Lançamento de martelo

Lançamento de martelo é uma das provas disputadas no atletismo. Nessa prova, a marca é obtida pelo lançamento de um implemento na maior distância possível.

O lançamento de martelo é uma das provas disputadas no atletismo. Ela compõe as modalidades de arremesso e lançamento, junto com os lançamentos de disco e dardo e com o arremesso de peso. Dessa forma, abaixo serão apresentadas características gerais dessa prova, incluindo breves considerações históricas, regras básicas e fases do lançamento. Acompanhe para conhecê-las.

Índice do conteúdo:

História do lançamento de martelo

O lançamento de martelo é uma modalidade cuja origens remetem à antigos jogos de povos celtas. Lendas relacionam essa modalidade a jogos Tailteann, realizados em Tara (Irlanda) em 1830 a. C., aproximadamente. Além de lendas, a mitologia celta atribui a um herói mitológico (Cuchulain), o arremesso de uma roda de carruagem, girando-a por cima de sua cabeça.

Posteriormente, a roda de carruagem fora substituída por uma pedra presa a uma alça de madeira e, depois, por martelos de ferreiros. Em algumas tribos germânicas (povos teutões), o lançamento de martelo compunha festivais religiosos, sendo praticado em homenagem ao Deus Thor. Além disso, estátuas e desenhos indicam que a prática era comum entre irlandeses da Idade Média e também do século XVI.

A partir do século XVII a modalidade já era regularmente praticada como prova de atletismo em países como Inglaterra, Irlanda e Escócia. No entanto, suas regras ainda não eram bem delimitadas. Por exemplo, os martelos utilizados, forjados em ferro, não possuíam medidas de peso e comprimento do cabo prescritas. A padronização desses e de outros aspectos ocorreram em 1875, encabeçadas por praticantes ingleses.

A participação olímpica dessa modalidade ocorreu, pela primeira vez, na edição de Paris 1900. Contudo, a modalidade foi disputada apenas por homens até 2000, quando a categoria feminina foi inserida nos Jogos Olímpicos de Sydney. Atualmente, o recorde feminino olímpico pertence à polonesa Anita Wlodarczyky, com a marca de 82,29 m. Já o recorde olímpico masculino pertence ao russo Sergey Litvinov, com a marca de 84,80 m.

Lançamento de martelo no Brasil

A primeira participação do Brasil nas provas de atletismo olímpico aconteceu na edição de Paris 1924. Nesse evento, o atleta José Galimberti disputou a prova de lançamento de martelo, obtendo a vigésima colocação. Em território nacional, a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) reconhece como primeiro recorde na modalidade o do paulistano Assis Naban, obtido no VII Campeonato Brasileiro, em 1933, com a marca de 46,13 m. Outros atletas brasileiros incluem:

  • Wagner José Alberto de Carvalho Domingos;
  • Marynna de Jesus;
  • Ana Lays Bayer;
  • Allan da Silva Wolski;
  • Mariana Grasielly Marcelino.

Agora que você já conhece um pouco da história dessa prova e alguns nomes importantes para o esporte, veja, a seguir, como é praticada o lançamento de martelo e aprenda sobre suas regras e fases de lançamento.

Como funciona o lançamento de martelo?

O lançamento é iniciado dentro de uma base circular de concreto (círculo de lançamento com 2,13 m de diâmetro) e é considerado válido quando o martelo cai no setor de lançamento (ângulo de 34,92° em relação ao centro do círculo). Além disso, o atleta não pode ultrapassar o limite do círculo antes de o martelo tocar o solo e deve sempre sair do círculo por sua parte posterior.

Assim, o atleta inicia o arremesso com os pés inertes e suas mãos segurando a alça do martelo. Então, gira o martelo cerca de três a quatro vezes sobre o próprio corpo e, na sequência, inicia os giros em torno do próprio eixo, cerca de duas a três vezes. Com isso, alcança velocidade para, enfim, soltar o martelo, lançando-o para frente e para cima.

