Surrealismo

O Surrealismo foi um importante movimento artístico surgido no pós-guerra com o Manifesto Surrealista de André Breton em 1924. Considera-se a arte do inconsciente, do sentimento e da subjetividade.

O Surrealismo foi um movimento de vanguarda que ocorreu na Europa logos após a Primeira Guerra Mundial. Artistas de diferentes nacionalidades passaram a produzir, principalmente na França, uma arte que rompia com a lógica e trabalhava a partir do inconsciente humano.

Resumo do surrealismo

Entrada, Saída (1923), Max Ernest. Fonte: WikiArt.

O Surrealismo surgiu após a 1ª Guerra Mundial, marcado pelo Manifesto Surrealista, escrito por André Breton na França em 1924. O manifesto questionava posições burguesas racionalistas e provocou mudanças sobre os modos da criação artística. Breton, associou a arte Surrealismo ao automatismo psíquico, resultando em obras absurdas, ilógicas com base no inconsciente.

Os estudos de Sigmund Freud sobre sonhos e inconsciente deram base para as criações surrealistas, já que as obras exploravam fatos e imagens ocultas na mente dos artistas. As ideias surrealistas sofreram modificações com o passar dos anos e podem ser encontradas em desenhos, pinturas, esculturas, na literatura e no cinema.

Características

As características do Surrealismo são fortemente inspiradas pelo trabalho de Freud e se consolidam na crítica da representação automática da realidade.

  • Recusa da lógica de representação;
  • Valorização das técnicas de desenho;
  • Rompimento com o automatismo psíquico;
  • Expressão do inconsciente do artista;
  • Combinação de elementos realistas para provocar irrealidade;
  • Representação absurda de elementos da realidade;
  • Forte presença de elementos subjetivos e sentimentais dos artistas;

As obras surrealistas apresentam um grande domínio técnico, mas principalmente, uma modificação nos modos de desbloqueio da mente para a criação artística e a representação das subjetividades individuais dos artistas.

Tipos de Surrealismo

Como observamos nas características do movimento, os artistas usavam representações reais de imagens para compor cenários irreais e absurdos. Porém, alguns artistas ultrapassaram a representação de figuras associadas a realidade. Veja a diferença:

Surrealismo figurativo

A Persistência da Memória (1931), Salvador Dalí. Fonte: WikiArt.

Veja o quadro de Salvador Dalí. Ainda que a imagem apresentada não estabeleça um sentido racional de composição, é possível reconhecer os elementos que compõem a imagem, como os relógios, o galho de árvore, o céu, as pedras e o mar. Há então uma tendência surreal figurativa, já que reconhecemos as figuras representadas.

Surrealismo abstrato

Mulher da axila loira penteando os cabelos sob a luz das estrelas (1940), Juan Miró. Fonte: WikiArt.

Observe a imagem de Juan Miró. Ela nega a representação de formas e figuras ligadas a realidade, ou seja, não apresenta elementos que são facilmente identificados. A composição é livre e explorada com o uso das linhas e das cores.

Ainda que reconhecidas as diferenças entre as tendências, é possível observar os desprendimento com a lógica e a presença da subjetividade do artista.

Surrealismo no Brasil

Ovo/Urutu (1928), Tarsila do Amaral. Fonte: WikiArt.

As ideias propagadas pelos artistas surrealistas influenciaram o Modernismo Brasileiro. Podemos observar algumas características do movimento associadas ao trabalho de Tarsila do Amaral e também a Cícero Dias e Ismael Nery.

Surrealismo na literatura

Na literatura, o Surrealismo se manifestou pela presença da liberdade de pensamento, na junção de imagens consideradas ilógicas e absurdas num mesmo texto, a necessidade de reconstruir o mundo e não apenas destruí-lo, além da valorização do inconsciente. Temos como nomes importantes na poesia Murilo Mendes e na narrativa Murilo Rubião.

Principais artistas e obras

Os artistas surrealistas destacaram-se pelo domínio técnico e grande expressão de subjetividade. Apesar da adesão por muitos artistas na época que ocorreu, alguns nomes se destacam na Europa e no Brasil. Veja alguns deles e suas principais obras:

Salvador Dalí

Salvador Dalí (1904-1989) foi um pintor, desenhista e fotógrafo espanhol, considerado o principal nome do Surrealismo. Além de pinturas, aventurou-se pelo cinema, moda e propaganda. Esse artista criou inúmeras obras que expressaram as características surrealistas. Veja algumas delas:

O jogo Ludibrioso (1929), Salvador Dalí. Fonte: WikiArt.

O Toreiro Alucionógeno (1970), Salvador Dalí. Fonte: WikiArt.

O grande Masturbador (1929), Salvador Dalí Fonte: WikiArt

René Magritte

René Magritte (1898-1967) foi um pintor belga considerado outro grande nome do Surrealismo. Diferente de grande parte dos artistas, Magritte apresentou cenas muito realistas, mas com o torque irreal do movimento. Observe:

Memória (1948), René Magritte. Fonte: WikiArt.

Os Amantes (1928), René Magritte. Fonte: WikiArt.

A traição das imagens (1948), René Magritte. Fonte: WikiArt.

Juan Miró

Juan Miró (1893-1983) foi um dos grandes nomes do Surrealismo. Era pintor e escultor de origem espanhola e suas obras seguiram uma tendência mais abstrata comparado a dos outros artistas. Veja a seguir:

Harlequin’s Carnival (1924-1925), Juan Miró. Fonte: WikiArt.

