Pablo Picasso

Inovação, versatilidade, geometria e valorização das formas caracterizam a vasta obra plástica de Pablo Picasso.

Picasso é um dos grandes nomes no universo da arte. Inovou e experimentou formas diversas, buscando criar efeitos plásticos e sensações táteis aos observadores das artes plásticas. O cofundador do cubismo criou mais de 13 mil quadros, 100 mil desenhos e 300 esculturas. Leia esta matéria e conheça um dos artistas mais influentes do século XX.

Biografia

(Fonte: WikiMedia)

Pablo Ruiz Picasso (Málaga, 1881 — Mougins, 1973) foi um pintor, escultor, ceramista e escritor espanhol. Nasceu na região da Andaluzia (Espanha) e começou a pintar na infância, terminando os quadros a pedido de seu pai que também desenhava e pintava. Aos 16 anos, Picasso mudou para Madrid onde manteve um ateliê e estudou na Real Academia de Belas-Artes de São Fernando, interessado pelas inovações da arte espanhola.

Frequentou o café Els Quatr Gats onde conheceu artistas modernistas e buscou se diferenciar deles, influenciado pela arte francesa e vanguardas europeias. Em 1900, realizou a sua primeira exposição nesse café e, depois, viajou para Paris onde morou com um amigo em um período de muita pobreza e frio, quando iniciou a fase azul (1901 a 1905), com intenso uso dessa cor para representar a solidão e a morte.

Em Paris, onde viveu a maior parte da vida, Picasso fez amizades com os artistas André Breton, Guillaume Apollinaire, Henri Matisse e Joan Miró. Inspirado por uma paixão, o pintor passou a utilizar os tons de rosa inaugurando essa fase (1905-1906). Na sequência, conheceu esculturas e máscaras africanas que influenciaram sua fase africana (1907-1909). Em 1909, Picasso fundou o cubismo com o pintor e escultor George Braque, revolucionando as artes plásticas.

Características

Abaixo, conheça algumas características da intensa produção de Picasso e compreenda a sua importância para a inovação da arte no século XX. Acompanhe:

  • Formas geométricas para representar seres humanos e elementos da natureza. As figuras podem ser vistas de todos os ângulos (frente, lado, por cima e por baixo), provocando a sensação de volume na superfície plana.
  • Fragmentação das figuras representadas com a exposição de suas partes em planos superpostos, assim é difícil reconhecê-las. Essa característica corresponde ao cubismo analítico (1909-1912) e, nesse momento, prevalecem as cores neutras (tons de marrom, cinza e bege).
  • As pinturas são compostas por texturas e colagens que introduzem letras, números, vidros e diversos outros materiais na tela. Essa característica corresponde ao período do cubismo sintético (1912-1919).
  • A depender da fase, Picasso apresentou preferências por determinadas cores (como o azul e o rosa) e tonalidades frias ou quentes utilizando, assim, uma pluralidade de cores em sua obra.
  • Picasso representou os mais diversos temas nas artes plásticas como: as tradicionais touradas espanholas; a solidão; a tristeza; a dor da guerra; as paisagens naturais; o ser humano e retratos de pessoas; a alegria do circo; e o erotismo.

Picasso era um amante da fotografia e do desenho, artes que serviram de base para seus estudos e produções. Alguns quadros foram pintados após inúmeros esboços de pesquisas.

Principais obras

A obra de Pablo Picasso apresenta diferentes inspirações, cores e materialidades. Separamos algumas das produções mais conhecidas do artista para que você veja essa pluralidade a seguir.

O velho guitarrista cego (1903)

(Fonte: WikiArt)

Esta obra faz parte da fase azul de Picasso. Em um momento em que passou por dificuldades financeiras e ficou deprimido pelo suicídio de seu amigo Carlos Casagemas, o artista se identificou com mendigos, prostitutas e outros marginalizados e passou a representá-los em suas obras.

Les demoiselles d’Avignon (1907)

(Fonte: WikiArt)

A obra marca o início de Picasso na linguagem cubista com suas formas geométricas e angulosas. A pintura foi inspirada em um bordel da rua Avignon, em Barcelona, conhecido pelo pintor. Nela aparecem cinco mulheres nuas e um prato com frutas ao centro. A pintura apresenta uma forte influência das máscaras africanas.

Guernica (1937)

(Fonte: WikiMedia)

O mural retrata o bombardeio realizado em Guernica por aviões alemães na Guerra Civil Espanhola (1936-1939). Com 350cm de altura e 776cm de comprimento, a obra expressa o sofrimento do povo espanhol e representa um manifesto contra a violência. Picasso produziu mais de 60 esboços e pós-escritos para Guernica e, em 1944, filiou-se ao Partido Comunista indignado com o fascismo na Europa.

