Aikido

Aikido é uma arte marcial japonesa pautada nos princípios da harmonia, da não violência e da não competitividade.

Esta matéria apresenta características do aikido, uma arte marcial japonesa desenvolvida no período da Segunda Guerra Mundial. A seguir, confira a respeito de sua origem e de sua filosofia, além do treinamento dessa modalidade, suas regras, movimentos e curiosidades sobre a prática!

História do aikido

O aikido é uma arte marcial japonesa desenvolvida pelo Sensei Morihei Ueshiba (1883–1969) após a 2ª Guerra Mundial que tem como princípio o treinamento físico e mental integrado, ou seja, a harmonia entre os praticantes e os contextos em que vivem. Esse princípio decorre das experiências do Sensei Ueshiba (também chamado de O-Sensei) em outras artes marciais, uma vez que ele era um exímio praticante de diversas modalidades.

O-Sensei reconhecia a impossibilidade de haver harmonia onde a destruição fosse estimulada, porém a vitória sobre o outro e a destruição do oponente eram aspectos frequentemente estimulados nas artes marciais que praticava. Desse modo, as práticas de meditação concentrada que realizava e que reforçavam nele o conceito de harmonia contrastavam com os ensinamentos das artes marciais.

Em função desse conflito entre a busca pela harmonia e o incentivo à aniquilação do oponente, O-Sensei passou a desenvolver conceitos próprios, construindo uma arte marcial alternativa, em que o intuito fosse encerrar conflitos e não a vitória ou a destruição do oponente. Assim, passou a ensinar a arte do Aiki Bujutsu (forma como o aikido era referido até o fim da 2ª Guerra) na Escola Ueshiba, fundada em 1923.

Filosofia do aikido

A palavra aikido significa “caminho da harmonização das energias” (ai: harmonia; ki: energia; do: caminho), em tradução literal. Logo, refere-se à busca pelo autoconhecimento e controle pessoal, para que haja harmonia na interação dos sujeitos com os demais e também com os contextos em que se desenvolvem. Assim, a filosofia dessa prática prioriza atitudes de cooperação e harmonia, desconsiderando o elemento competitivo nos ambientes de treinamento.

O termo aikido, portanto, expressa alguns dos principais fundamentos da prática. Desse modo, “ai”, que significa harmonia, refere-se à característica de interação com o oponente. Com isso, de acordo com a filosofia do aikido, é necessário tornar-se parte do oponente, comunicar-se com ele, integrar seus movimentos para, assim, dominá-lo.

O mesmo aplica-se ao “ki”, ou seja, à energia envolvida nos movimentos e nos enfrentamentos. Ki refere-se à energia universal presente em todas as coisas e às trocas existentes (sinergia), portanto é preciso estar atento à fonte de energia dos movimentos, àquilo que move o oponente e também quem o enfrenta – ou seja, o próprio movimento.

Assim, a junção desses dois termos (aiki) expressa o princípio de absorção do movimento de ataque, característico dessa arte marcial. Com isso, o aikido mobiliza o controle das ações do oponente (a partir do controle das forças atuantes nos movimentos de ataque) com o menor esforço possível, pois absorve a força do movimento e a usa a seu favor.

Nesse sentido, “do” representa essa busca pela compreensão e pela integração, tanto pessoal quanto interpessoal, da energia gerada nos movimentos. Por isso “do” representa o caminho na busca pelo autoconhecimento, pelo aprimoramento. Aqui se expressa, portanto, o caráter de Budo dessa arte marcial, ou seja, de unidade entre matéria e energia, o canal entre o mundo material e o espiritual.

Como o aikido é praticado?

A prática do aikido não envolve o ataque direto ao oponente, mas ao movimento de ataque realizado por ele. Desse modo, a(o) aikidoka (praticante dessa arte) entra no fluxo do movimento e utiliza a força produzida pelo adversário a seu favor, controlando seu movimento para a defesa pessoal. O objetivo do aikido, então, é criar condições para a autodefesa sem machucar o oponente.

