Softball

O softball é um esporte de taco e campo disputado oficialmente por equipes femininas.

Esta matéria apresenta aspectos da história, dos fundamentos e das regras do softball. Além disso, comenta a respeito de diferenças entre ele e o beisebol. Acompanhe para saber mais a respeito dessa modalidade esportiva.

História

O softball foi criado por George Hancok, em 1887, nos Estados Unidos, com o intuito de adaptar o baseball para espaços cobertos. Ele já recebeu nomenclaturas como: Mushball, Kittenball, Diamondball e Pumpkinball. Embora o intuito fosse praticá-lo em ambientes cobertos, com sua popularização, passou a ser praticado em locais abertos. Assim, tiveram origem os primeiros torneios em campo, cuja medida é de aproximadamente 60 metros de raio.

De acordo com a World Baseball Softball Association–WBSC, o softball passou a compor o quadro de esportes olímpicos na edição de Atlanta 1996, com ouro conquistado por Cuba. Esse esporte foi proposto como equivalente feminino do beisebol e, desse modo, configura-se como um esporte disputado oficialmente por equipes femininas, embora haja campeonatos masculinos. Retirado das Olimpíadas em Londres 2012, o softball voltará a ser disputado em Tóquio 2020.

Softball no Brasil

No Brasil, o esporte é chamado de “softbol”, ou também de “esporte de japoneses”. Isso se deve ao fato de que, desde a imigração japonesa do século XX, muitos descendentes de nipônicos residentes no país praticam e são reconhecidos na modalidade. Entretanto, o softball se difundiu no Brasil com os trabalhadores imigrantes norte-americanos, junto ao beisebol, a partir do início da década de 1900.

Fundamentos e regras

Em termos gerais, os fundamentos do softball são similares aos do beisebol, a despeito de algumas regras que diferenciam as modalidades. Desse modo, na sequência, veja alguns de seus fundamentos e as principais regras do softball.

Fundamentos

No softball, cada equipe (de nove ou dez jogadoras) deve rebater uma bola arremessada e buscar percorrer as quatro bases posicionadas no campo interno para obter a pontuação. O objetivo é marcar o maior número de corridas possíveis em uma partida para que, assim, a equipe ganhe o jogo por maior número de pontuação. Para isso, algumas regras são importantes. Veja-as a seguir.

Principais regras

  • Cada partida é composta por sete rodadas (innings) e, ao final de cada uma, alternam-se as posições de ataque e defesa entre as duas equipes que disputam a partida. Assim, a equipe atacante rebate e a equipe defensora arremessa a bola.
  • A arremessadora da bola se posiciona ao centro do campo interno, onde se encontra um montículo, sinalizando sua posição. Já a apanhadora se posiciona atrás da home plate (base em que se inicia o jogo), junto com a batedora.
  • Além dessas posições, deve haver uma jogadora posicionada em cada uma das três bases restantes. As demais jogadoras se distribuem pelo campo de jogo, em posições estratégicas.
  • Se a batedora tentar acertar a bola e errar, a arbitragem marca um strike, ou seja, uma desvantagem. Por outro lado, se ela não tentar acertar a bola, a arbitragem pode marcar tanto um strike quanto um ball, que representa uma vantagem para ela. Contudo, se a batedora acertar a bola, deve correr para as bases.
  • Se a batedora marcar três strikes, deve deixar o campo e passar sua vez para outra jogadora da equipe. Entretanto, caso ela marque quatro balls, isso significa que completou um walk, o que lhe permite avançar até a primeira base, aumentando as chances de pontuação da equipe.
  • A cada acerto da batedora, as jogadoras da equipe adversária devem tentar uma eliminação, ou seja, anular a jogada da batedora. Isso pode ocorrer quando uma jogadora adversária agarra a bola e toca a batedora com a bola, ou quando passa a bola resgatada para a home plate antes que a batedora chegue a essa base.
  • Caso a equipe defensora não consiga anular a rebatida, a batedora se salva ao chegar a qualquer uma das bases. Assim, se ela completar o circuito das bases, pontua um rum Desse modo, cada equipe ataca até que três de suas batedoras sejam eliminadas e, ao final da partida, ganha o time com maior número de runs.