Cabeça Fumante (1925), Juan Miró. Fonte: WikiArt.

O Campo Cultivado (1923), Juan Miró. Fonte: WikiArt.

Maria Martins

Maria Martins (1894-1973) foi uma escultura brasileira considerada um dos maiores nomes da escultura Surrealista. Casou com um marido diplomata, morou e estudou em diversos países do mundo. Suas obras tem temáticas ligadas a cultura brasileira e religião. Veja:

O impossível (1940), Maria Martins. Fonte: Itaú Cultural.

Cobra Grande (1942), Maria Martins. Fonte: Itaú Cultural.

O Implacável (1947), Maria Martins. Fonte: Itaú Cultural.

Cícero Dias

Cícero Dias (1907-2003) foi um dos artistas brasileiros ligados ao movimento Modernista e a Semana de Arte Moderna de 1922. O pintor e ilustrador teve influências do Surrealismo em algumas de suas obras. É possível perceber algumas representações ligadas aos sonhos, ao imaginário nordestino e à literatura de cordel:

Mulher Nadando (1930), Cicero Dias. Fonte: Itaú Cultural.

Chegada de Muratori (1927), Cicero Dias. Fonte: Itaú Cultural.

Sem título (1920), Cicero Dias. Fonte: Itaú Cultural.

Existem diversos outros nomes que merecem atenção no movimento, como Max Ernest, Marc Chagall e De Chirico na Europa e vários artistas brasileiros que durante o Modernismo foram influenciados pelo Surrealismo. Vale uma busca completa para conhecer outros valiosos trabalhos.

Vídeos sobre a arte do inconsciente

A grande fama do Surrealismo é atrelada a fama de Salvador Dalí. Porém, além do brilhante artista, outros nomes se destacam e muitas obras merecem um análise mais completa da sua composição. Os vídeos a seguir vão te mostrar um pouquinho mais do movimento.

Mulheres Surrealistas

Neste vídeo, Vivi vai te indicar diversos nomes femininos da arte surrealista. Outrora, nomes femininos costumavam ter menos visibilidade no meio artístico. Logo, este vídeo vai te mostrar incríveis trabalhos e histórias de mulheres surrealistas.

Surrealismo e cinema

Assim como o Expressionismo, as artes visuais e a literatura influenciaram o Cinema. A Carol Moreira vai te mostrar alguns filmes Surrealistas que chocaram a época.

Outros nomes: René Magritte

Além de Salvador Dalí, outro grande artista foi René Magritte. A Vivi vai de contar alguns fatos sobre a vida desse artista.

O Surrealismo foi uma das vanguardas europeias que mudou as modalidades de criação artística. Mais do que qualquer outro movimento, explorou a subjetividade dos artistas. Acompanhe a vida e obra de Salvador Dalí para entender as inspirações e referências do mestre surrealista que popularizou o estilo.

Referências

CICERO Dias. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2020.
MARIA Martins. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2020
PROENÇA, Graça. História da Arte. 17ª ed. São Paulo: Editora ABDR, 2012.

Por Vanderlei Bachega Junior
Como referenciar este conteúdo

Bachega Junior, Vanderlei. Surrealismo. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/artes/surrealismo. Acesso em: 04 de August de 2020.

Exercícios resolvidos

1. [ENEM]

“Todas as manhãs quando acordo, experimento um
prazer supremo: o de ser Salvador Dalí” (NÉRET, G. Salvador Dalí. Taschen, 1996).

Assim escreveu o pintor dos “relógios moles” e das
“girafas em chamas” em 1931. Esse artista excêntrico
deu apoio ao general Franco durante a Guerra Civil
Espanhola e, por esse motivo, foi afastado do movimento
surrealista por seu líder, André Breton. Dessa forma, Dalí
criou seu próprio estilo, baseado na interpretação dos
sonhos e nos estudos de Sigmund Freud, denominado
“método de interpretação paranoico”. Esse método era
constituído por textos visuais que demonstram imagens:

A) do fantástico, impregnado de civismo pelo governo
espanhol, em que a busca pela emoção e pela
dramaticidade desenvolveram um estilo incomparável.

B) do onírico, que misturava sonho com realidade e
interagia refletindo a unidade entre o consciente e o
inconsciente como um universo único ou pessoal.

C) da linha inflexível da razão, dando vazão a uma forma
de produção despojada no traço, na temática e nas
formas vinculadas ao real.

D) do reflexo que, apesar do termo “paranoico”, possui
sobriedade e elegância advindas de uma técnica de
cores discretas e desenhos precisos.

E) da expressão e intensidade entre o consciente e a
liberdade, declarando o amor pela forma de conduzir o
enredo histórico dos personagens retratados.

Resposta: B

2. [CESGRANRIO]

O Surrealismo foi lançado pelo poeta francês André Breton em outubro de 1924. Na concepção dos artistas surrealistas, a arte deveria se desvencilhar da lógica e da razão e ir além do estado de consciência, buscando a liberdade de expressão da imaginação e dos sonhos.

O Surrealismo teve como uma de suas influências as(os):

a) ideias de Freud e a psicanálise
b) teorias do desenvolvimento cognitivo
c) teorias do inconsciente coletivo de Jung
d) preceitos da sociedade de consumo
e) valores da obediência e da moral

Resposta: A

Compartilhe

TOPO