Corrida com obstáculos

Corrida com obstáculos é uma prova de corrida disputada no atletismo na qual homens e mulheres devem transpor obstáculos dispostos no percurso.

As corridas com obstáculos constituem provas individuais disputadas no atletismo, configurando-se a partir de elementos específicos. Desse modo, são apresentadas nesta matéria características gerais e regras básicas dessas provas. Com isso, você conhecerá os elementos da corrida com obstáculos e entenderá seu funcionamento. Acompanhe.

Breve história da modalidade

As provas com barreiras compõem o cenário esportivo desde a Grécia Antiga, integrando as competições do decatlo grego. No entanto, as provas com barreiras, enquanto modalidades independentes, surgiram no século XIX. Nesse período, espacialmente na Inglaterra de 1886, Arthut Croome criou uma técnica específica para transpor as barreiras utilizadas nas provas. Essa técnica de salto é a utilizada até hoje.

A prova com obstáculos, no entanto, surgiu em Edimburgo, na Escócia. Há quem defenda que sua organização foi inspirada em provas de hipismo e que a prática ocorria desde 1828. Por outro lado, há também quem argumente que essa inspiração decorre de corridas realizadas com percurso entre cidades das Ilhas Britânicas, no formato de corrida de orientação (corridas chamadas de steeple-chase). Entretanto, esses aspectos não são consensuais.

Em seu formato esportivo moderno, essa prova teve distância padronizada em 2.000 e 3.000 metros de distância. No entanto, apenas a segunda distância compõe sua disputa nas Olimpíadas, iniciada na edição de Paris 1920. Portanto, os atletas dessa prova têm como objetivo percorrer a distância informada em uma pista com obstáculos, saltando-os para completar o percurso. Veja a seguir nomes de alguns atletas olímpicos que se destacam na modalidade.

Atletas destaque na corrida com obstáculos:

  • Saif Saaeed Shaheen (Quênia);
  • Altobeli da Silva (Brasil);
  • Zenaide Vieira (Brasil);
  • Norah Jeruto (Quênia);
  • Hyvin Jepkemoi (Quênia).

Como indicado a partir dos nomes mencionados, as provas de corrida com obstáculos podem ser disputadas por mulheres e por homens. Ambos os atletas percorrem a mesma distância nas provas oficiais, embora os obstáculos possuam algumas características distintas. Desse modo, entenda a seguir como a prova é organizada.

Como funciona a corrida com obstáculos?

Nessa prova os atletas percorrem o percurso saltando todos os obstáculos posicionados na pista, obrigatoriamente, sendo quatro obstáculos e um fosso d’água por volta. Portanto, nas provas de 3.000 metros, são realizadas um total de 28 saltos sobre obstáculos e 7 saltos sobre o fosso d’água. Para isso, os atletas devem observar algumas regras básicas. Veja quais são essas regras a seguir.

Regras básicas da corrida com obstáculos

  • O número de voltas na pista de corrida varia conforme a disposição do fosso d’água na pista, dado que sua posição pode ser interna (raia de corrida 1) ou externamente (raia de corrida 8) relacionada a ela;
  • A contagem dos saltos sobre obstáculos por volta é iniciada somente após a linha de chegada ser passada pela primeira, ou seja, após o atleta ter completado meia volta na pista de corrida;
  • A distância entre os obstáculos deve corresponder à quinta parte do comprimento normal de uma volta na pista de corrida;
  • Os obstáculos da corrida devem medir 91,4 cm de altura para as provas masculinas e 76,2 cm de altura para as provas femininas, e ao menos 3,94 m de largura para ambos. Além disso, devem pesar entre 80 kg e 100 kg cada obstáculo;
  • O fosso d’água deve possuir superfície angulada, medindo 3,66 metros de comprimento e 70 centímetros de profundidade em sua parte mais funda. Assim, a parte do fosso mais próxima (em baixo) da barreira deve ser a mais profunda, tornando-se mais rasa conforme se distancia dela;
  • Um atleta não é desclassificado caso caia ou, eventualmente, derrube uma barreira, desde que não o faça intencionalmente e complete o percurso da prova;
  • É considerado vencedor o atleta que completar a prova, incluindo saltar sobre os obstáculos, no menor tempo.

Apresentadas as regras básicas da corrida com obstáculos, você sabe o que difere essa modalidade da corrida com barreiras? Veja a seguir.