Regras

  • O objetivo dessa prova do atletismo é lançar o martelo o mais longe possível, aterrando-o nos limites definidos.
  • O atleta deve iniciar suas três tentativas de lançamento a partir de uma posição estacionária no círculo de lançamento.
  • Não é considerado falha se qualquer parte do martelo atingir a gaiola após ter sido lançado e cair na área de queda fora da gaiola.
  • É considerado falha se a cabeça do martelo, no primeiro contato com o solo, tocar a linha do setor de lançamento ou qualquer parte/objeto fora dela.
  • O martelo deve consistir nas seguintes partes: cabeça, cabo e manopla. A cabeça deve ser feita de ferro sólido, latão ou outro metal menos maciço que o latão. O cabo deve ser de arame de aço com pelo menos 3 mm de diâmetro. Já a manopla deve ser rígida e articulada ao cabo por um anel, de modo a não permitir ações giratórias nessa articulação.
  • O peso dos martelos utilizados para o lançamento são de 3 kg ou 4 kg para mulheres e de 5 kg, 6 kg e 7,26 kg para homens, variando conforme a categoria (Sub-18, Sub-20 ou Adulto.
  • A gaiola de proteção é obrigatória em provas realizadas em estádios concomitantemente com outras provas ou fora de estádios e com espectadores presentes. Ela deve ser projetada em forma de “U”, posicionada a 7 metros de distância do centro do círculo de lançamento, possuir abertura de 6 metros de largura e alturas mínimas de 7 m a 10 m, conforme a disposição dos painéis.
  • A gaiola também deve ser disposta de modo a não oferecer risco de ricochete sobre o atleta ou acima dela mesma. Além disso, não deve permitir que o martelo a atravesse ou passe por baixo de seus painéis.
  • O local em que o martelo toca o solo é demarcado e verificado em relação ao ângulo permitido para validar o lançamento. Com base na distância verificada pelos árbitros é feita a classificação dos atletas para definir o vencedor, a partir da maior distância alcançada.

Fases

  • Empunhadura e posição de partida: a empunhadura corresponde à pegada na manopla, apoiando-a nas falanges distais e sobrepondo a mão esquerda pela direita. A empunhadura é feita em posição de partida, ou seja, de costas para o setor de lançamento. Portanto, o atleta se posiciona na metade posterior do círculo, com as pernas afastadas, aproximadamente na largura dos ombros e de costas, ao setor de lançamento enquanto realiza a empunhadura.
  • Balanceios para os molinetes: são dois tipos. Um inicia pela direita e para trás do corpo, partindo de uma flexão seguida de uma extensão lateral de tronco para o início do molinete. Já o outro inicia com uma elevação do martelo à frente do corpo, seguida de uma oscilação para trás, entre as pernas, e do impulso para cima e para a direita, seguindo conforme o primeiro descrito.
  • Molinetes: consistem em movimentos de rotação do tronco com os braços em extensão total. Nesses movimentos, o corpo é arqueado de modo a transferir o peso do corpo para o lado contrário ao do martelo. Isso se dá com o deslocamento do quadril para o lado oposto ao do martelo.
  • Giros: os giros aumentam a força centrífuga gerada pelos molinetes. Para isso, após o último molinete, o atleta transfere o peso para a perna esquerda, que servirá de pivô para os giros. Assim, os giros são feitos externamente sentido ao setor de lançamento, em velocidade crescente e sobre o calcanhar esquerdo, enquanto o pé direito gira sobre a planta, em meios giros.
  • Lançamento: o lançamento em si parte das pernas, em continuidade aos giros, impulsionado o quadril e o tronco. O atleta deve, então, manter os braços estendidos, o tronco inclinado e tracionar o martelo, levando-o para trás e para cima na continuidade do giro e soltando-o na sequência, na altura dos ombros.
  • Reversão: refere-se a um momento de inversão das pernas com o intuito de não transpor o limite do círculo de lançamento. Assim, o atleta pode levar a perna esquerda para trás no lançamento, flexionar a perna direita ou mesmo continuar girando sentido ao centro do círculo.

Equipamentos

  • Martelo.
  • Luva de couro.
  • Cabo para o martelo.
  • Manopla.
  • Cinto para proteção da coluna.

Embora possua um objetivo com fundamento relativamente simples (lançar um objeto), o lançamento de martelo é uma prova com elevado nível de complexidade técnica, como demonstram as fases descritas.

Saiba mais sobre o lançamento de martelo

A seguir estão alguns vídeos complementares ao conteúdo apresentado nesta matéria. Os vídeos tratam de características gerais descritas acima, como as regras e as fases do lançamento. Além disso, apresentam sugestões de atividades para confeccionar e praticar o lançamento de martelo. Não deixe de assisti-los.

Regras do lançamento de martelo

Esse vídeo comenta a respeito das regras básicas do lançamento de martelo apresentadas na matéria. O vídeo apresenta também as partes que compõem o martelo e o local de lançamento, incluindo o círculo e o campo em que o implemento é lançado. Confira para compreender melhor as regras dessa prova do atletismo.

