Frevo

Frevo é o nome de uma manifestação cultural que se expressa como música e dança e compõe o folclore brasileiro.

O frevo é uma manifestação cultural brasileira desenvolvida no estado de Pernambuco. Saiba, a seguir, tudo a respeito da origem e das diferentes formas de expressão dessa manifestação, além de suas características e importância cultural. Acompanhe:

História

A origem do frevo é atribuída à cidade de Recife, em Pernambuco, remetendo ao final do século XIX e início do século XX. Nesse período, o país passava por um momento de industrialização, urbanização e também de surgimento de uma nova classe trabalhadora. Isso porque se vivia o pós-abolicionismo e, paralelamente, um movimento de modernização do Brasil, decorrente da Proclamação da República.

Assim, as tradicionais marchas militares realizadas nas ruas começaram a se misturar com diferentes ritmos, como o maxixe, a polca e a quadrilha. Com isso, um ritmo novo começara a se desenvolver nas ruas da cidade. Além disso, praticantes de capoeiragem (como era chamada a capoeira à época) se reuniam próximos aos locais em que ocorriam as marchas militares, usando-as para conseguir praticar sua manifestação, que havia sido criminalizada.

Desse modo, a mistura de ritmos musicais e movimentações corporais, somada aos carnavais de rua, criou o espaço fecundo para o surgimento dessa manifestação. Posteriormente ela foi denominada pelo jornalista Osvaldo da Silva Almeida de “frevo” como forma distorcida de se referir ao verbo ferver (“frever”). Logo, foi assim designada em função do contexto histórico em que surgiu e se desenvolveu.

Características

Essa manifestação cultural se caracteriza por uma marchinha acelerada que incorpora elementos de outras danças folclóricas e se harmoniza com instrumentos de sopro e percussão. Esses e outros aspectos a tornam uma manifestação bastante marcante para aqueles que conhecem, de modo que algumas características se sobressaem ao se referir a ela:

  • Composta por músicas e danças;
  • Constituída por movimentos acrobáticos e expansivos;
  • Marcada pela presença de elementos do folclore nacional;
  • Reconhecida pelo ritmo acelerado e enérgico;
  • Mescla figurinos coloridos e alegres com pequenas sombrinhas;

Outra característica marcante do frevo é a sua realização em blocos de rua, aspecto que revigora o caráter alegre e enérgico dessa manifestação. Contudo, essa é uma característica particular a um tipo específico de frevo. Entenda melhor a seguir.

Tipos de frevo

Apesar de conhecido por sua expressão mais tradicional (o frevo de rua), essa manifestação cultural possui três formas de expressão, podendo ser chamados de estilos ou tipos. Desse modo, conheça os três tipos de frevo e entenda as distinções básicas entre eles.

Frevo de rua

iStock

Sem letra de música, esse estilo de frevo é mais caracterizado pelos instrumentos (tambores, tubas, saxofones, bombardinos, taróis, pistões, tubas e clarinetes), das orquestras que ocupam as ruas. É o ritmo mais acelerado e foi também o primeiro a surgir.

Frevo de bloco

iStock

Esse tipo de frevo abandona os instrumentos de percussão para adotar os de pau e corda. Portanto, no frevo de bloco são usados flautas, bandolins, cavaquinhos e violões na composição da orquestra. Desse modo, esse estilo acaba se tornando mais poético e lento, apresentando letras de músicas com entonações mais saudosistas.

Frevo-canção

iStock

Também chamado de marcha-cancão, esse estilo possui letras e cantigas mais lentas e cantáveis do que o frevo de bloco. Outra diferença é que suas letras envolvem questões do tempo presente, e não nostalgias. São intérpretes representantes desse estilo Alceu Valença e Claudionor Germano.

Esses são os três estilos de frevo existentes no Brasil. É importante ressaltar que, embora se tratando da mesma manifestação cultural, ela se expressa de diferentes maneiras.

Importância do frevo

O frevo é um componente importante da tradição e cultura pernambucana, reforçando traços característicos desse povo e também refletindo características próprias do país. Nesse sentido sua importância para a história pernambucana e brasileira foi oficialmente reconhecida em 2012, quando passou a compor a Lista Representativa do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da Unesco.

No Brasil, comemora-se o dia do frevo em duas datas: no dia 09 de fevereiro (dia estadual do frevo em Pernambuco), devido a registros históricos da primeira aparição do termo, no ano de 1907, e no dia 14 de setembro (dia nacional do frevo), em homenagem à data de nascimento do criador dessa manifestação.

Vestimenta do frevo

Não existe uma vestimenta específica para dançar o frevo, embora haja peças típicas atreladas a seu folclore, como saiote, sombrinha e adorno na cabeça. Contudo, percebe-se que o desenvolvimento dessa manifestação estabeleceu um padrão envolvendo a presença de cores, tecidos e brilhos na indumentária.

