Albert Einstein

Albert Einstein carrega o estigma de ser retratado como gênio e louco. Contudo, ele era um ser humano normal. Além disso, foi protagonista de diversas polêmicas, como contribuir com a bomba atômica.

Albert Einstein é um dos cientistas mais conhecidos de todos os tempos. Contudo, esse personagem histórico era um ser humano como qualquer outro e, por isso, não deve ser elevado ao patamar de gênio. Veja sua história, contribuições para a Física, frases famosas e muito mais. Assim será possível desmitificar a imagem de gênio e cientista louco.

Índice do conteúdo:

Biografia

Retrato oficial de Albert Einstein após receber o prêmio Nobel, em 1921. Fonte: Wikimedia

Albert Einstein foi um físico teórico alemão, nascido em 14 de março de 1879. Esse cientista é um dos mais conhecidos de todos os tempos. Dentre outros prêmios, ele ganhou o Nobel em 1921. Suas contribuições para a física foram muito importantes para a revolução científica da Física Moderna. Ao todo, esse físico ganhou 10 prêmios. Einstein faleceu em 17 de abril de 1955 devido a um aneurisma na aorta abdominal, na cidade cidade de Princeton, nos EUA.

Infância e juventude

Einstein nasceu em Ulm, na atual Alemanha, em 1879. Sua família era tradicionalmente judia. Sua família mudou-se para a Itália quando Einstein tinha 15 anos. Contudo, ele ficou em Munique para terminar os estudos.

Há uma história falsa que afirma que Einstein era um mau aluno. Porém, aos 12 anos ele já se destacava dos demais alunos de sua idade. Principalmente nas disciplinas de física e matemática. Ao fim da idade escolar, o alemão tentou entrar na universidade. Nessa mesma época conheceu sua futura esposa: a sérvia Mileva Marić, que era a única mulher entre os seis estudantes de física e matemática.

O ano miraculoso de Einstein

No início de sua carreira, no ano de 1905, o físico alemão escreveu quatro artigos que foram muito importantes para a Física daquele tempo. Esse período ficou conhecido como o ano miraculoso ou Annus Mirabilis. Tais artigos tratavam de explicar o efeito fotoelétrico, o movimento browniano, a teoria da relatividade restrita e, por último, uma relação entre massa e energia. Nesse último artigo é apresentada a famosa equação E = mc2.

Além disso, é importante mencionar que o prêmio Nobel recebido por Einstein diz respeito apenas à explicação do efeito fotoelétrico, o qual já havia sido observado muitos anos antes por outros cientistas. Dessa forma, para fazer tal explicação, Albert se baseou em outros desenvolvimentos recentes da física moderna. Por exemplo, os trabalhos de Max Planck.

Por sua vez, a teoria da relatividade restrita não foi uma invenção genial ou uma teoria que surgiu ao acaso. Isto é, outros cientistas já estudavam a relatividade dos movimentos para diferentes tipos de referenciais não- inerciais. Por exemplo, Galileu Galilei já propunha uma teoria da relatividade muito antes de Albert nascer. Contudo, sem levar em conta a velocidade da luz.

Outro nome que vale ser mencionado é o de Hendrik Lorentz, cujos estudos fomentam boa parte da relatividade einsteiniana. Além disso, Ernst Mach foi responsável pela proposição de um princípio que relacionava diferentes referenciais com movimentos mútuos entre si.

Controvérsias

Por ser um físico teórico, Albert praticamente não realizava experimentos. Dessa maneira, ele não realizou nenhuma invenção. Apesar disso, seus estudos podem ter levado ao desenvolvimento tecnológico de alguns aparelhos. Ademais, existem diversas outras controvérsias na carreira desse cientista.

A mais comum de todas é que ele não ganhou o prêmio Nobel devido à teoria da relatividade. Na verdade, a premiação foi dada devido à sua explicação do efeito fotoelétrico. Não se sabe ao certo os motivos para que esse equívoco aconteça. Porém, é importante levar em consideração que a teoria da relatividade restrita já havia sido proposta por outros cientistas. Por exemplo, Galileu Galilei e Hendrik Lorentz.

Já a teoria da relatividade geral demorou muitos anos para ser aceita e possui diversas falhas, as quais o próprio Einstein não chegou a solucionar. Outras, o físico não teve tempo de trabalhar, provavelmente devido à Segunda Guerra Mundial. Por exemplo, o próprio Albert Einstein sempre foi contra a existência de buracos negros e admitia que isso era um erro de sua teoria.

