Michael Faraday

Michael Faraday foi um físico e químico britânico. Dentre suas contribuições científicas, muitas delas vieram a partir da observação do experimento de Oersted.

Michael Faraday foi um dos cientistas mais importantes do século XIX. Dessa forma, esse físico contribuiu para a eletricidade e magnetismo. Por isso, conhecer a História da Ciência é importante para começar a compreender como o conhecimento é construído. Assim, conheça a biografia, as contribuições, algumas curiosidades e frases famosas de um dos maiores cientistas de todos os tempos.

Biografia

Michael Faraday. Fonte: Wikimedia

Michael Faraday nasceu em 22 de setembro de 1791, em Newington Butts, Inglaterra. Além disso, ele foi o terceiro filho de seus pais. Quando Faraday tinha cinco anos, a família mudou para Londres. Isso aconteceu porque a Inglaterra sofria as consequências da Revolução Francesa. Contudo, devido à situação financeira da família, Michael aprendeu apenas o necessário para ler, escrever e um pouco de Matemática.

Durante a adolescência, Faraday trabalhou em uma livraria. Dessa forma, durante o trabalho, ele teve a oportunidade de melhorar sua formação, lendo todos os livros que conseguia. Além disso, após assistir a uma série de palestras de Humphry Davy, anotou os pontos importantes e enviou uma cópia ao próprio Davy, juntamente com um pedido de emprego relacionado à Ciência. Logo, aos 22 anos, Faraday se tornou assistente de laboratório de Humphry Davy na Royal Institution de Londres.

Pesquisas sobre eletricidade e magnetismos

No ano de 1820, o cientista dinamarquês Hans Christian Oersted mostrou que eletricidade e magnetismo poderiam interagir. Essa demonstração experimental comprovou o que o próprio Oersted havia previsto em 1812. Além disso, tal conclusão não foi acidental, como é mostrado em diversas fontes.

Em setembro do mesmo ano, Faraday descreveu diversos experimentos sobre a interação entre eletricidade e magnetismo. Além disso, Faraday também se dedicou a ler e escrever um artigo que foi publicado em três partes. Nesse trabalho, Michael Faraday resume as pesquisas de Oersted e descreve as pesquisas posteriores ao experimento do dinamarquês. Assim, durante esse artigo, Faraday analisa os progressos científicos feitos por André-Marie Ampère, que era um dos cientistas mais importantes daquela época.

Assim como Ampère e outros cientistas, Faraday também se dedicou a tentar explicar a interação entre eletricidade e magnetismo. A qual foi observada pela primeira vez no experimento de Oersted. Após uma longa pausa, Faraday concluiu suas pesquisas sobre eletricidade e magnetismo. Com isso, os mais de 10 anos de pesquisas de Faraday foram muito importantes para a Física. Principalmente durante o desenvolvimento das pesquisas sobre eletricidade e magnetismo.

Importância e contribuições para a Física

Michael Faraday é um dos maiores cientistas de todos os tempos. Isso porque foi um dos últimos cientistas praticamente autodidatas e também deu importantes contribuições para os estudos em eletricidade e magnetismo. Por isso, suas contribuições para a Física são diversas. Assim, continue a leitura para conhecer as principais delas. Confira:

Principais contribuições para a Ciência

  • Cloro: durante o trabalho com Humphry Davy, Faraday foi capaz de estudar o cloro e descobriu dois novos compostos de cloro e carbono;
  • Gases: os primeiros experimentos sobre a difusão dos gases foram feitos por Faraday. Dessa maneira, Faraday foi capaz de liquefazer diversos gases;
  • Bico de Bunsen: esse aparelho é usado em laboratórios para aquecer substâncias. A forma inicial do aparato foi concebida por Faraday;
  • Motor elétrico: Faraday foi o primeiro a construir um motor elétrico. Assim, esse motor é conhecido atualmente como motor homopolar;
  • Indução eletromagnética: Faraday foi capaz de descrever que a variação de um ímã próximo a uma bobina é capaz de induzir uma corrente;
  • Gaiola de Faraday: ele concluiu que a carga reside apenas dentro deum condutor carregado. Dessa forma, há uma proteção da carga externa.

As contribuições de Faraday para a Ciência lhe dão o renome e reconhecimento até os dias de hoje. Além disso, uma personagem tão marcante possui diversos fatos curiosos. Por isso, veja algumas curiosidades sobre ele.

6 curiosidades sobre Faraday

Personagens históricos despertam a curiosidade de diversas pessoas. Dessa maneira, isso não poderia ser diferente com Michael Faraday. Por isso, veja cinco curiosidades sobre esse físico. Acompanhe:

  1. A unidade de medida de capacitância leva o nome de farad em homenagem a Faraday;
  2. Faraday prestou diversos serviços à coroa britânica;
  3. Contudo, o único trabalho que o cientista recusou foi auxiliar no desenvolvimento de armas químicas;
  4. Faraday nunca abandonou sua origem simples. Por exemplo, recusou o título de cavaleiro (sir);
  5. Ademais, Michael Faraday também recusou a presidência da Royal Society por duas vezes;
  6. Faraday faleceu em casa, aos 75 anos de idade e recusou ser enterrado na Abadia de Westminster.

Apesar de ter recusado viver no status quo da realeza britânica, Faraday ainda figurava entre os principais nomes da época. Isso acontecia devido ao seu reconhecimento científico. Além disso, em seus trabalhos, Faraday deixou algumas frases célebres.