As movimentações técnicas do aikido ocorrem de forma circular, de modo a produzir o desequilíbrio no oponente e finalizar sua ação de ataque ao projetá-lo em uma queda. Nesse sentido, não há competição ou qualquer manifestação de caráter agressivo no aikido, visto que essa prática busca a harmonia em todas as situações conflituosas.

Essa arte marcial desestimula qualquer forma de violência infundada, promovendo em seu lugar a busca pela compreensão e resolução harmoniosa de conflitos, sejam eles de ordem física ou espiritual. Com isso, promove algo que vai além do domínio de técnicas de defesa pessoal, estendendo-se ao controle de impulsos de agressividade e conhecimento das emoções.

Como é o treino de aikido?

Os treinos de aikido envolvem o aprendizado de movimentações técnicas baseadas na projeção e na imobilização do oponente. Tais movimentações são denominadas de Tai Sabaki e envolvem um conjunto de técnicas e formas de se movimentar e de se posicionar diante das várias situações de enfrentamento simuladas para o aprendizado do aikido. Para realizar o Tai Sabaki, os aikidokas organizam-se em duplas, conforme o grau de aprendizagem (faixa).

As duplas são compostas por um uke (pessoa que recebe a técnica) e por um tori (pessoa que aplica a técnica). Assim, durante o treinamento, os aikidokas alternam-se nesses papéis, desenvolvendo variações de uma mesma técnica e/ou de técnicas distintas, visando aprimorá-las a partir das limitações de cada um. Dito isso, veja a seguir algumas regras que orientam a prática dessa arte marcial.

Regras

  • O aikidoka só deve usar seus aprendizados com objetivo de defesa pessoal, com finalidade pacífica, prezando pela não agressividade e utilizando a energia dos golpes em benefício próprio.
  • Os aikidokas devem seguir os ensinamentos de seu Sensei e não devem competir entre si, mas contribuir para a autossuperação e o aperfeiçoamento no processo de aprendizagem de cada colega.
  • É responsabilidade de todos os praticantes a criação de uma atmosfera harmônica e respeitosa para a prática do aikido.
  • Ao entrar e sair do Dojo e do tatame (local e área de treinamento do aikido, respectivamente), todos os aikidokas devem saudar o Kamiza – local em que é figurado o espírito, o Kami.
  • A saudação ao entrar no Dojo e no tatame refere-se ao pedido de autorização e proteção do Kami para a realização do aikido. Já a saudação ao deixar o Dojo e o tatame constitui um agradecimento pelo treino e pela proteção.
  • Antes do início e ao final de cada treino, devem ser feitas uma vênia (reverência) ao Kazami e outra ao Sensei. A vênia é realizada na posição Seiza (ajoelhado), dizendo-se “onegai shimasu” (“por favor”) ao início e “domo arigato gozaimashita” (“muito obrigado”) ao fim.
  • Os aikidokas devem respeitar o uniforme de treino (chamado dogi), mantendo-o sempre limpo, com ótimas condições de uso e boa aparência.
  • Sempre que o Sensei se dirigir ao aikidoka, ele deve permanecer na posição Seiza e agradecer com uma reverência ao final. Esse é um comportamento que demonstra a humildade, o respeito e a vontade de aprender com seu mestre.

Essas são as principais regras relacionadas à prática do aikido. Agora que você já as conhece, que tal conferir alguns golpes dessa arte marcial?

