Decompositores

Os decompositores são seres que atuam na reciclagem de nutrientes por meio do processo de decomposição. Os principais seres decompositores são os fungos, as bactérias e os protozoários.

Os decompositores compõem um nível trófico da cadeia alimentar. Eles desempenham funções ecológicas importantes, como, por exemplo, a reciclagem de matéria orgânica. Assim, o processo de decomposição é fundamental para que os nutrientes provenientes de um organismo morto retornem ao solo (meio abiótico). Neste texto, aprenda mais sobre os tipos de decompositores, quais são as suas funções e características.

O que são decompositores?

Os decompositores, ou também chamados de saprófagos, são seres vivos heterotróficos que se alimentam de matéria orgânica morta proveniente de corpos mortos ou excretas de outros organismos. Esse processo é chamado de decomposição e consiste na degradação de moléculas orgânicas em nutrientes inorgânicos, como, por exemplo, a água, o fósforo e o nitrogênio. Dessa forma, esses seres vivos são fundamentais para a manutenção dos ciclos biogeoquímicos.

Na cadeia alimentar, os decompositores podem atuar em todos os níveis tróficos. Isso porque a sua ação ocorre após a morte de qualquer ser vivo, seja ele um produtor ou consumidor. Esses seres vivos são representados principalmente por fungos, bactérias e protozoários. Mas outros animais como as aves, as minhocas e até mesmo alguns mamíferos se alimentam de matéria orgânica morta e facilitam a ação dos microrganismos.

Tipos de animais decompositores

Os decompositores são microrganismos como fungos, bactérias e protozoários. Porém, outros animais podem atuar degradando a matéria orgânica. Por isso eles são classificados em três tipos principais, de acordo com a origem da matéria orgânica. Então, veja, abaixo, as características e os representantes de cada tipo:

  • Seres coprófagos: são seres vivos que se alimentam de matéria orgânica encontrada nas fezes de outros animais. Exemplos: alguns tipos de fungos, moscas e besouros;
  • Seres detritívoros: esse tipo de decompositor se alimentam de detritos de animais ou vegetais mortos, facilitando a ação dos microrganismos decompositores. Exemplos: minhocas, algumas lesmas, caracóis e tatu-bolinha;
  • Seres necrófagos: são animais carnívoros que podem se alimentar de cadáveres ou partes de outros animais que já estão em decomposição. Os microrganismos iniciam o processo de decomposição para que depois os seres necrófagos possam se alimentar. Por isso, podem ser chamados, popularmente, de carniceiros. Exemplos: urubus, hienas e alguns insetos, como as moscas.

Esses animais podem ser considerados, didaticamente, como decompositores, já que auxiliam o processo de decomposição. Porém, é a ação dos microrganismos que transforma a matéria orgânica em inorgânica.

Funções dos decompositores

Como falado anteriormente, os decompositores reciclam a matéria orgânica, fazendo com que os nutrientes inorgânicos voltem ao solo. Dessa forma, é possível reutilizá-los em uma nova etapa dos ciclos biogeoquímicos. Essa ciclagem de nutrientes é fundamental para a manutenção do ecossistema, pois garante um equilíbrio ecológico em que novos organismos podem utilizar esses nutrientes para produzir mais matéria orgânica.

Seres decompositores e seres detritívoros

Tanto os seres decompositores quanto os detritívoros são organismos que atuam no processo de decomposição. Porém, a principal diferença é que os seres decompositores são microrganismos, representados pelos fungos, bactérias e protozoários, que transformam a matéria orgânica em inorgânica. Enquanto os seres detritívoros são animais carnívoros que se alimentam de cadáveres, podendo auxiliar o processo de decomposição.

Aprenda mais sobre os decompositores

Abaixo, você encontra uma seleção de vídeos para te ajudar no entendimento do conteúdo estudado e aprofundar seus conhecimentos:

Seres decompositores na cadeia alimentar

Nessa aula, relembre os conceitos básicos sobre a cadeia alimentar e aprenda a função e importância dos decompositores. Aproveite o vídeo para tirar as dúvidas que ainda restam sobre o assunto.

A decomposição na compostagem

A compostagem é uma alternativa mais sustentável para o descarte do lixo. Isso porque a técnica consiste em transformar a lixo orgânico em adubo natural. Esse processo ocorre graças a ação dos decompositores. Veja o vídeo e saiba mais informações sobre a decomposição que ocorre na compostagem.

Importância da decomposição

Os decompositores compõe um dos níveis tróficos da cadeia alimentar e atuam na decomposição da matéria orgânica. Mas qual a importância da decomposição? Assista ao vídeo e entenda como esse processo ajuda outros seres vivos com a devolução de nutrientes para o solo.

Os decompositores são seres vivos que atuam na reciclagem dos nutrientes. Esses organismos transformam a matéria orgânica em inorgânica e deixam ela disponível no solo para os outros animais. Continue seus estudos em biologia e aprenda mais sobre o mutualismo, um tipo de relação ecológica entre duas espécies que ocorre nos ecossistemas.

Referências

A economia da natureza – Robert Ricklefs & Rick Relyea (2017)

Naomi Tanaka
Por Naomi Tanaka

Sou bióloga formada pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) com experiência em pesquisas acadêmicas na área da ecologia ambiental. Apaixonada pelas plantas e animais, busco simplificar conceitos científicos por meio da divulgação científica.

Como referenciar este conteúdo

Tanaka, Naomi. Decompositores. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/biologia/decompositores. Acesso em: 21 de September de 2021.

Exercícios resolvidos

1. [PUC-CAMPINAS]

Ao queimar o bagaço da cana para obter energia, o homem está desempenhando um papel comparável ao nível trófico dos:

a) Produtores primários

b) Desnitrificantes

c) Decompositores

d) Predadores

e) Parasitas

A alternativa correta é c) Decompositores.

É possível fazer essa comparação porque durante o processo de queima, uma matéria orgânica está sendo consumida para a produção de energia. Fato semelhante acontece durante a ação dos decompositores, que se alimentam de matéria orgânica para sobreviver. Ou seja, eles utilizam a matéria orgânica morta como uma fonte energética.

2.

Sobre os decompositores, assinale a alternativa correta:

a) os decompositores são representados principalmente por fungos, bactérias e plantas;
b) os seres detritívoros são animais carnívoros que atuam no processo de decomposição;
c) os saprófagos são um tipo de decompositores que se alimentam apenas de resíduos vegetais;
d) o processo de decomposição é caracterizado pela transformação de moléculas de carbono em água;
e) os decompositores são seres autótrofos que podem se alimentam de matéria orgânica disponível do solo.

A alternativa correta é b) os seres detritívoros são animais carnívoros que atuam no processo de decomposição.

Os seres detritívoros podem ser considerados um tipo de decompositor, pois atuam no processo de decomposição. Eles se alimentam de restos corporais de outros animais, facilitando a ação dos microrganismos decompositores.

Compartilhe

TOPO