Sistema Solar

Formado por um conjunto de planetas, satélites naturais, asteroides, cometas e outros corpos celestes.

Origem do Sistema Solar

Supõe-se que o sistema solar teve origem há 4,5 bilhões de anos a partir de uma nuvem de gás e poeira. Sob a ação de seu próprio peso essa nuvem se achatou, transformando-se num disco. No centro desse disco surgiu sol. Mais tarde surgiu um processo de aglomeração de materiais sólidos dentro deste disco que, através de colisões, formaram corpos cada vez maiores chamados os planetas.

 

Componentes do Sistema Solar

Os corpos celestes mais importantes são oito planetas que orbitam em torno do Sol, cada qual com uma órbita própria.

Sol e planetas do sistema solar. Imagem: Wikimedia Commons.
Sol e planetas do sistema solar. Imagem: Wikimedia Commons.

Sol

Estrela em torno da qual orbitam os planetas do Sistema Solar. Possui 99,9% da matéria existente, enquanto os demais corpos celestes do Sistema juntos representam apenas 0,1%.

 

Planetas

Oito são os planetas que apresentam uma órbita própria em torno do sol: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

Os quatro mais próximos do Sol (Mercúrio, Vênus, Terra e Marte) são formados principalmente por rochas e, por isso, são denominados planetas rochosos. Já os outros quatro planetas, bem maiores e mais afastados do Sol, são formados majoritariamente por gases sendo, por essa razão, nomeados de planetas gasosos.

Júpiter é o maior planeta do Sistema Solar, sendo responsável por cerca de 70% da massa que orbita ao redor do sol.

 

Terra

Único dentre os oito planetas que possui condições para o desenvolvimento e proliferação de vida, seja tanto por sua temperatura quanto pela combinação de gases presentes na atmosfera (características determinadas pela sua distância em relação ao Sol). Os principais movimentos realizados pela Terra são rotação (movimento em torno do próprio eixo, que dura 24 horas terrestres) e translação (movimento em torno do Sol, que dura 365 dias e 6 horas). São estes os movimentos responsáveis pela alternância de dias e noites e entre as estações climáticas.

Terra vista da Apollo 17. Imagem: Wikimedia Commons.
Terra vista da Apollo 17. Imagem: Wikimedia Commons.

Planetas anões

Alguns planetas recebem influência de outros em suas órbitas, são chamados planetas-anões. São eles: Plutão (que desde 2006 deixou de ser considerado um planeta comum), Ceres, Éris, Makemake e Haumea.

Ceres. Imagem: Wikimedia Commons.
Ceres. Imagem: Wikimedia Commons.
Plutão. Imagem: Wikimedia Commons.
Plutão. Imagem: Wikimedia Commons.

Asteroides

São corpos rochosos que, assim como os planetas, possuem uma órbita própria em torno do Sol. São bem menores que os planetas, embora alguns asteroides possuam luas. O atual planeta-anão Ceres já foi considerado um asteroide, mas desde 2006 foi elevado a categoria de planeta-anão. Seu diâmetro aproximado é de novecentos quilômetros.

 

Cometas

São corpos menores do sistema solar, assim como os asteroides. Sua estrutura é formada por núcleo, coma e cauda. A ação da radiação solar e ventos solares sobre o núcleo forma a região difusa conhecida por coma e também a cauda. O núcleo é composto por gelo, poeira, gases congelados (monóxido de carbono, dióxido de carbono, metano, e amônia) e fragmentos rochosos.

O cometa Halley pode ser observado a cada 75,3 anos, aproximadamente. Imagem: Wikimedia Commons.
O cometa Halley pode ser observado a cada 75,3 anos, aproximadamente. Imagem: Wikimedia Commons.

Você sabia?

A atual hipótese para a origem do sistema solar é baseada na hipótese nebular, sugerida por um filósofo, o alemão Immanuel Kant.

 

“(…) uma grande nuvem rotante de gás interestelar, a nebulosa solar, colapsou para dar origem ao Sol e aos planetas. Uma vez que a contração iniciou, a força gravitacional da nuvem atuando em si mesma acelerou o colapso. A medida que a nuvem colapsava, a rotação da nuvem aumentava por conservação do momentum angular e, com o passar do tempo, a massa de gás rotante assumiria uma forma discoidal, com uma concentração central que deu origem ao Sol. Os planetas teriam se formado a partir do material no disco.” (Oliveria Filho e Saraiva, 2003, pg.126).

Referências

astro.if.ufrgs.br

OLIVEIRA FILHO, K. S.; SARAIVA, M. F. O. Astronomia & Astrofísica. Porto Alegre: Livraria da Física, 2003.

Por Carlos Ferreira
Teste seu conhecimento

1- (UFPR/2007) Os movimentos de rotação e translação decorrentes da posição relativa da Terra ao Sol são responsáveis, além da sucessão do dia e da noite e do ano solar, por diversos outros fenômenos. Com relação a tais fenômenos, numere a coluna da direita de acordo com a coluna da esquerda.

1

Assinale a alternativa que apresenta a seqüência correta da coluna da direita, de cima para baixo.

a) 1 – 2 – 1 – 1 – 2.
b) 1 – 2 – 2 – 1 – 1.
c) 2 – 1 – 1 – 2 – 2.
d) 2 – 2 – 1 – 1 – 1.
e) 1 – 1 – 2 – 2 – 2.

2- (UFPR 2005) “Se olharmos para o céu numa noite clara sem lua, os objetos mais brilhantes que vemos são os planetas Vênus, Marte, Júpiter e Saturno. Também percebemos um número muito grande de estrelas que são exatamente iguais ao nosso Sol, embora muito distantes de nós. Algumas dessas estrelas parecem, de fato, mudar sutilmente suas posições com relação umas às outras, à medida que a Terra gira em torno do Sol.” (HAWKING, S. W. Uma breve história do tempo: do Big Bang aos Buracos Negros. Trad. de Maria Helena Torres. Rio de Janeiro: Rocco, 1988. p. 61.).
A respeito do assunto, considere as seguintes afirmativas:

I. O movimento da Terra ao qual o autor se refere determina uma órbita elíptica em que o planeta ora se afasta, ora se aproxima do Sol.
II. O movimento da Terra em torno do Sol é responsável pela sucessão dos dias e das noites.
III. As posições relativas de planetas e estrelas permitem, há muitos séculos, a orientação no espaço terrestre; a constelação do Cruzeiro do Sul, no hemisfério Sul, e a Estrela Polar, no hemisfério Norte, são pontos de referência para esse tipo de orientação.
IV. A distribuição desigual das temperaturas, determinante da vida em distintos lugares da superfície terrestre, está relacionada, entre outros fatores, à forma esférica da Terra e ao ângulo de incidência dos raios solares.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente a afirmativa I é verdadeira.
b) Somente a afirmativa II é verdadeira.
c) Somente as afirmativas III e IV são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas I, III e IV são verdadeiras.
e) Todas as afirmativas são verdadeiras.

1- [a]

2- [d]

O movimento da Terra em torno de seu próprio eixo que produz a alternância entre dias e noites.

Compartilhe nas redes sociais

TOPO