Corrida com obstáculos X corrida com barreiras

As corridas com barreiras são disputadas em provas de 100 m (feminina), 110 m (masculina) e 400 m (ambos), enquanto as corridas com obstáculos são disputadas em provas de 2.000 m e 3.000 m, como dito anteriormente. No entanto, o que difere essas duas modalidades é principalmente sua composição, dado que somente na corrida com obstáculos o fosso d’água é utilizado como obstáculo/barreira a ser transposta pelos atletas.

Saiba mais sobe os saltos com obstáculos

Veja a seguir alguns vídeos complementares ao conteúdo apresentado nesta matéria. Nos vídeos são apresentadas ilustrações e explicações que contribuem para entender o funcionamento da modalidade, bem como a preparação dos atletas que a disputam. Não deixe de conferir.

Características gerais da corrida com obstáculos

Nesse vídeo você confere explicações ilustrativas a respeito das características da corrida com obstáculos apresentadas nesta matéria, incluindo as regras básicas e o funcionamento da modalidade. Além disso, o vídeo comenta sobre alguns aspectos técnicos relacionados aos saltos e às corridas dessa modalidade. Assista para entender melhor.

Transposição dos obstáculos

Veja nesse breve vídeo explicativo os objetos que compõem a prova de corrida com obstáculos, ou seja, as barreiras e o fosso d’água. No vídeo a professora Milena Morais comenta sobre as características desses objetos e também a respeito das fases do movimento de salto sobre eles (técnica de transposição da barreira).

Preparação de atletas

Esse vídeo comenta acerca dos aspectos históricos da modalidade descritos nesta matéria, além de características requeridas aos atletas dessa modalidade. Além disso, apresenta sugestões de exercícios voltados ao aperfeiçoamento da técnica de salto sobre os obstáculos, dando dicas a respeito dos elementos destacados e também de materiais alternativos para realiza-los. Assista para se familiarizar com aspectos do treinamento de atletas dessa prova.

A corrida com obstáculos é considerado uma das provas de corrida mais complexas do atletismo, especificamente devido aos elementos mesclados e que a compõem. Continue estudando sobre o atletismo e suas provas conferindo a matéria sobre os lançamento de peso.

Referências

Confederação Brasileira de Atletismo. [On-line]. Disponível em: https://www.cbat.org.br/novo/. Acesso em: 19 de mai. de 2021.

João Paulo Marques
Por João Paulo Marques

Professor mestrando em Educação Física formado pela Universidade Estadual de Maringá. Pesquisador integrante do Grupo de Pesquisa Corpo, Cultura e Ludicidade (GPCCL/UEM/CNPq) e do Grupo de Estudos Foucaultianos (GEF/ UEM/CNPq). Temáticas estudadas envolvem corpo, subjetividade, discurso, cultura e saúde.

Como referenciar este conteúdo

Marques, João Paulo. Corrida com obstáculos. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/educacao-fisica/corrida-com-obstaculos. Acesso em: 03 de August de 2021.

Exercícios resolvidos

1. [IMA-2018]

Na prova do Atletismo Corrida com Obstáculos, as distâncias padrão serão 2.000m e 3.000m. Em uma prova oficial de 3.000m, haverá quantos saltos sobre obstáculos?

a) 18 saltos sobre obstáculos.
b) 28 saltos sobre obstáculos.
c) 7 saltos sobre obstáculos.
d) 12 saltos sobre obstáculos.

Como explicado na matéria, a resposta correta é a alternativa b, devido à organização dos objetos na pista de atletismo e à distância a ser percorrida.

2.

A respeito da corrida com obstáculos, avalie as afirmações a seguir:

I) Nas corridas com obstáculo, não é permitido bloco de partida no momento da largada.

II) As corridas com obstáculos e com barreiras se diferem somente nas distâncias a serem percorridas.

III) Se um atleta cair em um obstáculo ou derruba-lo durante a prova é desclassificado.

IV) A prova de corrida com obstáculos possui duas configurações: 2.000 m e 3.000 m, alterando-se a quantidade de obstáculos a serem transpostos no percurso.

Estão incorretas as afirmações:
a) I e II.
b) II e IV
c) II e III.
d) I e III.

A resposta correta é a alternativa c. A segunda afirmação é incorreta, pois, além das distâncias, essas provas também se diferem nos obstáculos a serem transpostos. Já a terceira afirmação está incorreta, pois, os atletas não são desclassificados se caírem em um obstáculo ou o derrubarem. Desde que não seja intencionalmente, a única implicação nesses casos é o prejuízo quanto à sua posição em relação aos demais competidores.

Compartilhe

TOPO