Desse modo, se sobressai o uso das cores da bandeira pernambucana (verde, vermelho, amarelo, azul e branco), bem como de seus elementos (cruz, estrela e sol) na vestimenta dos praticantes. Portanto, atendo-se a esses elementos, a vestimenta masculina é composta geralmente por camiseta, calça ou bermuda. Já as roupas femininas envolvem saia e camiseta na altura da cintura.

Saiba mais sobre o frevo

Confira a seguir vídeos complementares para reforçar e aprofundar os conteúdos apresentados nesta matéria:

Origem do frevo

Confira nesse vídeo aspectos históricos mencionados na matéria a respeito da origem do frevo brasileiro e entenda melhor o contexto do qual emergiu essa manifestação cultural.

Curiosidades

Nesse vídeo você confere algumas curiosidades sobre essa manifestação, envolvendo o contexto em que seu nome foi criado e publicamente usado pela primeira vez, além de sua origem, dos tipos de frevos existentes e outros aspectos. Assista para saber mais.

Concurso de Passista

Esse vídeo apresenta a cobertura do concurso de passista em um evento realizado em Recife no ano de 2020 para celebrar o dia do frevo. Confira as performances no vídeo e entenda melhor esse estilo!

O frevo é uma manifestação cultural que surgiu em um cenário político, social e cultural frenético, expressando-se como um componente da cultura popular local e nacional e transcendendo os limites de sua época. Desse modo, continue aprendendo a respeito das manifestações culturais conferindo a matéria sobre as Danças Folclóricas.

Referências

Paço do Frevo [On-line] – Disponível em: https://www.pacodofrevo.org.br/. Acesso em 20 jam. 2021.

Secretaria de Cultura de Pernambuco [On-line] – Disponível em: http://www.cultura.pe.gov.br/pagina/o-portal/. Acesso em: 20 jan. 2021.

João Paulo Marques
Por João Paulo Marques

Professor de Educação Física graduado pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Pesquisador integrante do Grupo de Pesquisa Corpo, Cultura e Ludicidade (GPCCL/UEM/CNPq) e do Grupo de Estudos Foucaultianos (GEF/ UEM/CNPq). Pesquisas focalizando corpo, subjetividade, discurso e cultura física.

Como referenciar este conteúdo

Marques, João Paulo. Frevo. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/educacao-fisica/frevo. Acesso em: 04 de March de 2021.

Exercícios resolvidos

1. [PC/SP - 2018]

A respeito do frevo analise as afirmativas abaixo:

I) O frevo é uma dança folclórica típica do carnaval de rua. É uma das principais danças tradicionais brasileiras e uma das manifestações culturais mais conhecidas na região nordeste do Brasil.

II) O frevo tem origem no século XIX em Rio Grande do Sul, onde surgiu da rivalidade entre as bandas militares e os escravos que tinham se tornado livres.

III) O frevo caracteriza-se por ser uma marchinha acelerada ao som de uma banda que segue o estilo dos blocos de carnaval. Ele incorpora elementos de outras danças, tais como maxixe, polca e, inclusive, a capoeira. Uma das características mais marcantes é a utilização de sombrinhas coloridas, objeto que assume um papel importante na dança.

Assinale a alternativa que corresponde às afirmações corretas:

A) Apenas I e III.
B) Apenas II.
C) Apenas III.
D) Nenhuma das alternativas.

A resposta correta é a alternativa A.

A afirmação II está parcialmente incorreta, pois, a origem do frevo é a cidade de Recife, em Pernambuco.

2. [ENEM - 2016]

O frevo em seus diversos aspectos, incluindo-se as modificações ou releituras, identifica-se como energia constitutiva de relações, modos de ação e com portamento. Registra sua força na participação popular, e sua história na memória coletiva. Reconhecê-la em sua dinamicidade é, portanto, ampliar seu uso social, valorizar os que produzem, transmitem e atualizam essa expressão artística.
(Paço do Frevo. Adaptado)

O texto trata…:

A) de uma modalidade de exercício físico que faz parte da cultura gaúcha.
B) de um ritmo musical que pertence ao folclore amazônico.
C) de um espaço em que se apresentam grupos ligados à tradição indígena.
D) de uma modalidade folclórica dançada por remanescentes africanos no Brasil.
E) de um tipo de música de ritmo frenético acompanhada de dança de andamento rápido típica de Pernambuco.

A resposta correta é a alternativa E.

O frevo, segundo do Dicionário Houaiss, é uma dança em compasso binário, surgida no final do século XIX, na qual os dançarinos, portando guarda-chuvas fantasiosos executam coreografia individual, marcada por ágil movimento de pernas que se dobram e esticam freneticamente. Faz parte da tradição dos estados de Pernambuco e Alagoas.

Compartilhe

TOPO