate é obrigado a correr para a primeira base. No entanto, o corredor que já tiver conquistado uma base pode optar por partir desta para conquistar outra, ou permanecer na base já conquistada.
  • Apesar de ser permitido que vários corredores disputem bases, é proibido que um corredor ultrapasse o outro. Isso porque, nesse caso, o corredor que vem após um primeiro corredor o obrigaria a sair da base de segurança para conquistar a base seguinte. Essa situação colocaria a jogada em risco, pois o primeiro corredor só se encontrará em segurança ao atingir a base seguinte.
  • A corrida só é computada para o corredor quando ele a anota, ou seja, quando, após ter percorrido as três bases, ele retorna ao home plate. No entanto, pode ser comutada uma “corrida impulsionada”. Esta ocorre quando um jogador da terceira base retorna ao home plate e anota uma jogada em função de uma rebatida válida ou de sacrifício.
  • Após o término de uma entrada (quando há a eliminação de três jogadores de ataque), desconsideram-se todas as bases conquistadas. Assim, a nova entrada tem início com todas as bases vazias, ainda a serem conquistadas.
  • Devido à intensidade da rebatida, o tempo de vida útil de uma bola de beisebol é de sete arremessos, em uma partida profissional. Assim, em campeonatos oficiais são utilizadas cerca de 600 mil bolas por ano, como é o caso nos campeonatos dos Estados Unidos, por exemplo.

Essas são algumas curiosidades do beisebol, apresentadas com o intuito de contribuir para seu entendimento a respeito do esporte. Para conhecer mais a seu respeito e elucidar o conteúdo abordado nesta matéria, confira os vídeos a seguir.

Saiba mais sobre o beisebol

A seguir, você encontrará alguns vídeos complementares ao conteúdo abordado nesta matéria, contribuindo para compreender o beisebol. Veja!

Origens do esporte

Esse vídeo trata da história do beisebol, comentando acerca dos jogos que precederam a instituição desse esporte, bem como características dos contextos em que eram praticados. Veja para entender melhor a constituição desse componente esportivo.

Regras do beisebol

Esse vídeo apresenta, de forma ilustrada, as regras de organização e pontuação do beisebol, complementando o conteúdo abordado nesta matéria. Confira para entender melhor o esporte.

Jogadas do beisebol

Esse vídeo compila algumas jogadas do atleta Shogo Akiyama no jogo Pirates-Reds, transmitido pela liga americana Major League Baseball. Você poderá observar características e situações apresentadas nesta matéria. Confira para identificá-las e compreender melhor a dinâmica do esporte.

Esta matéria apresentou as principais características dos jogadores, bem como as principais regras do beisebol. Além disso, comentou a respeito dos países em que o esporte tem maior popularidade e de algumas curiosidades a seu respeito. Para continuar conhecendo o universo das práticas corporais e esportes de de rebatida, confira a matéria sobre Badminton.

Referências

JOSÉ, Montenegro Barreto Jesús. Desenvolvimento do Beisebol Brasileiro. Fiep Bulletin, v. 87, edição especial, 2017.

NEWBERY, John. A Little Pretty. Moscou: Dodo Press, 1744.

João Paulo Marques
Por João Paulo Marques

Bacharel em Educação Física pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Pesquisador integrante do Grupo de Pesquisa Corpo, Cultura e Ludicidade (GPCCL/UEM/CNPq) e do Grupo de Estudos Foucaultianos (GEF/ UEM/CNPq). Pesquisas focalizando Cultura Física, Discurso, Corpo e Subjetividade.

Como referenciar este conteúdo

Marques, João Paulo. Beisebol. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/educacao-fisica/beisebol. Acesso em: 21 de October de 2020.

Exercícios resolvidos

1. [CONSULPLAN-2010]

“A informação necessária para o desenvolvimento de uma habilidade motora é sentida pelos receptores visuais, auditivos e proprioceptivos.” Marque a alternativa referente à informação tátil ou cutânea:

A. Jogadores qualificados de fundo de campo de beisebol indicam que o “salto” é sentido por eles a partir do som ouvido do taco batendo na bola.

B. O golfista determina a qualidade do seu “suingue” pela sensação do movimento.

C. É usada quando um arremessador de beisebol agarra a bola e se prepara para o arremesso.

D. Treinadores de luta livre fazem com que seus lutadores treinem de olhos fechados para forçá-los a confiar nas informações proprioceptivas.

E. Jogadores cegos quando jogam futebol de cinco.

A resposta correta é a alternativa C.

2. [UNICAMP-2016]

Beisebol é um esporte que envolve o arremesso, com a mão, de uma bola de 140 g de massa na direção de outro jogador que irá rebatê-la com um taco sólido. Considere que, em um arremesso, o módulo da velocidade da bola chegou a 162 km/h, imediatamente após deixar a mão do arremessador. Sabendo que o tempo de contato entre a bola e a mão do jogador foi de 0,07 s, o módulo da força média aplicada na bola foi de

a. 324,0 N.

b. 90,0 N.

c. 6,3 N.

d. 11,3 N.

A resposta correta é a alternativa B.

Compartilhe

TOPO