Agente da passiva

O agente da passiva corresponde ao autor da ação em uma oração elaborada na voz passiva analítica.

O agente da passiva é muito utilizado em orações na voz passiva analítica e é classificado como um complemento verbal. Neste texto, você conseguirá compreender melhor sobre esses termos e qual é a relação entre o agente da passiva e as vozes verbais.

O que é o agente da passiva?

Ao elaborar uma sentença na voz passiva, o foco recai sobre a ação praticada. Nesse caso, quando o autor da ação é apresentado, ele é denominado agente da passiva. Esse complemento verbal ocorre na voz passiva analítica e é regido pelas preposições de ou por. Veja os exemplos abaixo.

  • A festa foi confirmada pelos organizadores.
  • O bolo foi encomendado pela empresa para o aniversário de um funcionário.
  • O ladrão foi preso pelos policiais.

Nos exemplos acima, a festa, o bolo e o ladrão são denominados sujeitos pacientes, uma vez que sofrem a ação realizada pelo verbo por meio do agente da passiva.

Voz passiva sintética e analítica

Para compreender melhor o conceito de agente da passiva, é importante saber diferenciar a voz passiva sintética da voz passiva analítica. Na primeira, também denominada de voz passiva pronominal, há o uso da partícula apassivadora se; além disso, não comporta o agente da passiva. Já na segunda, também denominada voz passiva com auxiliar, há o uso de um verbo auxiliar juntamente com um verbo no particípio. Veja os exemplos a seguir.

  • Construíram-se muitas casas. (voz passiva sintética)
  • Aumentou-se o valor das parcelas do aluguel. (voz passiva sintética)
  • O pedido foi recebido pelos colaboradores. (voz passiva analítica)
  • A casa foi pintada novamente durante a reforma. (voz passiva analítica)

Agente da passiva x voz ativa

Como vimos ao longo do texto, o agente da passiva é um complemento verbal presente na voz passiva analítica. A voz ativa, por sua vez, é a forma convencional relacionada a um verbo e comunica diretamente qual é o agente da ação. Veja uma comparação com três exemplos.

  • Construíram vários apartamentos. (voz ativa, sujeito indeterminado)
  • Foram construídos vários apartamentos. (voz passiva analítica, pode ou não ter o agente da passiva)
  • Construíram-se vários apartamentos. (voz passiva sintética, não possui agente da passiva, partícula apassivadora presente)

É possível realizar a conversão da voz ativa para a voz passiva, atentando-se à estrutura sintática da oração. Quando se converte da voz ativa para a voz passiva analítica, há a seguinte inversão de funções sintáticas:

Agente da passiva
Conversão da voz ativa para a voz passiva analítica

Já quando a voz ativa se transforma em voz passiva sintética, as funções sintáticas são invertidas conforme o quadro abaixo. É importante salientar que não existe agente da passiva nesse caso.

Agente da passiva
Conversão da voz ativa para a voz passiva sintética

Veja um exemplo de como a conversão ocorre. Na primeira sentença, o empregador é o sujeito; contratou, o verbo em sua forma ativa; e alguns funcionários, o objeto direto. Perceba como nas orações (2) e (3), esses elementos trocam de função sintática.

  • (1) O empregador contratou alguns funcionários. (voz ativa)
  • (2) Alguns funcionários foram contratados pelo empregador. (voz passiva analítica)
  • (3) Contratou-se alguns funcionários. (voz passiva sintética)

Vamos aprender mais e fixar o conteúdo?

O agente da passiva é um complemento verbal e possui diversas particularidades. No texto, você pôde aprender um pouco mais sobre esse elemento sintático e sua relação com a voz passiva. Para sedimentar ainda mais seu conhecimento sobre o assunto, veja alguns vídeos que abordarão tópicos já explicados aqui.

O que é o agente da passiva?

O agente da passiva ocorre na voz passiva analítica e é o elemento sintático que expressa quem realizou a ação. No vídeo, você poderá revisar o conteúdo com alguns exemplos e ficar mais preparado para responder exercícios que abordem essa temática.

Quais são as vozes verbais?

As três vozes verbais são a voz ativa, a voz passiva e a voz reflexiva. Veja o vídeo para revisar cada uma delas e não se confundir na hora de realizar uma análise sintática.

Como fazer a conversão entre as vozes verbais?

Para realizar a conversão entre a voz ativa e a voz passiva é preciso ficar atento às funções sintáticas de cada elemento em uma oração. Para isso, revise esse conteúdo com o vídeo acima.

Ao longo do texto, você aprendeu um pouco mais sobre o agente da passiva e como ele se relaciona com as vozes ativa e passiva. Não se esqueça de revisar quais são as principais funções sintáticas que encontramos em um oração; dessa forma, você poderá responder exercícios sobre o conteúdo ainda mais rapidamente. Outra opção é revisar quais são os termos essenciais da oração e a forma como eles se relacionam entre si.

Referências

Novas lições de análise sintática – Adriano da Gama Kury

Leonardo Ferrari
Por Leonardo Ferrari

Graduando em Letras pela Universidade Estadual de Maringá onde desenvolve pesquisa na área de Literatura Pós-Colonial e participa do projeto de extensão Letras na Web. É professor assistente em colégio de ensino médio. Nas horas livres dedica-se à família, aos amigos, à sétima arte e à leitura.

Exercícios resolvidos

1. [TRT/RJ]

“Tudo isso pode ser comprovado por qualquer cidadão”. A forma ativa dessa mesma frase é:

a) Qualquer cidadão pode comprovar tudo isso.
b) Tudo pode comprovar-se.
c) Qualquer cidadão se pode comprovar tudo isso.
d) Pode comprovar-se tudo isso.
e) Qualquer cidadão pode ter tudo isso comprovado.

Correta: a.
Justificativa: Na oração dada, por qualquer cidadão é o agente da passiva. Logo, ele se transformará no sujeito da oração. Além disso, pode ser comprovado é uma locução verbal que exprimi a voz passiva analítica e tudo isso é o sujeito da passiva, transformado em objeto direto na voz ativa. Assim, ao realizar a mudança, a única oração que consegue satisfazer o processo de conversão é exposta na letra a.

2. [UFPR]

Na oração: “O alvo foi atingido por uma bomba formidável”, a locução por uma bomba formidável tem a função de:

a) objeto direto.
b) agente da passiva.
c) adjunto adverbial.
d) complemento nominal.
e) adjunto adnominal.

Correta: b.
Justificativa: Na sentença, o alvo é o sujeito da passiva e foi atingido é uma locução verbal que exprime a voz passiva analítica. A oração estaria completa se fosse finalizada aqui, mas você pode perguntar o que/quem atingiu o alvo?. Logo, por uma bomba formidável é o agente da passiva. Na voz ativa, a oração ficaria: uma bomba formidável atingiu o alvo.

Compartilhe nas redes sociais

TOPO