Movimentos básicos

As movimentações do aikido são constituídas por técnicas de projeção (Nague Waza), técnicas de imobilização (Katame Waza), técnicas de torção (Kansetsu Waza) e golpes de impacto em pontos vitais (Atemi Waza). Assim, para a realização dessas movimentações técnicas, algumas ações são fundamentais, constituindo princípios básicos de imobilização dessa arte marcial. Veja uma breve descrição de cada princípio a seguir:

  • Ikkyo: constitui o primeiro princípio de imobilização, configurando um movimento circular em que o tori projeta o uke ao chão em decúbito ventral, imobilizando-o com uma técnica de alavanca aplicada nas articulações do punho e do cotovelo.
  • Nikyo: segundo princípio de imobilização, essa movimentação consiste em uma técnica de torção aplicada no punho do uke, forçando-o a se ajoelhar e imobilizando sua ação.
  • Sankyo: o terceiro princípio consiste em uma técnica de torção aplicada na mão do uke, na região dos dedos (carpal e metacarpal), que simula a empunhadura de um sabre e permite controlá-lo desde a posição em pé até a projeção ao solo.
  • Yonkyo: consistindo em uma técnica de alavanca aplicada no braço do uke, o quarto princípio de imobilização configura-se por um movimento realizado a partir das articulações de punho e cotovelo, pressionando-se a articulação metacarpo-falangiana no sentido radial da articulação do antebraço e, assim, levando-o ao chão.
  • Gokyo: esse princípio aplica-se na defesa de ataques com arma, mais precisamente com faca na altura da cabeça. Configura-se pelo controle do punho e do cotovelo do uke, aproximando-o do tronco do tori e levando-o ao chão em efeito cascata. Quando no chão, o tori recolhe o braço do uke em direção à sua cabeça, desamando-o com uma técnica de torção aplicada no punho.

Esses são os princípios de imobilização do aikido, fundamentais para iniciar os aprendizados nessa modalidade. Ao fim desta matéria, você encontra um vídeo demonstrando algumas movimentações básicas dessa arte marcial, em que também são demonstradas as aplicações desses princípios. Não deixe de conferir!

Curiosidades

Para saber mais a respeito do aikido, confira as curiosidades selecionadas a seguir:

  • Além do dogi, o uniforme de treino do aikido também conta com uma peça chamada hakama, uma espécie de calça-saia usada por cima da parte inferior do dogi pelos aikidokas ao atingirem a faixa preta.
  • O hakama era utilizado tradicionalmente para a proteção das pernas de samurais durante o combate, além de facilitar seu deslocamento e dificultar que o oponente visse suas movimentações de pernas.
  • A progressão de faixa no aikido ocorre conforme o aperfeiçoamento das movimentações técnicas dos praticantes. Assim, quando se sentem preparados, realizam exames de faixa para progredirem na modalidade. A progressão de faixas segue a seguinte ordem: branca, amarela, verde, azul, roxa, marrom e preta.
  • Os exames de faixa correspondem à avaliação de movimentações técnicas específicas, as quais variam conforme a classe (kyu) ou o grau (dan) ao qual o exame se refere.
  • Ao atingir a faixa preta (progressão máxima de kyu), o aikidoka passa então à progressão por dan. Assim, progride-se do 1° ao 8° dan na faixa preta.
  • Atualmente, os dois últimos dans (9° e 10°) geralmente não são atribuídos aos mestres, com exceção do momento de sua morte, em que podem ser atribuídos em homenagem.
  • Além de movimentações de defesa pessoal usando o próprio corpo, o aikido também envolve treinamentos com armas – as espadas. Há, então, três tipos de espadas no aikido: Boken (sabre), Jo (bastão) e Tento (faca). Assim, usam-se espadas de madeira para o treinamento de habilidades especificamente relacionadas à defesa pessoal com armas.

Essas são algumas curiosidades a respeito do aikido, as quais demonstram aspectos de sua configuração interna. Ficou interessado em saber mais sobre essa arte marcial? Então confira os vídeos da sequência!

Saiba mais sobre o aikido

A seguir, você encontra vídeos complementares a respeito da prática do aikido, demonstrando como ela ocorre e ressaltando aspectos apresentados nesta matéria. Confira!

