Asteroides

Os asteroides são corpos celestes que estão presentes no sistema solar desde sua formação. Além disso, boa parte deles está concentrada em um cinturão entre Marte e Júpiter.

Asteroides são corpos rochosos que orbitam o Sol. Contudo, possuem uma massa muito pequena para serem considerados planetas. Além disso, seu diâmetro médio costuma variar entre poucos metros e centenas de quilômetros. Dessa forma, continue a leitura para entender o que são e algumas curiosidades sobre esses astros!

Índice do conteúdo:

O que são os asteroides

Asteroides são corpos rochosos que possuem órbita bem definida ao redor do Sol. Dessa forma, são os menores corpos do sistema solar. Além disso, em média, esses corpos possuem algumas centenas de quilômetros. Alguns deles podem possuir até mesmo satélites naturais.

A origem dos asteroides data da formação do sistema solar. Dessa maneira, resumidamente, seriam resultados das condensações da nebulosa que deu origem ao sistema solar. Porém, não conseguiram se aglomerar de modo a formar um planeta. Provavelmente, isso aconteceu devido à forte atração gravitacional do planeta Júpiter.

Atualmente, estima-se que existam mais de 1,1 milhão desses corpos orbitando o Sol. Contudo, a grande maioria deles orbita o chamado cinturão de asteroides (ou cintura principal), que fica entre Marte e Júpiter. Além disso, há uma teoria que afirma que tal faixa de corpos celestes era um planeta que foi destruído devido à atração gravitacional de Júpiter, sendo o maior planeta do sistema solar.

Composição

Um asteroide é um corpo rochoso, composto basicamente por minerais e metais. Além disso, eles possuem órbitas bem definidas ao redor do Sol e diferem dos cometas. Isto é, os cometas são bolas de poeira, gelo e rochas. Ademais, alguns deles possuem órbitas muito excêntricas e outros não chegam a completar voltas em torno do sistema solar. Ou seja, alguns cometas levam anos para dar uma volta completa no Sol. Por exemplo, o cometa Halley, que possui uma órbita aproximada de 76 anos.

Curiosidades sobre os asteroides

Assim como diversos corpos celestes, as rochas que orbitam o Sol também despertam muitas curiosidades nos seres humanos. Então, veja sete curiosidades sobre esses corpos celestes.

  • O menor asteroide já detectado pelo ser humano tinha dois metros de largura;
  • Asteroides possuem uma forma irregular;
  • A órbita média da cintura principal varia entre 2,1 e 3,2 vezes a distância da Terra ao Sol;
  • No cinturão há regiões praticamente vazias, elas são chamadas de Lacunas de Kirkwood;
  • O maior asteroide já encontrado é o Ceres e, desde 2006, ele é considerado um planeta anão;
  • O primeiro asteroide visitado por uma sonda espacial foi o 951 Gaspra. A sonda foi a Galileo. Essa visita aconteceu em 1991;
  • Ceres, Palas, Vesta e Hígia foram os quatro primeiros asteroides a serem descobertos. Todos eles foram detectados entre 1801 e 1849.

Com tantas curiosidades sobre esses corpos, é melhor se aprofundar no assunto. Por isso, veja vídeos sobre eles.

Vídeos sobre asteroides

Quando o assunto são os corpos celestes, é sempre bom ficar em órbita. Confira a seguir três vídeos incríveis sobre o assunto:

Quanto vale um asteroide

Um asteroide é composto de metais e minerais. Por isso, sua composição pode ser usada como matéria-prima de diversos produtos aqui na Terra. Assim, Pedro Loos, do canal Ciência Todo Dia, explica quanto vale um asteroide. Além disso, o vídeo também discute sobre um tema novo e polêmico: a mineração espacial.

Exoplanetas

O sistema solar foi formado a partir de uma nuvem de poeira cósmica. Ou seja, uma nebulosa, chamada atualmente de nebulosa solar original. Além disso, por todo o universo existe diverso outros sistemas estelares com formação e composição muito semelhante ao sistema estelar da Terra. Dessa maneira, há alguns corpos celestes que são parecidos com a Terra e são chamados de exoplanetas. Assista ao vídeo para saber mais sobre o assunto.

Como descobrir novos planetas

O universo ainda é um território praticamente inexplorado pelo ser humano. Assim, ainda são descobertos diversos planetas em várias constelações do universo observável. Veja o vídeo do canal Nerdologia e entenda como os cientistas conseguem descobrir os novos astros.

Os asteroides são corpos celestes estão presentes desde a formação do sistema planetário da Terra. Aproveite seus estudos sobre física e conheça melhor a história do Sistema Solar.

Referências

Asteroids – NASA Jet Propulsion Laboratory (acesso em 2 jun. 2021)
Astronomia e cosmologia: Fatos, conjecturas e refutações – Marcos Cesar Danhoni Neves (2011)
A history of Astronomy – Antoinne Pannekoek (2011)

Hugo Shigueo Tanaka
Por Hugo Shigueo Tanaka

Divulgador Científico e co-fundador do canal do YouTube Ciência em Si. Historiador da Ciência. Professor de Física e Matemática. Licenciado em Física pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Mestre em Ensino de Ciências e Matemática (PCM-UEM). Doutorando em Ensino de Ciências e Matemática (PCM-UEM).

Como referenciar este conteúdo

Tanaka, Hugo Shigueo. Asteroides. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/fisica/asteroides. Acesso em: 30 de July de 2021.

Exercícios resolvidos

1.

Assinale a alternativa que melhor represente o que são asteroides:

a) Asteroides são corpos celestes com órbita bem definida e compostos apenas por gelo.
b) Asteroides são corpos celestes com órbita bem definida e compostos por metais e minerais.
c) Asteroides são corpos celestes que se chocam com a superfície terrestre.
d) Asteroides são corpos celestes que possem cauda.

Alternativa correta: B

Os asteroides são corpos celestes que possuem uma órbita bem definida. Além disso, sua composição é, basicamente, metais e minerais. Esses corpos não entram em contato com a atmosfera terrestres.

2.

O asteroide Ceres é o maior já descoberto pelo ser humano. Desde 2006, ele também recebe o título de planeta anão, porque se encaixou na nova definição proposta pela União Astronômica Internacional. Contudo, seu brilho é irregular.

Isso acontece devido a:

a) Tamanho.
b) Massa.
c) Forma irregular.
d) Eclipses.
e) Resistência aerodinâmica.

Alternativa correta: C

A forma irregular de Ceres faz com que seu brilho também seja irregular. Afinal, os corpos que não possuem luz própria refletem a luz solar. Dessa forma, com a forma irregular, o corpo reflete em direções diferentes, conforme a sua posição.

Compartilhe

TOPO