Mulher chorando (1937)

(Fonte: WikiArt)

A figura da mulher chorando apareceu entre os esboços de Guernica e depois foi recuperada por Picasso que produziu 36 trabalhos com esse tema durante 1937. No quadro acima, a angulação dos traços transmite a sensação de que a mulher se quebra em tristeza e as cores quentes contrastam com o branco ao centro.

Outras obras

Vida, 1903 (Fonte: WikiArt)
Autorretrato, 1907 (Fonte: WikiArt)
Mulher com uma camisa sentada em uma cadeira, 1913 (Fonte: WikiArt)
Arlequim, 1915 (Fonte: WikiArt)
Silenus dançando na companhia, 1933 (Fonte: WikiArt)
Mulher em pé, 1946 (Fonte: WikiArt)
Escultura em Daley Plaza, Chicago (EUA) (Fonte: WikiMedia)
O escultor, 1931 (Fonte: WikiArt)
Café da Manhã, 1953 (Fonte: WikiArt)
Mulher com cachorro, 1962 (Fonte: WikiArt)

Além de criar pinturas e esculturas, Picasso também escreveu poemas e peças de teatro. Alguns de seus textos combinam o espanhol e o francês, línguas faladas pelo artista que chegou a publicar os livros Poèmes et Litographies (1954) e Écrits (1989, póstumo).

Vídeos sobre um artista surpreendente

Para sedimentar o que você aprendeu até aqui e ampliar o seu repertório de informações, selecionamos três vídeos sobre a vida e a obra de Pablo Picasso. Confira!

50 fatos sobre Picasso

Confira os 50 fatos que a Vivi apresenta sobre a vida, os relacionamentos amorosos, as influências artísticas e o amplo repertório de produções de Pablo Picasso.

Les Demoiselles d´Avignon

Nesse vídeo, a Patrícia Camargo fala sobre a produção do quadro Les Demoiselles d´Avignon, desde as inspirações de Picasso, a recepção negativa da obra pelos colegas do pintor e a venda da tela para o Museu de Arte Moderna de Nova York. Assista!

A vida de um mestre da pintura

Um artista se constrói a partir de influências e com Picasso não foi diferente. Conheça os interesses do pintor, os detalhes de sua vida que influenciaram nas diferentes fases de seu trabalho artístico e as características do cubismo.

Agora que você já conhece Pablo Picasso, leia a nossa matéria sobre o Cubismo e veja outros artistas desse movimento artístico.

Referências

1937: “Guernica”, de Picasso, é exposta pela primeira vez – Gerda Gericke (DW Brasil)
Picasso – Site do artista: https://www.picasso.fr/

Érica Paiva Rosa
Por Érica Paiva Rosa

Professora, redatora e produtora cultural. Mestre em Letras pela UEM.

Como referenciar este conteúdo

Paiva Rosa, Érica. Pablo Picasso. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/artes/pablo-picasso. Acesso em: 21 de September de 2021.

Exercícios resolvidos

1. [CESMAC]

As mudanças trazidas pela modernidade renovaram a arte. No século XX, a atuação de Picasso contribuiu para repensar alguns valores estéticos. Sobre Picasso, podemos afirmar que:

A. foi um artista que se envolveu com questões políticas, mas não conseguiu se filiar ao partido comunista.
B. passou a maior para de sua vida em Madri, defendendo a monarquia e o parlamentarismo.
C. transformou concepções tradicionais e se envolveu com questões políticas importantes contra o franquismo.
D. seguiu o Impressionismo e suas técnicas mais sofisticadas, consagrando-se diante do público europeu.
E. imitou a pintura clássica, embora tenha se destacado pelos seus quadros cubistas e pela ligação com o surrealismo.

Resposta: C
Justificativa: A alternativa C é a única que apresenta todas as informações corretas. Picasso se filiou ao partido comunista, viveu a maior para de sua vida em Paris, não defendeu a monarquia nem o parlamentarismo, não seguiu o impressionismo nem imitou a pintura clássica.

2. [Enem ]

(PICASSO, P. Les desmoiselles d’Avignon. Óleo sobre tela, 243,9 x 233,7 cm. Museu de Arte Moderna, Nova Iorque, 1907)

A obra Les desmoiselles d’Avignon, do pintor espanhol Pablo Picasso, é um dos marcos iniciais do movimento cubista. Essa obra filia-se também ao Primitivismo, uma vez que sua composição recorre à manifestação cultural de um determinado grupo étnico, que se caracteriza por:

A. produção de máscaras ritualísticas africanas.
B. rituais de fertilidade das comunidades celtas.
C. festas profanas dos povos mediterrâneos.
D. culto à nudez de populações aborígenes.
E. danças ciganas do sul da Espanha

Resposta: A
Justificativa: Les desmoiselles d’Avignon se filia também ao Primitivismo, pois sua composição é inspirada na manifestação cultural de um determinado grupo étnico que se caracteriza por produção de máscaras ritualísticas africanas.

Compartilhe

TOPO