O-Sensei

Esse vídeo apresenta um pouco a respeito da história do Sensei Morehei Ueshiba e de sua concepção acerca do aikido, demonstrando-o também em momentos de treinamento dessa arte. Assista e conheça um pouco melhor a relação do criador dessa prática com sua filosofia.

O que é aikido?

Nesse vídeo, o aikidoka Saulo Fong comenta a respeito de sua experiência com o aikido, explicando a relação entre os três componentes que dão nome à modalidade. Além disso, faz algumas considerações sobre aspectos relacionados à saúde e à integração corpo e espírito envolvendo a prática dessa arte marcial. Assista e partilhe da percepção de um praticante da modalidade!

Movimentos básicos

Confira, nesse vídeo, alguns movimentos básicos do aikido e compreenda melhor as formas de se deslocar e golpear nessa arte marcial.

Esta matéria apresentou características do aikido, comentando a respeito da sua origem e filosofia e de como é treinado, assim como suas regras, seus movimentos e algumas curiosidades. Continue aprendendo a respeito das artes marciais conferindo também este conteúdo sobre kendo!

Referências

Aikido Kawai [online] – Disponível em: https://aikidokawai.com.br/. Acesso em: 17 janeiro 2021
Federação Paulista de Aikido [online] – Disponível em: https://www.fepai.org.br/index.htm. Acesso em: 17 janeiro 2021
Introdução ao Aikidô: conhecimentos básicos para o seu desenvolvimento (2008) – Luís Gustavo Pelusch
Manual do aluno (2014) – Heiwa Aikidojo

João Paulo Marques
Por João Paulo Marques

Professor mestrando em Educação Física formado pela Universidade Estadual de Maringá. Pesquisador integrante do Grupo de Pesquisa Corpo, Cultura e Ludicidade (GPCCL/UEM/CNPq) e do Grupo de Estudos Foucaultianos (GEF/ UEM/CNPq). Temáticas estudadas envolvem corpo, subjetividade, discurso, cultura e saúde.

Como referenciar este conteúdo

Marques, João Paulo. Aikido. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/educacao-fisica/aikido. Acesso em: 18 de September de 2021.

Exercícios resolvidos

1.

Analise as afirmações a seguir:

I) O aikido é uma luta que visa superar o adversário por meio do controle de golpes deferidos por ele.
II) O aikido é uma arte marcial baseada no princípio da harmonia e que ensina a defesa pessoal sem estimular a violência ou a busca pela vitória sobre o oponente.
III) O aikido é uma arte marcial que preza pela harmonia entre as pessoas, ensinando o praticante a usar a força do oponente para o vencer em uma luta.

É correto o que se afirma em

A) I
B) I e II
C) II
D) II e III
E) III

A resposta correta é a alternativa E.

O aikido preza pela harmonia e promove a não violência e o autoconhecimento entre os praticantes, ensinando também valores como respeito e colaboração.

2.

I) As técnicas de projeção consistem na aplicação de alavancas com o corpo do oponente para controlar o movimento.
II) As técnicas de imobilização consistem em realizar pressão em pontos vitais para imobilizar o oponente.
III) As técnicas de torção consistem em direcionar o oponente a um determinado local, geralmente no chão, a fim de controlar sua ação e livrar-se do golpe.
IV) As técnicas de impacto em pontos vitais consistem na aplicação de pressão e alavancas em regiões específicas do corpo do oponente, geralmente articulações, para controlar o movimento.

Sobre as técnicas do aikido, é correto o que se afirma

A) apenas em I e III
B) apenas em II
C) apenas em II e IV
D) apenas em IV
E) apenas em III e IV

A resposta correta é a alternativa D.

A alternativa I refere-se às técnicas de imobilização.
A alternativa II refere-se às técnicas de impacto em pontos vitais.
A alternativa III refere-se às técnicas de projeção.

Compartilhe

TOPO