Richard Feynman

Richard Feynman foi um físico teórico estadunidense que viveu entre 1918 e 1988. Ele foi um dos pioneiros da eletrodinâmica quântica e participou do Projeto Manhattan.

Richard Feynman foi um cientista estadunidense, laureado com o Prêmio Nobel de Física de 1965. Ele foi um dos pioneiros da eletrodinâmica quântica. Esse cientista viveu entre os anos de 1918 e 1988. Neste post você aprenderá sobre a biografia, as principais contribuições e as frases importantes desse autor. Confira!

Índice do conteúdo:

Biografia

Richard Feynman (ao centro), no laboratório do Projeto Manhattan, em Los Alamos. Foto tirada entre 1943 e 1946. Wikimedia

Richard Feynman, ou Richard Phillips Feynman, nasceu em Nova Iorque, nos Estados Unidos, em 11 de maio de 1918. O físico estadunidense tinha duas formas raras de câncer e faleceu logo após uma cirurgia em 15 de fevereiro de 1988, aos 69 anos de idade. Ele foi um físico teórico e um dos precursores do ramo da eletrodinâmica quântica, a qual busca descrever os fenômenos envolvendo partículas eletricamente carregadas por meio da força eletromagnética.

Feynman tinha facilidades com as Ciências Exatas desde a infância. Sua graduação foi feita no Instituto de Tecnologia de Massachusetts, o MIT, nos Estados Unidos. Nesse período, o físico publicou um de seus primeiros artigos, no qual tratava de raios cósmicos.

Após a graduação, Feynman estudou na universidade de Princeton. Nessa universidade o cientista iniciou as pesquisas e propôs a eletrodinâmica quântica. Além disso, Feynman e outros cientistas, participaram do projeto Manhattan. Esse projeto desenvolveu pesquisas sobre armas nucleares e foi responsável pelas bombas nucleares jogadas sobre as cidades de Hiroshima e Nagasaki.

O físico lecionou no Instituto de Tecnologia da Califórnia, a Caltech, durante 35 anos. No ano de 1965, ele e os físicos Julian Schwinger e Shin’ichiro Tomonaga, Feynman foram laureados com o Prêmio Nobel de Física. Isso aconteceu devido às suas contribuições para a eletrodinâmica quântica.

Feynman no Brasil

No início dos anos 1950, Richard Feynman veio lecionar no Brasil a convite de Jayme Tiomno. Essa experiência docente aconteceu no Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, localizado no Rio de Janeiro. O físico estadunidense ficou em terras brasileiras entre os anos de 1951 e 1952. Isso foi importante para a sua vida no aspecto cultural, porque se divertia com a música brasileira. Além disso, o cientista também teceu duras críticas ao sistema de Ensino de Física no Brasil, o qual era e ainda é, baseado em uma memorização mecânica em detrimento do raciocínio lógico e crítico.

Principais contribuições

As contribuições desse físico para a Ciência são muitas. Veja, a seguir, as principais delas para a Física e outras Ciências:

  • Eletrodinâmica quântica: sua maior contribuição à Física foi a proposição de uma área que busca descrever os fenômenos envolvendo partículas eletricamente carregadas por meio da força eletromagnética;
  • Interações fracas: o físico estadunidense trabalhou na teoria das interações que afetam os léptons e quarks e mediadas pelos bósons;
  • Interações fortes: é a força de interação entre os quarks e glúons, ela acontece no interior de um núcleo atômico. Feynman contribui para o desenvolvimento dessa área nos anos 1960;
  • Idade do núcleo da Terra: devido à dilatação temporal, o físico estadunidense afirmou que o núcleo terrestre deveria ser mais novo que superfície. Atualmente, estima-se que a crosta seja cerca que dois anos e meio mais velha que o núcleo;
  • Superfluidez do hélio líquido: quando um determinado fluido está a uma temperatura muito baixa, ele pode se comportar como se não houvesse viscosidade. Isso acontece nos superfluidos. Parte da carreira da Feynman foi dedicada ao estudo desse fenômeno.

Apesar de todas as suas contribuições para a Ciência, é preciso lembrar que não existem gênios. Por isso, não se deve tratar um cientista como uma pessoa de inteligência incomum. Afinal, todos são seres humanos.

7 frases de Richard Feynman

Ao se estudar sobre um personagem importante da História da Ciência, a existência de frases de efeito são comuns. Porém, é preciso lembrar que algumas delas são de outras autorias ou tiradas do contexto original. Veja abaixo algumas frases de Richard Feynman:

  1. Eu odiaria morrer duas vezes. É tão tedioso.
  2. Eles [os alunos] todos fingem que sabem, e se um estudante faz uma pergunta, admitindo por um momento que as coisas estão confusas, os outros adotam uma atitude de superioridade, agindo como se nada fosse confuso, dizendo àquele estudante que ele está desperdiçando o tempo dos outros.
  3. Eles [os alunos] podem recitar, palavra por palavra, o que Sócrates disse, sem perceber que aquelas palavras gregas realmente significam algo.
  4. Quando você pega um torrão de açúcar e o fricciona com um par de alicates no escuro, pode-se ver um clarão azulado. Alguns outros cristais também fazem isso. Ninguém sabe o motivo. O fenômeno é chamado triboluminescência
  5. Eu disse que não conseguia entender como alguém podia ser educado neste sistema [educacional brasileiro] de autopropagação, no qual as pessoas passam nas provas e ensinam os outros a passar nas provas, mas ninguém sabe nada.
  6. Homens bons fazem coisas boas, os homens maus as más, mas só a religião consegue fazer com que homens bons façam coisas más.
  7. Existem cerca de 100 bilhões de estrelas na galáxia. Esse já foi considerado um número grande. Mas é apenas cem bilhões. É menos que a dívida interna! Antigamente, estes números eram chamados de números astronômicos. Agora, deveríamos chamá-los de números econômicos.

É preciso notar que, apesar de frases famosas, os cientistas também são seres humanos. Por isso, não se deve atribuir a eles status de gênios, ídolos ou com feitos inatingíveis. Isso auxilia no fato do fazer científico ser distante para pessoas que não façam parte do padrão imposto por uma sociedade eurocêntrica, heteronormativa e patriarcal.

Vídeos sobre Richard Feynman

Para conhecer mais sobre um importante personagem da História da Física recente, veja os vídeos selecionados:

Biografia de Richard Feynman

Richard Feynman nasceu em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Desde então, sua vida foi repleta de vários acontecimentos que o levaram a lecionar no Instituto de Tecnologia de Massachussets, o MIT. Ao longo de sua carreira, esse cientista foi laureado com o Prêmio Nobel de Física. Veja mais sobre a vida e obra de Feynman no vídeo do canal do Professor Paulo Teruo.

Quem foi Richard Feynman

O canal Imperativo Matemático conta sobre a vida e a obra do físico estadunidense Richard Feynman. Além disso, o vídeo também discorre um pouco sobre uma das principais obras acadêmicas do cientista. Elas são as “Lições de Física de Feynman”, que compõem uma coleção de livros didáticos de Física para o nível universitário.

Vida e obra de Richard Feynman

Feynman foi laureado com o Prêmio Nobel de Física na segunda metade do século XX. Porém, esse cientista tinha outros hábitos além da Física. Por exemplo, ele era percursionista e tocava bongôs. No vídeo do canal Singularidade, conheça mais sobre esse autor renomado da Ciência Moderna.

Conhecer os personagens da História da Ciência é importante para compreender seu pensamento. Dessa forma, é possível humanizar a Ciência e compreender que os cientistas não são gênios ou que a Ciência é algo intocável e inatingível. Aproveite e conheça mais sobre outro personagem importante da Ciência Moderna, o dinamarquês Niels Bohr.

Referências

O senhor está brincando, Sr. Feynman! (2006) – Richard Feynman.
The Feynman Lectures on Physics (1963) – Richard Feynman et al.
Feynman (2013) – José Maria Filardo Bassalo e Francisco Caruso

Hugo Shigueo Tanaka
Por Hugo Shigueo Tanaka

Divulgador Científico e co-fundador do canal do YouTube Ciência em Si. Historiador da Ciência. Professor de Física e Matemática. Licenciado em Física pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Mestre em Ensino de Ciências e Matemática (PCM-UEM). Doutorando em Ensino de Ciências e Matemática (PCM-UEM).

Como referenciar este conteúdo

Tanaka, Hugo Shigueo. Richard Feynman. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/fisica/richard-feynman. Acesso em: 18 de January de 2022.

Exercícios resolvidos

1.

Richard Feynman foi um físico teórico estadunidense laureado com o Prêmio Nobel em 1965, juntamente com os cientistas Julian Schwinger e Shin’ichiro Tomonaga. Esse premiação se deu devido a:

a) desenvolvimento da bomba atômica.
b) comprovação da existência de Plutão.
c) comprovação experimental dos Méson-pi.
d) contribuições para a eletrodinâmica quântica.
e) teoria da relatividade.

Alternativa correta: d

Richard Feynman, Julian Schwinger e Shin’ichiro Tomonaga receberam o Prêmio Nobel de Física devido à sua contribuição para o desenvolvimento da eletrodinâmica quântica.

2.

O Projeto Manhattan foi conduzido pelo governo do Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial. Dentre os cientistas que fizeram parte dele, estão Albert Einstein e Richard Feynman. Esse projeto foi desenvolvido para:

a) estudar as interações entre partículas subatômicas.
b) estudar os efeitos da radiação solar na pele humana.
c) construir armas nucleares.
d) construir um gerador de energia infinita.
e) elaborar uma rede logística para a ilha de Manhattan.

Alternativa correta: c

O Projeto Manhattan foi um projeto financiado pelo governo do Estados Unidos para o desenvolvimento de armas nucleares. Dentre elas estavam as bombas que foram jogadas sobre as cidades de Hiroshima e Nagasaki.

Compartilhe

TOPO