Artes Marciais

Artes marciais são formas de combate corporal que envolvem princípios filosóficos, podendo ou não possuir finalidade competitiva.

As artes marciais são formas de combate pessoal organizadas como práticas corporais, as quais podem ou não constituir práticas esportivas. Dito isso, veja a seguir aspectos referentes às origens das artes marciais e características das principais modalidades praticadas. Acompanhe.

Índice do conteúdo:

Origem das artes marciais

O termo arte marcial possui origem mitológica associada à cultura ocidental, especificamente a povos gregos e romanos, embora não se limite ao Ocidente. Refere-se, portanto, às habilidades de combate corpo a corpo, ensinadas com base em princípios filosóficos a esses povos pelo deus da guerra, Marte. Daí decorre o termo arte marcial, aludindo, ainda, à etimologia da palavra ars (técnica).

A despeito dessa narrativa, outras origens podem ser atribuídas ao surgimento das artes marciais. Entretanto, o importante a considerar é que as características de métodos e técnicas que as compõem se transformaram ao longo dos séculos em que existem, sendo, assim, aprimoradas. Com isso, transformou-se também a compreensão em torno dessas manifestações, de modo que, atualmente, essas práticas assumem um caráter mais esportivo e competitivo, e menos bélico.

Ademais, por referirem-se a diversas formas de luta, não é possível precisar qual teria sido a primeira arte marcial criada pela humanidade. Isso se deve à ampla gama dessas manifestações, oriundas de povos diversos, como africanos, árabes, filipinos, siameses, brasileiros, chineses, russos, astecas, entre tantos outros. Contudo, sabe-se que a prática já se apresentava como modalidade nos Jogos Olímpicos da Antiguidade, por meio da Luta Olímpica, também chamada Luta Greco-Romana.

Artes marciais no Brasil

O Brasil vive um crescimento na busca por aulas e práticas de artes marciais nas últimas décadas, o que é atribuído, em partes, à notoriedade mundial que atletas de UFC obtêm em suas categorias. Lutadores dessa modalidade, como Anderson Silva, Vitor Belfort e Thiago Marreta, têm ganhado visibilidade na mídia internacional, colocando o país nos holofotes, contribuindo e incentivando a prática das artes marciais em nossa cultura.

Diante dessa demanda, foi fundada, em 2015, a Confederação Brasileira de Lutas e Artes marciais (CBLAM), entidade nacionalmente responsável por regulamentar os esportes marciais, bem como de integrar professores, mestres e praticantes brasileiros. Essa entidade se volta, então, à prática e ao ensino de todas as artes marciais, embora não indique quantas existem. Diante disso, veja a seguir algumas das mais praticadas, nacional e internacionalmente.

Modalidades de artes marciais

Sabe-se que existem diversas modalidades de artes marciais em todo o mundo, embora em número impreciso, e também que elas possuem características e origens particulares, além de alguns aspectos em comum. Sendo assim, veja a seguir características de algumas artes marciais, de modo a exemplificar esses elementos.

1. Luta greco-romana

Originária da Roma e Grécia Antiga, essa luta apresenta estilo e técnica bastante peculiares. Em geral, caracteriza-se pelo controle de um lutador sobre as movimentações do outro, manipulando-as. Para isso, utilizam-se pegadas, bem como golpes de punho e estratégias para tirar vantagem das movimentações do adversário, objetivando imobilizá-lo.

2. Maculelê

Essa luta brasileira possui origem africana, a partir dos povos escravizados no período do Brasil Império. Atualmente, caracteriza-se por sua teatralidade, pela simulação dos combates tribais enfrentados por esses povos, representados com o uso de bastões, chamados grimas. Essa arte marcial também compõe o folclore brasileiro, sendo conhecida, além de luta, igualmente como uma dança folclórica.

3. Kickboxing

Entendida como uma arte marcial e também como um esporte de combate, essa modalidade se baseia em movimentos de chutes e socos. Ademais, ela designa um estilo de luta e, também, um conjunto delas, uma vez que o kickboxing pode se referir a outras lutas, incluindo o boxe indiano, o boxe francês, o kickboxing japonês e o kickboxing americano, por exemplo.

