Partícula Apassivadora

Partícula apassivadora é tida como a forma de utilização do pronome “se”, junto ao verbo na voz passiva, o qual recebe a ação que ocorre.

Partícula apassivadora é definida como a forma particular em utilizar o pronome “se” no verbo com voz passiva. Sendo assim, a ação do verbo, aliado à partícula apassivadora (pronome “se”) será integrado à ação que recebe e não a que pratica.

partícula apassivadora
(Imagem: Reprodução)

A construção da partícula apassivadora segue uma construção determinada:

Pronome apassivador “se” + verbo intransitivo direto ou direto e indireto.

Exemplo: Entregaram-se as cartas.

Nessa relação de passividade, há uma construção mais prática, rápida e desenvolvida do conteúdo. Em meio a essa mudança com a partícula apassivadora, o pronome “se” será equivalente ao “verbo ser”.

Exemplo: As cartas foram entregues.

É notável que o conteúdo da frase e seu significado são tidos com maior praticidade e rapidez. O pronome apassivador tem sua utilização, de preferência, no momento em que o agente da passiva – o sujeito que pratica a ação – é indeterminado.

Entretanto, no momento em que o agente for explicitado, o uso do verbo “ser” é mais adequado em relação ao pronome.

Exemplos:

Desenvolve-se o raciocínio.

O raciocínio foi desenvolvido pelo filósofo.

Entregaram-se as cartas.

As cartas foram entregues pelo carteiro.

Respectivo ao primeiro e terceiro exemplos é notada a utilização da voz passiva sintética. Por outro lado, o segundo e quarto exemplo faz uso da voz passiva analítica.

Partícula Apassivadora e Índice de Indeterminação do Sujeito: como diferenciar

O pronome “s” não se restringe a uma partícula apassivadora. Ele também é utilizado de modo a indeterminar o sujeito. Vários casos acabam gerando dúvidas acerca de quando o “se” funciona como pronome apassivador ou de indeterminação do sujeito.

Uma regra básica destaca a diferença entre os dois:

  • Partícula Apassivadora: pronome apassivador + verbo transitivo direto ou direto e indireto. Exemplo: Pouparam-se os investimentos.
  • Índice de Indeterminação do Sujeito: pronome “se” + verbo intransitivo, transitivo direto ou ainda verbo de ligação. Exemplo: Ouve-se o uivo dos lobos na montanha.

Referências

Novíssima Gramática da Língua Portuguesa – Domingos Paschoal Cegalla

Mateus Bunde
Prof. Mateus Bunde

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Especialista em Linguagens pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) e Mestrando em Comunicação pela Universidade do Porto, de Portugal (UP/PT).

Exercícios resolvidos

1. [FUVEST]

Indique a alternativa correta:

a) Tratavam-se de questões fundamentais.

b) Comprou-se terrenos no subúrbio.

c) Precisam-se de datilógrafas.

d) Reformam-se ternos.

e) Obedeceram-se aos severos regulamentos.

Resposta: D

2. [PUC]

Assinale a concordância errada:

a) Ali se vendia pão e outras provisões.

b) Era meio-dia e meia.

c) Na exposição vendeu-se oito cavalos árabes.

d) Crime de leso-patriotismo.

e) Os soldados ficaram alerta

Resposta: C

Compartilhe nas redes sociais

TOPO