Há, também, uma lenda que afirma que boa parte das contas da relatividade geral foram feitas pela primeira esposa de Albert, Mileva Marić. A qual também estudou física e matemática. Contudo, ainda não existem pesquisas que possam provar que essa história é verdadeira ou falsa.

Outra grande controvérsia da carreira desse cientista aconteceu durante a Segunda Guerra Mundial. Nessa época, o físico visitava os Estados Unidos quando Adolf Hitler assumiu o poder na Alemanha. Por ser de uma família judia, Einstein decidiu ficar nos EUA. No auge da Guerra, o físico enviou uma carta para o então presidente estudunidense, Franklin D. Roosevelt, sugerindo que o político iniciasse pesquisas com armas nucleares, porque a Alemanha poderia iniciar um programa assim. Essa carta de Albert Einstein deu início às pesquisas que culminaram na bomba atômica que atingiu Hiroshima e Nagasaki.

Contribuições do Einstein para a física

Einstein foi um dos muitos físicos que atuaram nas pesquisas que revolucionou a Física na virada dos séculos XIX e XX. Assim como os outros nomes, Albert também contribuiu para a Ciência moderna. Veja as principais delas:

Efeito fotoelétrico

A explicação do efeito fotoelétrico auxiliou na consolidação da Física Quântica e no desenvolvimento do conceito da dualidade onda-partícula. Esse efeito, atualmente, é o princípio de funcionamento de diversos aparelhos contemporâneos. Por exemplo, as placas geradoras de energia solar.

Teoria da Relatividade

A teoria da relatividade restrita de Einstein é basicamente uma compilação de outros estudos anteriores. Entretanto, sua teoria da relatividade geral é usada atualmente em pesquisas sobre o universo, mesmo com suas diversas falhas físicas e filosóficas.

Mecânica estatística

O condensado de Bose-Einstein é um fenômeno que afirma que algumas partículas podem aparecer apenas em temperaturas muito baixas. Esse modelo estatístico foi desenvolvido a partir dos estudos do físico indiano Satyendra Nath Bose. Atualmente, o modelo desenvolvido por Bose e Einstein e é usado para explicar os bósons.

Dualidade onda-partícula

Em 1909 Einstein publicou um artigo baseado nos trabalhos de Max Planck. Nesse artigo, Albert afirmava que os pacotes de energia propostos por Planck deveriam ter a quantidade de movimento bem definida. Isso introduziu o conceito de fóton e inspirou o conceito da dualidade onda-partícula.

Física Moderna

O período de atuação de Albert Einstein foi crucial para o desenvolvimento da Física Moderna. Assim, diversos físicos dedicaram esforços para a explicar os fenômenos que foram observados pela primeira vez naquele período.

Apesar de todas as contribuições desse cientista para a Ciência, é necessário lembrar que não existem gênios. Afirmar que algum cientista ou outro é um gênio afasta pessoas das Ciências. É importante afirmar que todos os cientistas, famosos ou não, são seres humanos comuns.

5 frases de Albert Einstein

Por ser um cientista muito famoso, existem diversas frases falsas atribuídas a ele. Muitas outras são tiradas de contexto. Veja aqui cinco citações de Albert Einstein.

  1. Deus não joga dados com o Universo.
  2. Devemos estar atentos para não superestimar a ciência e os métodos científicos quando se trata de um problema humano.
  3. Como um ser solitário, o ser humano tenta proteger sua própria existência e a daqueles que estão próximos a ele, para satisfazer seus desejos pessoais e desenvolver suas habilidades inatas.
  4. A anarquia econômica da sociedade capitalista como existe hoje é, em minha opinião, a verdadeira fonte do mal.
  5. O capital privado tende a se concentrar em poucas mãos, em parte por causa da competição entre os capitalistas, e em parte porque o desenvolvimento tecnológico e a crescente divisão do trabalho encorajam a formação de unidades de produção maiores em detrimento das menores.

Atualmente, muitas frases motivacionais são, erroneamente, atribuídas a Einstein. Não se sabe ao certo o motivo, mas pode ter relação com o grande apelo da cultura pop pela imagem do cientista branco de cabelos arrepiados e louco.

Vídeos sobre Albert Einstein

Einstein foi um dos maiores físicos de sua época. Porém, é preciso saber mais sobre seus feitos. Com isso, é possível compreender que não existia gênio algum, apenas um ser humano qualquer. Dessa forma, assista aos vídeos selecionados:

Einstein e o efeito fotoelétrico

O prêmio Nobel de Física foi dado a Einstein devido a sua explicação do efeito fotoelétrico. Por isso, para saber mais sobre esse fenômeno e como a explicação desse efeito foi importante para a Ciência, assista ao vídeo do canal Ciência em Si. Nele, o divulgador científico Henrique Ghizoni explica a relação de Albert Einstein com a Física Quântica.