5 frases de Michael Faraday

Faraday possui diversas frases icônicas. Isso acontece, assim como outras personagens históricas, devido ao imenso número de registro de seus escritos. Por conta disso, veja as principais frases escritas por Faraday. Olha só:

  1. Não há filosofia na minha religião.
  2. Nada é tão maravilhoso que não possa existir, se admitido pelas leis da Natureza.
  3. Nada é maravilhoso demais para ser verdade se for consistente com as leis da natureza.
  4. Não há nada tão assustador quanto alguém que sabe que está certo.
  5. É certo que devemos apoiar e agir de acordo com nossos princípios; mas não é certo retê-los em cegueira obstinada, ou retê-los quando se provou estarem errados.

As frases de Faraday podem ser encontradas em seus escritos sobre Física e Química. Além disso, ainda há alguns trabalhos de Faraday sobre religião e outros assuntos, nos quais existem desse autor.

Vídeos sobre Michael Faraday

Conhecer um pouco mais sobre Faraday é importante. Assim, será possível ter mais contato com o ser humano por trás do personagem histórico. Dessa maneira, confira três vídeos sobre esse cientista:

A vida ilustrada de Faraday

O canal Ilustrando História conta um pouco da biografia de Michael Faraday. O qual foi um dos principais cientistas britânicos do século XIX. Além disso, suas contribuições estão presentes até o hoje em nosso cotidiano. Vale a pena conferir!

Contribuições de Faraday para o eletromagnetismo.

O canal Mundo da Elétrica conta quais foram as principais contribuições de Faraday para o eletromagnetismo. Dessa forma, no vídeo é possível compreender como funciona a lei de indução magnética. A qual foi proposta por Faraday e quantificada por Lenz. Além disso, eles contam uma breve biografia desse cientista.

Gaiola de Faraday

Uma das contribuições de Faraday para a Ciência foi concluir que as cargas externas de uma casca não teriam influência sobre o que estava dentro do condutor. Por isso, esse conceito foi chamado de gaiola de Faraday. Para compreender seu funcionamento, veja a desmonstração experimental realizada pelo professor Claudio Furukawa.

A primeira metade do século XIX foi marcante para a Física. Isso aconteceu porque devido à realização do experimento de Oersted, diversos cientistas passaram a estudar o que poderia unir eletricidade e magnetismo. Dentre eles estava Michael Faraday. Assim, com suas pesquisas, Faraday chegou à indução eletromagnética.

Referências

DIAS, Valéria Silva; MARTINS, Roberto de Andrade. Michael Faraday: o caminho da livraria à descoberta da indução eletromagnética. Ciênc. educ. (Bauru), Bauru , v. 10, n. 3, p. 517-530, Dec. 2004 . Available from
GARDELLI, Daniel. Experimento de Ørsted : subsídios para uma abordagem histórica do assunto no ensino médio. Doutorado (Ensino de Ciências e Matemática). Maringá. 2014.
ASSIS, A. K. T. CHAIB, J. P. M de C. Eletrodinâmica de Ampère. Campinas: editora da Unicamp. 2011.

Hugo Shigueo Tanaka
Por Hugo Shigueo Tanaka

Divulgador Científico e co-fundador do canal do YouTube Ciência em Si. Historiador da Ciência. Professor de Física e Matemática. Licenciado em Física pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Mestre em Ensino de Ciências e Matemática (PCM-UEM). Doutorando em Ensino de Ciências e Matemática (PCM-UEM).

Como referenciar este conteúdo

Tanaka, Hugo Shigueo. Michael Faraday. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/fisica/michael-faraday. Acesso em: 19 de June de 2021.

Exercícios resolvidos

1. [IF-GO]

O polo norte de um ímã aproxima-se de uma espira circular, conforme a ilustração a seguir:

Considerando apenas as interações de caráter eletromagnético entre o ímã e a espira, é correto afirmar que haverá:

a) atração entre eles e será gerada uma corrente induzida no sentido horário para um observador que esteja acima do plano da espira.

b) repulsão entre eles e será gerada uma corrente induzida no sentido horário para um observador que esteja acima do plano da espira.

c) atração entre eles e será gerada uma corrente induzida no sentido anti-horário para um observador que esteja acima do plano da espira.

d) repulsão entre eles e será gerada uma corrente induzida no sentido anti-horário para um observador que esteja acima do plano da espira.

e) atração entre eles e não haverá corrente induzida na espira.

Alternativa correta: D

A aproximação do ímã causaria aumento de fluxo magnético na espira, o que geraria o surgimento de uma corrente elétrica induzida.

De acordo com a Lei de Faraday-Lenz, a corrente deveria girar no sentido anti-horário de modo a produzir um campo magnético vertical e ascendente, que se oporia ao campo magnético do ímã e causaria repulsão entre os materiais.

2. [UFMG]

A corrente elétrica induzida em uma espira circular será:

a) nula, quando o fluxo magnético que atravessa a espira for constante
b) inversamente proporcional à variação do fluxo magnético com o tempo
c) no mesmo sentido da variação do fluxo magnético
d) tanto maior quanto maior for a resistência da espira
e) sempre a mesma, qualquer que seja a resistência da espira.

Alternativa correta: A

Segundo a Lei de Faraday, se o fluxo magnético através da espira não variar com o passar do tempo, então, não haverá corrente elétrica induzida na espira.

Compartilhe

TOPO