4. Krav magá

Essa arte marcial corresponde a um sistema ou conjunto de técnicas corporais desenvolvidas para o confronto corpo a corpo em situação de defesa a ataques realizados com armas, como armas de fogo, bastões, facas ou golpes específicos. Originária de Israel, essa forma de luta visa abater o adversário e, para isso, envolve a utilização do ataque a favor da defesa, ou seja, fatores como resistência, concentração e velocidade são utilizados para a aplicação das técnicas de autodefesa.

5. Capoeira

Essa manifestação ambígua é entendida como jogo, dança, esporte e também como luta, expressando, de modo peculiar, seu caráter de arte marcial. Atualmente, a capoeira apresenta duas categorias, ou estilos: a Capoeira Angola e a Capoeira Regional. Entretanto, possuem características em comum, entendidas como fundamentos. Entre essas características, podem ser citadas a ginga, a organização circular, a figura do mestre de capoeira e o uso de instrumentos.

6. Esgrima

A esgrima é uma arte marcial caracterizada pelo manuseio de “armas brancas”, especificamente do florete, do sabre e da espada. Atualmente, essa prática também constitui um esporte de combate, o qual compõe o quadro dos esportes disputados nos Jogos Olímpicos. Além disso, destaca-se o fato de a esgrima ser o único esporte de combate em que não há contato corporal entre os praticantes.

7. Judô

Essa arte marcial de origem japonesa ganhou o mundo e se popularizou no universo esportivo, sobretudo durante a segunda metade do século XIX. Desse modo, enquanto esporte, o judô apresenta técnicas realizadas no chão e em pé, tendo como característica principal e objetivo a imobilização do oponente durante a luta.

8. Karatê

O karatê é uma arte marcial japonesa que se organiza em torno de três modalidades: o Kirron, voltado ao estudo dos fundamentos de ataque e defesa, o Kata, dedicado à simulação dos golpes, e o Kumite, que compreende o combate com oponente. Entre os fundamentos da modalidade se encontra o atemi waza, o qual alude às movimentações básicas do karatê.

9. Aikido

Outra arte marcial de origem japonesa é o aikidô, criado sob o eixo da harmonia interna e externa pelo O-Sensei, Morihei Ueshiba, a partir do contato que teve com diversas artes marciais. A característica fundamental, portanto, é a ausência do aspecto competitivo e a ênfase no conhecimento e na experiência dos corpos, tanto o do sujeito que pratica (autoconhecimento) quanto o de seus colegas praticantes (colaboração com o desenvolvimento dos demais).

10. Taekwondo

Essa arte marcial coreana atualmente constitui um esporte olímpico, sendo disputada com pés e mãos e exigindo bastante disciplina e autocontrole dos praticantes. Desse modo, entre as características do taekwondo se encontra, principalmente, a destreza dos lutadores. Isso se deve, em partes, à variedade e natureza dos golpes de ataque e defesa que configuram o combate nessa modalidade, os quais são realizados por meio de socos, chutes e outras técnicas corporais de modo bastante ágil.

Essas são algumas das inúmeras lutas praticadas ao redor do globo, sendo apresentadas para exemplificar modalidades de artes marciais que se constituíram e propagaram no decorrer dos anos.

Saiba mais sobre as artes marciais

A seguir, você encontra vídeos a respeito das artes marciais para complementar o conteúdo apresentado nesta matéria. Confira e conheça melhor esse universo das práticas corporais de combate.

Artes marciais X lutas

Essa videoaula apresenta características das artes marciais, bem como exemplos de modalidades, inclusive algumas que foram abordadas nesta matéria. Além disso, esse vídeo comenta sobre a diferença entre artes marciais e lutas que não pertencem a essa categoria. Assista e entenda melhor a distinção.

Lutas olímpicas

Esse vídeo comenta a respeito das características das lutas olímpicas, entre as quais se encontram modalidades de artes marciais. Além disso, apresenta algumas lutas praticadas nos Jogos Olímpicos da Antiguidade, comentando a respeito delas e das mitologias que as envolvem. Confira e conheça-as.

Artes marciais brasileiras

Esse vídeo apresenta características e aspectos próprios da capoeira e do huka huka, duas artes marciais genuinamente brasileiras. Assista para complementar as informações a respeito das artes marciais e conhecer essas modalidades de luta desenvolvidas em nosso país.