Essas são as principais regras que fundamentam a modalidade. Regras mais específicas compõem o sistema de pontuação e código de conduta esportiva aplicado à modalidade.

Softball X beisebol

Algumas diferenças entre esses dois esportes é que o campo, no beisebol, e a bola, no softball, são maiores. Além disso, a duração do jogo é de 7 entradas no softball e de 9 entradas no beisebol. Outra diferença é o lançamento da bola, que no softball ocorre por baixo, saindo da altura do quadril, enquanto no beisebol ocorre por cima, saindo acima da cabeça.

Saiba mais sobre o softball

A seguir, você confere vídeos complementares ao conteúdo apresentado nesta matéria, favorecendo a compreensão a respeito das características e do funcionamento do esporte. Confira!

Regras do softball

Esse vídeo apresenta as regras do softball, comentando sobre as funções das equipes de ataque e defesa, além da configuração do jogo para que ocorram as pontuações. Confira para entender melhor as características do esporte.

Curiosidades do esporte

Esse vídeo apresenta características e aspectos históricos do softball, comentando a respeito de seu funcionamento, bem como de algumas curiosidades. Veja!

Partida de softball

Esse vídeo apresenta momentos de uma partida de softball disputada entre as equipes Lady Vols e Oklahoma Highlights, na Softball National Championship. Assista e confira como ocorre uma partida da modalidade.

Esta matéria apresentou aspectos característicos do softball, abordando elementos constitutivos de sua história e também de seu funcionamento, ao tratar de seus fundamentos e regras. Continue estudando sobre os esportes de taco e campo conferindo a matéria sobre beisebol.

Referências

Softball Brasil [on-line] – Disponível em: https://softbolbrasil.com/. Acesso em: 24 nov. 2020.

World Baseball Softball Confederation (WBSC) [on-line] – Disponível em: https://www.wbsc.org/. Acesso em: 24 nov. 2020.

João Paulo Marques
Por João Paulo Marques

Professor mestrando em Educação Física formado pela Universidade Estadual de Maringá. Pesquisador integrante do Grupo de Pesquisa Corpo, Cultura e Ludicidade (GPCCL/UEM/CNPq) e do Grupo de Estudos Foucaultianos (GEF/ UEM/CNPq). Temáticas estudadas envolvem corpo, subjetividade, discurso, cultura e saúde.

Como referenciar este conteúdo

Marques, João Paulo. Softball. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/educacao-fisica/softball. Acesso em: 17 de September de 2021.

Exercícios resolvidos

1. [EEAR-2019 (Adaptada)]

Escolha a alternativa que não está correta.

A) Beisebol e softball não receberam mais da metade dos votos do COI em Cingapura.

B) Beisebol e softball foram selecionados em 2005 para as Olimpíadas de Londres.

C) Squash e Karate não foram selecionados para os Jogos Olímpicos de 2012.

D) Beisebol e softbol fizeram parte das Olimpíadas de Atenas.

A resposta correta é a alternativa B).

O Beisebol e o softball passaram a compor os esportes olímpicos em 1992 e 1996, respectivamente.

2. [UFRJ-2018 (Adaptada)]

egundo Sadi (2010), o sistema de classificação proposto pela Pedagogia do Esporte leva em conta as condições e os objetivos das táticas dos jogos. Assim, I – Invasão; II – Rede/Parede; III – Rebatida/ Campo e IV – Alvo, servem como categorias em que as modalidades são enquadradas. Assinale a alternativa em que todas as modadlidades estão corretas e respectivamente relacionadas à classificação apresentada.

A) I-Voleibol; II- Peteca; III- Softbol; IV-Dardo.

B) I-Hóquei; II-Voleibol; III-Softbol; IV-Boliche.

C) I- Handebol; II- Kickbol; III- Bocha; IV-Tiro.

D) I- Rugby; II- Peteca; III-Bocha; IV-Tiro.

E) I- Hóquei; II-Tênis de mesa; III-Softbol; IV-Peteca.

A resposta correta é a alternativa B) I-Hóquei; II-Voleibol; III-Softbol; IV-Boliche.

Tiro, dardo e bocha são esportes de alvo.
Handebol, rugby e kickbol são esportes de invasão.
Peteca é esporte de rebatida.
Tênis de mesa é esporte de rede.

Compartilhe

TOPO