Estátua da Liberdade

A Estátua da Liberdade, presente da França aos EUA para comemorar a independência norte-americana, simboliza a liberdade do país.

A História da Estátua da Liberdade é um tanto curiosa e simboliza aspectos importantes sobre a noção de liberdade norte-americana. O presente vindo da França está bastante relacionado aos valores iluministas, sobre Liberdade, Igualdade e Fraternidade, remetendo à Revolução Francesa.

História da Estátua da Liberdade

iStock

A Estátua da Liberdade foi construída na França, pelo escultor Frederic-Auguste Bartholdi, em uma estrutura projetada por Eugene Emmanuel Viollet-le-Duc e Alexandre-Gustave Eiffel (o mesmo que projetou a Torre Eiffel). Sua produção foi concluída em julho de 1884, o que nos leva a pensar sobre as influências da Revolução Francesa.
Para que fosse possível transportá-la, a estátua precisou ser desmontada em 350 peças e embalada em mais de 200 caixas, e foi colocada a bordo da fragata francesa Isere, que realizou seu transporte até os Estados Unidos. Ela só chegou a Nova York um ano depois, em 1885. Em abril de 1886 se deu a construção do pedestal, um projeto do americano Richard Morris Hunt, e finalmente foi concluída.
A estátua levou cerca de 4 meses para ser completamente montada sobre o pedestal recém construído. A Estátua da Liberdade foi inaugurada pelo atual norte-americano da época, Grover Cleveland, no dia 28 de outubro de 1886.

Localização da Estátua da Liberdade

A Estátua da Liberdade está localizada na Ilha da Liberdade (Liberty Island), no porto de Manhattan, na cidade Nova Iorque, nos Estados Unidos da América.
Recentemente, há possíveis evidencias de que a obra sofreu alterações de ultima hora, já em seu local de construção.

Significado da Estátua da Liberdade

iStock

A Estátua da Liberdade é um ícone que simboliza a liberdade, a democracia e a esperança do povo estadunidense. O nome oficial da Estátua da Liberdade é “Liberdade Iluminando o Mundo” (em inglês, Liberty Enlightening the World). Com relação à sua representação, o monumento recorda a deusa romana da liberdade: “Libertas”. Ela traz em sua mão direita a tocha, simbolizando a iluminação que guia o caminho e na mão esquerda, segura o Declaração da Independência dos Estados Unidos com a data da Independência, dia 4 de julho de 1776.

Curiosidades sobre a Estátua da Liberdade

iStock

A Estátua da Liberdade é um símbolo importante e com muitas curiosidades envolvendo sua História

  • Você sabia que a Estátua da Liberdade está no Guinness, o livro dos recordes? A Estátua foi inclusa no livro em função de seu peso, 225 toneladas, o que a torna a estátua mais pesada do mundo. Seu tamanho também é impressionante, sem o pedestal a estátua mede quase 47 metros. Com o pedestal, alcança os 92,99 metros.
  • Para chegar ao topo da Estátua da Liberdade, você precisa subir 354 degraus, equivalente a 22 andares.
  • A Estátua da Liberdade foi considerada Patrimônio Mundial da UNESCO e em 2007, passou a ser considerada uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo.
  • Existem no mundo três exemplares idênticos do seu monumento, todos eles produzidos com os mesmos materiais e pelo mesmo escultor. As demais se tratam de cópias inspiradas nestas estátuas.
  • O Brasil também tem a sua própria Estátua da Liberdade, produzida pelo mesmo escultor que criou o famoso monumento norte-americano. A estátua feita em bronze, se encontra hoje no bairro histórico de Jaraguá, em Maceió, Alagoas.
  • O rosto da estátua foi inspirado no rosto da mãe do escultor Frédéric-Auguste Bartholdi.

Nesta matéria pudemos conhecer um pouco mais sobre a história da Estátua da Liberdade, um importante marco simbólico de um dos valores mais importantes para o povo norte-americano. Navegue pelo mundo da liberdade, conhecendo mais sobre liberdade de expressão.

Referências

The Statue of Liberty-Ellis Island Foundation. Disponível em: http://www.statueofliberty.org/ Acesso em: 18/07/2020

Ana Carolina Paes
Por Ana Carolina Paes

Mestranda do Programa de Pós Graduação em História (PPH-UEM). Graduada em Licenciatura em História (UEM) e Especialista em História das Religiões (UCAM).

Como referenciar este conteúdo

Paes, Ana Carolina. Estátua da Liberdade. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/historia/estatua-da-liberdade. Acesso em: 24 de September de 2020.

Exercícios resolvidos

1. [UNIFENAS]

A partir da leitura dos textos abaixo, identifique corretamente o momento histórico ao qual se referem. A Estátua da Liberdade, monumento cujo nome oficial é “A Liberdade Iluminando o Mundo”, na verdade é uma obra francesa. A ideia de sua construção partiu de Édouard Lefèbvre de Laboulaye, historiador e político francês que era grande admirador dos Estados Unidos. Depois do fim da Guerra de Secessão, em 1865, ele propôs ao governo de seu país enviar aos americanos um presente para celebrar o centenário da independência da ex-colônia inglesa, comemorado em 1876. O projeto, confiado ao escultor alsaciano Frédéric Auguste Bartholdi, deveria simbolizar a amizade entre os dois países. (Revista História Viva, edição 92, junho de 2011) O movimento que culminou na independência dos Estados Unidos da América, em 1776, pode ser corretamente relacionado aos ideais:

a) absolutistas.

b) feudais.

c) mercantilistas.

d) socialistas.

e) iluministas.

e) iluministas.

2. [Etec-SP]

Quando falamos da cidade de Nova Iorque, uma das primeiras coisas que vem à nossa mente é a Estátua da Liberdade. Você sabe o verdadeiro nome desse monumento? Na realidade, chama-se A Liberdade iluminando o mundo, e foi, em 1886, um presente dado pelo governo francês para os Estados Unidos, que comemoravam o centenário de sua independência.
Considerando essas informações, é correto afirmar que esse monumento:

a) foi dado pelos franceses aos estadunidenses, pois os Estados Unidos haviam sido uma colônia francesa de exploração.
b) representa a aliança firmada entre os EUA e a França naquele momento, devido ao início da Segunda Guerra Mundial.
c) aponta para a possibilidade da construção de um regime socialista nos EUA, semelhante ao da França pós-revolucionária.
d) demonstra que, desde a independência, os EUA aboliram a escravidão, garantindo assim a liberdade de todos os seus habitantes.
e) simboliza a relação histórica entre a independência dos Estados Unidos e os princípios da filosofia iluminista surgidos na França.

e) simboliza a relação histórica entre a independência dos Estados Unidos e os princípios da filosofia iluminista surgidos na França.

Compartilhe

TOPO