Boxe

O boxe é um esporte de combate individual cujo objetivo é golpear o oponente o maior número de vezes possível.

Esta matéria aborda características, objetivos e regras do boxe, um esporte de origem milenar que se difundiu e ganhou adeptos por todo o mundo. Além disso, a matéria apresenta os principais golpes e as categorias em que o esporte é disputado. No entanto, antes de abordar essas questões, conheça um pouco sobre a história do boxe.

História do boxe

De acordo com o Comitê Olímpico Internacional–COI, formas remotas de boxe já eram praticadas no Egito, em 3.000 a C., aproximadamente. No entanto, essa prática de entretenimento dos faraós se tornou uma prática esportiva apenas no século VII a C., na Grécia Antiga, quando um esporte com características similares às do boxe como conhecemos hoje, incluindo tiras de couro enroladas nas mãos, fora introduzido nos Jogos Olímpicos.

Além disso, no Império Romano, a prática sofreu modificações, tornando-se mais violenta quando as tiras foram substituídas por cestus (luvas cravejadas de metal). A partir desse período, a prática da luta foi perdendo apreço até que, mais tarde, foi interrompida com a queda do Império Romano. Assim, a prática ressurgiu, então, na Inglaterra do século XVII e se oficializou como esporte no quarto quaternário do século XIX.

Com a oficialização da prática como esporte, foram criadas categorias para as disputas, além de regras mais específicas. Desse modo, em 1904, o boxe estreou nos Jogos Olímpicos de Saint Louis. Entretanto, a categoria feminina só foi admitida nos Jogos de Londres 2012. Assim, o esporte vem se tornando popular em todo o mundo, principalmente em países como Estados Unidos, Grã-Bretanha, Cuba e Itália.

Características

  • O combate ocorre em um ringue elevado de formato quadrilátero, com quatro linhas de corda lateralmente posicionadas para a delimitação do espaço no tamenho de 6,10 m x 6,10 m.
  • Os lutadores, chamados pugilistas, devem, obrigatoriamente, usar luvas e EPIs.
  • A realização da luta se dá pela contagem por rodadas (rounds). As disputas possuem entre três rodadas de dois a três minutos cada, conforme a categoria.
  • As disputas acontecem a partir do enfrentamento entre os lutadores, que devem golpear o adversário e buscar esquivar-se de seus golpes durante as rodadas.
  • A pontuação e as regras do esporte são asseguradas pelo árbitro e pelos jurados da luta.

Essas são características gerais do boxe, por meios das quais se organiza sua prática esportiva. Tendo em vista essa organização, portanto, confira a seguir as regras fundamentais desse esporte.

Objetivos e regras

De acordo com as regras estabelecidas pela Associação Internacional de Boxe Olímpico–AIBA, podem ser mencionadas como regras fundamentais do boxe:

  • Objetivo: o objetivo do boxe é que o pugilista acerte o maior número de golpes possível no adversário e, assim, somar pontos.
  • Jurados: cada combate é avaliada por um grupo de três juízes, que auxiliam na dedução dos pontos referentes aos golpes, assim como o árbitro, que sinaliza os golpes e ordena o combate.
  • Sistema de pontuação: os juízes devem determinar um vencedor por rodada, atribuindo-lhe dez pontos. Ao adversário é atribuída uma pontuação igual ou inferior a nove pontos, conforme o desempenho avaliado pelos juízes. Assim, ao final das rodadas, a pontuação obtida pelos pugilistas é somada para determinar o vencedor.
  • Critérios de pontuação: os critérios utilizados para a atribuição de pontos são quantidade e qualidade de golpes na área permitida; domínio do ringue e do combate; competitividade; superioridade técnica e tática; violação do regulamento; consideração do ringue inteiro.
  • Empate: em caso de empate na pontuação final, os juízes determinam o vencedor a partir de critérios que consideram, de modo geral, a vantagem do pugilista no decorrer do combate.
  • Fim do combate: o fim do combate ocorre quando o árbitro decidir que o pugilista não possui condições de continuar a luta; a luta chegar à última rodada; o pugilista receber três advertências.
  • Capacete: é obrigatório o uso de EPIs por todos os pugilistas. Entretanto, as disputas da categoria masculina excluíram o uso de capacetes, enquanto o uso permaneça obrigatório para a categoria feminina.

Essas são regras gerais e fundamentais do boxe, em torno das quais se organiza e sistematiza a prática esportiva e profissional da modalidade. Veja, a seguir, os golpes envolvidos na prática.

