Art Nouveau

Art Nouveau foi sinônimo de sofisticação e leveza nas artes. Tratou-se de um curto movimento artística que aliou o decorativismo provocada por linhas e formas sinuosas ao utilitarismo cotidiano.

Entre o século XVIII e a 1ª Guerra Mundial, a Europa passou por transformações dos modos de produção devido à Revolução Industrial. Este fenômeno não afetou somente o mercado e os meios de produção, mas também as artes. A partir da revolução, as artes e o design (artes aplicadas) estabeleceram uma relação muito próxima em alguns movimentos artísticos, como o Art Nouveau.

O que é a Art Nouveau?

Sarah Bernhardt (1896)
Alfons Maria Mucha.
Fonte: WikiArt

O Art Nouveau foi um movimento artístico que se iniciou na Europa entre o fim do século XIX e início do século XX. Apesar da curta duração, tem grande importância no desenvolvimento das artes modernistas. Teve influências do Movimento das Artes e Ofícios (Arts and Crafts) que estabeleceu uma relação entre arte, artesanato e produção industrial. Por isso, é movimento relacionado às artes decorativas, fruto do processo de industrialização.

Difundiu-se por países como França, Itália, Alemanha e República Tcheca. Entretanto, é possível encontrar referências por todo o ocidente. Podemos visualizar suas influências na arquitetura, no design de móveis e objetos decorativos, na pintura e na moda. Seu marco se dá pela forma inovadora apresentada nas criações dos artistas e arquitetos. Por esta razão recebeu o nome com significado de arte nova.

Principais características

  • Abusava das linhas e formas sinuosas inspiradas em elementos da natureza.
  • Utilização de materiais como ferro, metal e vidro devido à Revolução Industrial e sua maleabilidade.
  • Integração entre a função decorativa e utilitária no cotidiano.
  • Unidade estética entre todos os elementos da obra.

As características do Art Nouveau são consideradas inovadoras quando comparadas às produções artísticas que o antecedeu. O estilo se evidencia pela forma e presença no cotidiano.

Expressões e artistas da Art Nouveau

Historiadores acreditam que a Art Nouveau teve seu berço na arquitetura. Contudo, a forma inovadora de criar dos arquitetos não se limitou apenas à decoração e ornamentação de interiores e exteriores. Observe a identidade do estilo nas suas diversas manifestações.

Pintura

A bela e a Fera,
Elenore Abbott.
Fonte: WikiArt

A pintura teve sua influência no traço delicado, na sinuosidade das linhas e na delicadeza das formas. Alguns artistas produziram ilustrações de livros, cartazes e desenhos comemorativos. Observe a seguir:

  • Gustav Klimt (1862-1918): foi um dos artistas a participar da exposição Secessão de Viena. Nas suas obras, é possível visualizar uma composição com unidade visual, destacando pontos específicos, formas geométricas sinuosas e uma organização entre planos com as figuras e o fundo das imagens.
  • Retrato de Adele Bloch-Bauer (1907), Gustav Klimt. Fonte: WikiArt
  • Walter Crane (1845-1915): desenhou estampas para tapetes, tecidos, azulejos, vitrais e cerâmica. Também ilustrou livros como “A Bela e a Fera”.
  • Walter Crane (1874). Fonte: WikiArt
  • Alfons Mucha (1860-1939): foi um pintor, ilustrador e designer gráfico tcheco que ficou conhecido pelo seus cartazes de peças de teatro .
  • Primavera (1896), Alfons Mucha. Fonte: WikiArt

Arquitetura


Entrada Castelo de Beranger, Hector Guimard. Fonte: WikiMedia

Sendo o berço do estilo às artes aplicadas, grandes obras da arquitetura e do design se tornaram referências mundiais devido a graciosidade e desafio de execução. A seguir, acompanhe obras dos principais nomes relacionados à Art Nouveau.

  • Antonio Gaudí (1852-1926): o espanhol é considerado um dos grandes arquitetos do estilo. Trouxe uma identidade fantasiosa em suas obras e surpreende pelo uso das formas e da decoração. Dois exemplos de suas criações são a Casa Milá e a Igreja da Sagrada Família em Barcelona.
  • Interior do Templo Expiatório da Sagrada Família em Barcelona, Antonio Gaudí. Fonte: WikiMedia
  • Hector Guimard (1867-1942): o arquiteto francês ficou conhecido pelo uso de vidro e ferro nas suas obras e por apresentar um excesso de floralismo decorativista. Sua obras memoráveis são as entradas do metrô em Paris.
  • Entrada de metrô em Pais, Hector Guimard. Fonte: WikiMedia
  • Louis C. Tiffany (1848-1933): artista americano dedicado as artes aplicadas. Baseado em motivos naturais e inspirado na arte mourisca e japonesa, criou luminárias, vitrais e vasos.