Esta matéria abordou aspectos referentes às origens das artes marciais, comentando também a respeito de características dessas manifestações. Junto a isso, apresentou exemplos das principais modalidades de artes marciais praticadas no Brasil e no mundo. Desse modo, continue estudando a respeito dessas manifestações e confira as modalidades de artes marciais que compõem o quadro de esportes disputados nas Olimpíadas.

Referências

Lutas e artes marciais na escola: questões insólitas (2009) – Walter Roberto Correia.

Produção acadêmica em lutas, artes marciais e esportes de combate (2010) – Walter Roberto Correia Emerson Franchini.

João Paulo Marques
Por João Paulo Marques

Professor de Educação Física graduado pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Pesquisador integrante do Grupo de Pesquisa Corpo, Cultura e Ludicidade (GPCCL/UEM/CNPq) e do Grupo de Estudos Foucaultianos (GEF/ UEM/CNPq). Pesquisas focalizando corpo, subjetividade, discurso e cultura física.

Como referenciar este conteúdo

Marques, João Paulo. Artes Marciais. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/educacao-fisica/artes-marciais. Acesso em: 25 de November de 2020.

Exercícios resolvidos

1. [ENEM - 2011]

Conceitos e importância das lutas Antes de se tornarem esporte, as lutas ou as artes marciais tiveram duas conotações principais: eram praticadas com o objetivo guerreiro ou tinham um apelo filosófico como concepção de vida bastante significativo. Atualmente, nos deparamos com a grande expansão das artes marciais em nível mundial. As raízes orientais foram se disseminando, ora pela necessidade de luta pela sobrevivência ou para a “defesa pessoal”, ora pela possibilidade de ter as artes marciais como própria filosofia de vida.

CARREIRO, E. A. Educação Física na escola: Implicações para a prática pedagógica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008 (fragmento).

Um dos problemas da violência que está presente principalmente nos grandes centros urbanos são as brigas e os enfrentamentos de torcidas organizadas, além da formação de gangues, que se apropriam de gestos das lutas, resultando, muitas vezes, em fatalidades. Portanto, o verdadeiro objetivo da aprendizagem desses movimentos foi mal compreendido, afinal as lutas

A. se tornaram um esporte, mas eram praticadas com o objetivo guerreiro a fim de garantir a sobrevivência.

B. apresentam a possibilidade de desenvolver o autocontrole, o respeito ao outro e a formação do caráter.

C. possuem como objetivo principal a “defesa pessoal” por meio de golpes agressivos sobre o adversário.

D. sofreram transformações em seus princípios filosóficos em razão de sua disseminação pelo mundo.

E. se disseminaram pela necessidade de luta pela sobrevivência ou como filosofia pessoal de vida.

A resposta correta é B.

A alternativa B é a única que responde ao comando da questão, uma vez que se pergunta o motivo do verdadeiro motivo da aprendizagem das artes marciais ter sido mal compreendido. Diante desse questionamento, a resposta deve mostrar qual a real finalidade da luta: “um apelo filosófico como concepção de vida”, como diz o texto; do que se pode inferir o caráter construtivo, o autocontrole, o respeito ao outro – aspectos positivos da mesma – e não o uso agressivo e violento que se tem feito da mesma.

2. [UEM - 2011]

Sobre lutas, assinale o que for correto.

01) Documentos arqueológicos demonstram que a prática das lutas teve início 2000 anos a.C..

02) O judô foi criado no fim do século XIX, concomitantemente com as transformações sociais e políticas do mundo que eclodiam no Japão, apontando para sua relação com as mudanças na dinâmica social. A modalidade era um produto tipicamente oriental, principalmente no período de internacionalização do Japão, servindo como signo desse país.

04) A capoeira é uma manifestação cultural brasileira
nascida em circunstâncias de luta por liberdade nos tempos da escravidão.

08) Cocorinha, esquiva lateral, negativa e rolê são movimentos característicos da capoeira.

16) Jiu-jitsu é uma arte marcial que nasceu no Japão e era praticada pelos samurais da época feudal.

A resposta correta é 30: 02+04+08+16.

A alternativa 01 é incorreta, pois estudos apontam que os seres humanos praticam formas rudimentares de luta desde os primórdios de sua existência, como forma de sobrevivência.

Compartilhe

TOPO