Principais golpes

Como mencionado, é pelos golpes do boxe que os pugilistas recebem a pontuação durante o combate. Sendo assim, conheça os principais golpes da modalidade.

Direto

O golpe direto constitui-se por um soco frontal, realizado de modo veloz e com impulsão, sendo deferido com o punho do braço mantido atrás da guarda. Desse modo, esse golpe requer a hiperextensão do braço ao seu máximo, somado à impulsão decorrente do giro de quadril.

Jab

Esse golpe é utilizado, principalmente, para estabelecer uma distância maior entre o adversário, uma vez que o jab é realizado com o punho do braço localizado à frente da guarda do pugilista.

Cruzado

O golpe cruzado é um movimento semicircular de curta distância que visa acertar a lateral da cabeça do adversário. Ele exige uma boa movimentação de base e flexão de membros inferiores, uma vez que é dessa movimentação que o pugilista ganhará o impulso necessário para finalizar o movimento.

Gancho

O gancho também é um golpe de movimentação semicircular curto. Entretanto, esse golpe possui angulação mais aberta que o cruzado e visa acertar a região torácica do oponente. Nesse região, o pugilista possui dois alvos: as costelas (gancho lateral) e o estômago (gancho frontal).

Uppercut

Também referido como upper, esse golpe é executado com impulsão de baixo para cima, visando acertar o queixo do adversário. Além da movimentação de membros inferiores, para a impulsão do golpe, o pugilista deve se atentar à movimentação do adversário para a execução desse golpe, uma vez que, para atingir o queixo, ele deve estar com a guarda baixa.

Essas são as movimentações básicas e fundamentais do boxe, por meio das quais os pugilistas pontuam no decorrer do combate. Ao final da matéria, você encontra um vídeo complementar, demonstrando a movimentação desses golpes. Assista-o!

Categorias

Veja, a seguir, as categorias de peso estabelecidas para o esporte, conforme proposto pela AIBA.

Categorias do boxe masculino

Para pugilistas de Elite e Juvenis:

  • Mosca ligeiro (46 kg até 49 kg);
  • Mosca (49 kg até 52 kg);
  • Galo (52 kg até 56 kg);
  • Leve (56 kg até 60 kg);
  • Médio Ligeiro (60 kg até 64 kg);
  • Meio Médio (64 kg até 69 kg);
  • Médio (69 kg até 75 kg);
  • Meio Pesado (75 kg até 81 kg);
  • Pesado (81 kg até 91 kg);
  • Superpesado (acima de 91kg).

Categorias do boxe feminino

Para pugilistas de Elite e Juvenis:

  • Mosca ligeiro (45 kg até 48 kg);
  • Mosca (48 kg até 51 kg);
  • Galo (51 kg até 54 kg);
  • Pena (54 kg até 57 kg);
  • Leve (57 kg até 60 kg);
  • Médio Ligeiro (60 kg até 64 kg);
  • Meio Médio (64 kg até 69 kg);
  • Médio (69 kg até 75 kg);
  • Meio Pesado (75 kg até 81 kg);
  • Pesado (acima de 81 kg).

Essas são as categorias estabelecidas pela AIBA para o combate de boxe. Essas categorias foram estabelecidas em novo código, com vigência iniciada em fevereiro de 2019, com o intuito de aproximar o boxe profissional do boxe olímpico.

O boxe no Brasil

A chegada do boxe no Brasil se deu por imigrantes alemães e italianos no início do século XX, em São Paulo e Rio Grande do Sul. Assim, já em 1913 ocorreu a primeira luta, em São Paulo. Contudo, o derrame sofrido pelo boxeador Ditão em uma luta, em 1924, fez com que o esporte fosse bastante criticado, desvalorizado e até mesmo proibido.

No ano seguinte, após revogada a proibição, o esporte voltou a ser praticado e a se disseminar pelo país como prática profissional. Diante disso, em 1932 foi criada a Federação de Boxe no Brasil, dando início às participações em disputas por títulos internacionais. Já nas décadas de 1950 a 1970, o esporte viveu seus melhores momentos no país, com conquistas de grande número de medalhas, popularização da prática e descoberta de grandes nomes do esporte, como Éder Jofre e Zumbanão.

Saiba mais sobre o boxe

A seguir, você encontra vídeos complementares, contribuindo para reforçar e ilustrar o conteúdo apresentado nesta matéria. Confira!

História, golpes e equipamentos

Esse vídeo apresenta a história do boxe, desde os tempos remotos até a atualidade, comentando sobre suas mudanças. Além disso, apresenta os equipamentos (EPIs) utilizados pelos atletas dessa modalidade. Confira para saber mais.