Confecção do martelo e atividade lúdica

Nesse vídeo, a aluna Jéssica Bungi explica como confeccionar um martelo com materiais alternativos para experienciar o lançamento de martelo. No vídeo, ela também apresenta uma atividade lúdica para praticar essa modalidade, demonstrando-a ao final. Além disso, ela comentar sobre algumas capacidades desenvolvidas por meio da atividade com os alunos. Assista para conferir.

Revisando e exercitando

Nesse vídeo é feita uma retomada das principais características do lançamento de martelo apresentadas nesta matéria. O vídeo complementa o conteúdo ao pontuar a exclusão da modalidade dos Jogos Olímpicos e apresentar imagens e vídeos de lançamentos, favorecendo a percepção dos aspectos dos movimentos descritos. Confira!

O lançamento de martelo é disputado em um dos setores da pista de atletismo. Por serem os setores espaços gramados, as provas realizadas nesses setores são, por vezes, referidas como provas de campo do atletismo. Tais provas incluem os saltos, os arremessos e os lançamentos. Portanto, para saber mais sobre os lançamentos e sobre as provas de campo do atletismo, conferira a matéria sobre o lançamento de dardo.

Referências

Confederação Brasileira de Atletismo (On-line) – Disponível em: https://www.cbat.org.br/novo/. Acesso em: 02 de jul. de 2021.

Hammer Throw (On-line) – Disponível em: http://hammerthrow.org/. Acesso em: 02 de jul. de 2021.

Lançamento de martelo feminino (On-line) – Disponível em: https://www.olimpiadatododia.com.br/toquio-2020/jogos-olimpicos/atletismo/lancamento-de-martelo-feminino/. Acesso em: 02 de jul. de 2021.

Praticando o atletismo de forma lúdica (2014) – Genário Mendes de Oliveira.

João Paulo Marques
Por João Paulo Marques

Professor mestrando em Educação Física formado pela Universidade Estadual de Maringá. Pesquisador integrante do Grupo de Pesquisa Corpo, Cultura e Ludicidade (GPCCL/UEM/CNPq) e do Grupo de Estudos Foucaultianos (GEF/ UEM/CNPq). Temáticas estudadas envolvem corpo, subjetividade, discurso, cultura e saúde.

Como referenciar este conteúdo

Marques, João Paulo. Lançamento de martelo. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/educacao-fisica/lancamento-de-martelo. Acesso em: 17 de September de 2021.

Exercícios resolvidos

1. [UECE-2018]

O Atletismo se insere no conteúdo Esportes e deve ser apresentado aos alunos nas aulas de Educação Física Escolar. São provas de atletismo apresentadas no conteúdo Esportes:

a) arremesso de disco e lançamento de dardo.
b) arremesso de martelo e lançamento de peso.
c) arremesso de peso e lançamento de martelo.
d) arremesso de dardo e lançamento de disco.

A resposta correta é a alternativa c.
Como indicado inicialmente na matéria, há no atletismo um conjunto de provas descritas como de arremesso e lançamento, sendo que, desse conjunto, apenas o peso se caracteriza como uma prova de arremesso. Desse modo, a justificativa para a resolução dessa questão se fundamenta na distinção básica entre um lanamento e um arremesso esportivos, qual seja: um arremesso consiste no ato de empurrar um implemento e o lançamento consiste em sua projeção no espaço.

2.

As fases do lançamento de martelo são descritas conforme características fundamentais de cada momento que compõe as ações do lançamento. Desse modo, assinale a alternativa que apresenta as fases do lançamento de martelo, conforme apresentadas na matéria:

a) Empunhadura, posição de balancete, balancete, giros, aceleração, lançamento e reversão.
b) Empunhadura, posição de partida, reversão, balancete, molinete, giro e lançamento.
c) Empunhadura, posição de partida, balancete, giro, lançamento, molinete e reversão.
d) Empunhadura, posição de partida, balancete, molinete, giro, lançamento e reversão.

A resposta correta é a alternativa d. Embora as fases de gestos técnicos esportivos possam ser descritas de diferentes modos, a literatura demonstra certo consenso quanto à descrição das fases do lançamento esportivo do modo como apresentada na matéria, podendo ou não serem distinguidos os momentos de empunhadura e posição de partida.

Compartilhe

TOPO