Teoria da relatividade geral

Pedro Loos, do canal Ciência Todo Dia explica o que é a Teoria da Relatividade Geral. Essa teoria é uma das mais famosas de todos os tempos. Devido a isso, é uma das mais mal interpretadas, também. Para entender a parte conceitual dessa área da Física, veja a explicação do divulgador científico.

O que é movimento browniano

Pouca gente sabe que Einstein contribuiu para a consolidação da teoria atômica moderna. Isso foi feito por meio da explicação do movimento browniano. O divulgador científico Pedro Loos explica o que é esse movimento e como Einstein auxiliou na consolidação da teoria atômica.

Conhecer mais sobre as personagens da História da Ciência é importante para descontruir os mitos que elevam os seres humanos ao patamar de gênios. Por exemplo, no caso de Einstein, muito se fala sobre sua influência. Porém, pouco se fala no fato de que ele não aceitava a existência de um buraco negro.

Referências

A origem histórica da relatividade especial (2015) – MARTINS, R. A.
Teoria da Relatividade Especial (2012) – MARTINS, R. A.
Mitos e Mancadas Einsteinianos: Balanço Pessoal do Centenário e Resenha do Livro “Physics before and after Einstein” (2005) – NEVES, M. C. D.

Hugo Shigueo Tanaka
Por Hugo Shigueo Tanaka

Divulgador Científico e co-fundador do canal do YouTube Ciência em Si. Historiador da Ciência. Professor de Física e Matemática. Licenciado em Física pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Mestre em Ensino de Ciências e Matemática (PCM-UEM). Doutorando em Ensino de Ciências e Matemática (PCM-UEM).

Como referenciar este conteúdo

Tanaka, Hugo Shigueo. Albert Einstein. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/fisica/albert-einstein. Acesso em: 22 de September de 2021.

Exercícios resolvidos

1. [Udesc]

Os pesquisadores do projeto LIGO (Laser Interferometer Gravitacional-Wave Observatory) anunciaram, no início deste ano, a primeira detecção das ondas gravitacionais.

Analise as proposições em relação à informação.

I. Estas ondas se propagam com a mesma velocidade da luz.
II. Estas ondas se propagam com velocidade superior à velocidade da luz.
III. Estas ondas foram previstas por Albert Einstein em sua Teoria da Relatividade Geral.
IV. Estas ondas foram previstas por Albert Einstein em sua Teoria do Efeito Fotoelétrico.

Assinale a alternativa correta.

A) Somente a afirmativa III é verdadeira.
B) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras.
C) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.
D) Somente a afirmativa IV é verdadeira.
E) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.

Alternativa correta: C
A proposição I está correta, porque as contas gravitacionais se propagam com a mesma velocidade da luz.
A proposição II está incorreta, porque ainda não conhecemos nenhum ente físico que viaje em uma velocidade superior à velocidade da luz.
A proposição III está correta, porque a previsão da existência das ondas gravitacionais vem da Teoria da Relatividade Geral.
A proposição IV está incorreta, porque a Teoria do Efeito Fotoelétrico estuda a interação entre luz e elétrons.

2.

A Teoria da Relatividade Restrita, proposta por Albert Einstein (1879 – 1955) em 1905, é revolucionária porque mudou as ideias sobre o espaço e o tempo, mas em perfeito acordo com os resultados experimentais. Ela é aplicada, entretanto, somente a referenciais inerciais. Em 1915, Einstein propôs a Teoria Geral da Relatividade, válida não só para referenciais inerciais, mas também para referenciais não-inerciais.

Sobre os referenciais inerciais, considere as seguintes afirmativas:

I. São referenciais que se movem, uns em relação aos outros, com velocidade constante.
II. São referenciais que se movem, uns em relação aos outros, com velocidade variável.
III. Observadores em referenciais inerciais diferentes medem a mesma aceleração para o movimento de uma partícula.

Assinale a alternativa correta:

a) Apenas a afirmativa I é verdadeira.
b) Apenas a afirmativas II é verdadeira.
c) As afirmativas I e II são verdadeiras.
d) As afirmativas II e III são verdadeiras.
e) As afirmativas I e III são verdadeiras.

Alternativa correta: E

I. Correta. Essa é a definição de referenciais inerciais

III. Correta. O primeiro postulado da Teoria da Relatividade afirma que não existe sistema de referência inercial preferencial no estudo de qualquer fenômeno físico.

Compartilhe

TOPO