Principais golpes

Esse vídeo apresenta os principais golpes de boxe, demonstrando suas formas de execução, conforme apresentado nesta matéria. Confira para entender melhor como são realizados.

Regras do boxe

Nesse vídeo, o lutador Carlos Bresciani apresenta as regras básicas do boxe, mencionando algumas diferenciações entre o profissional e amadador, feminino e masculino. Assista para conferir.

Esta matéria abordou aspectos da história do boxe, de sua constituição a elementos que o situam no cenário brasileiro. Além disso, apresentou características, regras, golpes e categorias do esporte, elementos esses que configuram e sistematizam a prática. Continue estudando sobre os esportes de combate conferindo a matéria sobre Esgrima.

Referências

Da academia de boxe ao boxe da academia: um estudo etnográfico (2010) – Flávio Neto.

Apostila Maori Boxe Team (2010) – Tati Arto

João Paulo Marques
Por João Paulo Marques

Professor de Educação Física graduado pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Pesquisador integrante do Grupo de Pesquisa Corpo, Cultura e Ludicidade (GPCCL/UEM/CNPq) e do Grupo de Estudos Foucaultianos (GEF/ UEM/CNPq). Pesquisas focalizando corpo, subjetividade, discurso e cultura física.

Como referenciar este conteúdo

Marques, João Paulo. Boxe. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/educacao-fisica/boxe. Acesso em: 25 de November de 2020.

Exercícios resolvidos

1. [ENEM - 2014]

O boxe está perdendo cada vez mais espaço para um fenômeno relativamente recente do esporte, o MMA. E o maior evento de Artes Marciais Mistas do planeta é o Ultimate Fighting Championship, ou simplesmente UFC. O ringue, com oito cantos, foi desenhado para deixar os lutadores com mais espaço para as lutas. Os atletas podem usar as mãos e aplicar golpes de jiu-jitsu. Muitos podem falar que a modalidade é uma espécie de vale-tudo, mas isso já ficou no passado: agora, a modalidade tem regras e acompanhamento médico obrigatório para que o esporte apague o estigma negativo.

CORREIA. D. UFC: saiba como o MMA nocauteou o boxe em oito golpes. Veja . 10 jun. 2011 (fragmento).

O processo de modificação das regras do MMA retrata a tendência de redimensionamento de algumas práticas corporais, visando enquadrá-las em um determinado formato. Qual o sentido atribuído a essas transformações incorporadas historicamente ao MMA?

a) A modificação das regras busca associar valores lúdicos ao MMA, possibilitando a participação de diferentes populações como atividade de lazer.

b) As transformações do MMA aumentam o grau de violência das lutas, favorecendo a busca de emoções mais fortes tanto aos competidores como ao público.

c) As mudanças de regras do MMA atendem à necessidade de tornar a modalidade menos violenta, vi sando sua introdução nas academias de ginástica na dimensão da
saúde.

d) As modificações incorporadas ao MMA têm por finalidade aprimorar as técnicas das diferentes artes marciais, favorecendo o desenvolvimento da modalidade enquanto defesa pessoal.

e) As transformações do MMA visam delimitar a violência das lutas, preservando a integridade dos atletas e enquadrando a modalidade no formato do esporte de espetáculo.

A resposta correta é a alternativa e.

O texto permite interpretar que a luta antes era muito violenta (equivalente ao “vale-tudo”), mas houve uma transformação no sentido de torná-la menos violenta (com mais regras) e com acompanhamento médico (de forma a preservar a integridade dos atletas).

2. [TECPUC - 2014]

Sobre lutas, assinale o que for correto.

A) Taekwondo, esgrima, kendo e a luta greco-romana são lutas que compõem o programa dos Jogos Olímpicos.

B) As lutas orientais só foram disseminadas no mundo ocidental depois da década de 1960.

C) Na atualidade, existem inúmeras lutas de origem oriental, como: kung fu, tai chi-chuan, caratê, judô, jiu-jítsu, aikido, taekwondo, jet kune-do, kendo, entre outras. E também existem aquelas consideradas ocidentais, como: boxe, esgrima, kick-boxe, entre outras.

D) Tae kwon do é uma arte marcial de origem tailandesa com mais de 2000 anos de existência.

E) Karatê, boxe, muay thai e taekwondo são classificadas como lutas nas quais seus participantes não mantêm a distância entre si.

A resposta correta é a alternativa C.

Ao contrário do que comumente se afirma, as lutas e as artes marciais não possuem origem apenas oriental, mas também ocidental, manifestas em diversas modalidades.

Compartilhe

TOPO