  • Louis Comfort Tiffany (1899).
    Fonte: WikiArt
  • Émille Gallé (1846-1904): artista francês que desempenhou uma produção voltada a arte decorativa e ficou conhecido pelos seus jarros de vidro com linhas sinuosas.
    Clématites (1900),
    Émile Gallé.
    Fonte: WikiArt

Apesar do estilo ter perdurado pouco na linha do tempo da arte, grandes artistas criaram com as características do Art Nouveau por todo o ocidente nas mais diversas linguagens. Vale realizar uma pesquisa mais profunda sobre outros artistas que imprimiram sua personalidade em suas obras.

Art Nouveau no Brasil

Diferente do desenvolvimento nos países europeus e norte americanos, o Art Nouveau no Brasil não teve um grande número de obras e artistas adeptos ao estilo. As principais referências estão ligadas à arquitetura. Até os dias atuais, é possível apontar características do movimento em criações posteriores.

A Vila Penteado, projetada por Karl Ekman (1988-1940) em São Paulo, marca o estilo no país. Na mesma cidade, podemos ressaltar o Viaduto de Santa Ifigênica de Giulio Micheli, o Teatro Amazonas em Manaus, o Mercado de Ver-o-Peso em Belém do Pará e a Farmácia Carvalho em Porto Alegre.

Teatro Amazonas, Manaus. Fonte: WikiMedia

Vídeos sobre a as influências da Art Nouveau nas artes

Para compreender melhor como o estilo mudou a forma de se relacionar arte e cotidiano, assista a seguir alguns vídeo com mais exemplos das criações de fantásticos artistas.

Arquitetura

A partir do ponto de vista da arquitetura, observe como o estilo influenciou a decoração e criação de ambientes.

Mucha

Um grande feito da revolução industrial foi a possibilidade de desenvolver técnicas para auxiliar o design gráfico. Neste vídeo, você pode conhecer e observar o artista tcheco Alfons Mucha, famoso por produzir cartazes de espetáculo de teatro.

Moda

Confira neste podcast com referências visuais às influências da arte nova ao universo do design de moda.

O Art Nouveau, apesar de sua curta duração, ganhou espaço na história das artes e foi um movimento de muito valor aos modernistas que estavam por vir, por isso, aprofunde seus estudos sobre as Vanguardas Europeias.

Referências

PROENÇA, Graça. História da Arte. 17ª ed. São Paulo: Editora ABDR, 2012.

Por Vanderlei Bachega Junior
Exercícios resolvidos

1. [UEM]

A respeito do estilo Art Nouveau, é correto afirmar que
01) foi um estilo que buscava combinar as novas técnicas de produção do ferro com o uso de ornamentos.
02) o estilo se inspirava na arte japonesa, a qual descartava a simetria e explorava o efeito da curva sinuosa.
04) foi um estilo que se difundiu por toda a Europa e recebeu diferentes nomes como Modern Style, Jugendstil e Stile Liberty.
08) por se tratar de uma arte baseada no utilitarismo o estilo Art Nouveau não teve manifestações importantes fora da produção industrial.
16) Charles Rennie Mackintosh é considerado o representante máximo do estilo, por buscar formas mais sinuosas possíveis.

Somatória: 07 (01+02+04)

2. [ENADE]

O Art Nouveau foi um movimento que se desenvolveu no final do século XIX, na Europa, onde reinava um clima de
inovação nas artes, na arquitetura, no design de mobiliário e produto, nas artes gráficas e na moda. Ele floresceu de 1890
até a Primeira Guerra Mundial e nos diversos países onde ocorreu, ganhou nomes e estilos diferentes. Na França, foi
chamado Art Nouveau; na Alemanha, Jugendstil; na Áustria, Secession; na Itália, Liberty e, na Inglaterra, Modern Style.
Avalie as afirmações que se seguem.
I. O Art Nouveau se internacionalizou por se opor à esterilidade da era industrial, que se espelhava na aparência
pouco estética dos produtos fabricados por máquinas.
II. A bidimensionalidade, o ritmo linear e as cores planas das xilogravuras japonesas tiveram influência significativa
sobre as produções gráficas do movimento Art Nouveau.
III. O Art Nouveau dos franceses e belgas caracterizou-se pela ênfase nas formas orgânicas nas primeiras
manifestações anteriores a 1900 e por um conteúdo linear de formas puras, depois de 1900.
IV. O Art Nouveau austríaco, conhecido como Secession, está mais ligado à austeridade linear da Escola de
Glasgow, que explora a geometria, superfícies simplificadas e ornamentação mais restrita.
É correto apenas o que se afirma em
A I.
B II.
C I e III.
D II e IV.
E III e IV.

Resposta: D

Compartilhe nas redes sociais

TOPO