Hipismo

O hipismo é um esporte de montaria a cavalo praticado com intuito performático, buscando a perfeição técnica dos movimentos dos animais.

Esta matéria apresenta conteúdos a respeito do hipismo, uma prática esportiva realizada a partir do adestramento de cavalos. Mais precisamente, aborda aspectos históricos do esporte, suas modalidades e regras, além de curiosidades e videoaulas a seu respeito. Acompanhe:

História do hipismo

O hipismo é um esporte em que os(as) atletas disputam provas demonstrativas montando cavalos. Esse esporte teve origem na segunda metade do século XIX, decorrente da prática de passeios e corridas a cavalo, bem como da caça às raposas, hábitos comuns aos ingleses. Assim, os ingleses passaram a reproduzir esses hábitos campestres em locais menores e fechados, criando, então, obstáculos que substituíssem aqueles encontrados na natureza.

Desse modo, a prática foi sendo aprimorada e esportivizada. Com isso, foram atribuídas a ela regras específicas e categorias para a disputa das provas, as quais se apresentam configuradas por idade e grau de preparo técnico. Posteriormente, o esporte passou a compor o quadro de modalidades disputadas nos Jogos Olímpicos da Era Moderna já em sua primeira edição, em Atenas 1896.

Hipismo no Brasil

O torneio de Cavalaria de 1641 foi a primeira competição de hipismo realizada no Brasil, na então chamada cidade de Maurícia (atual Recife). A competição hípica fazia parte da proposta de reformulação urbana e cultural do príncipe holandês Maurício de Nassau, recém-chegado ao Brasil. O torneio foi disputado pelo grupo de cavaleiros holandeses, alemães, franceses e ingleses contra o grupo de brasileiros e portugueses, sendo estes o grupo vitorioso.

Modalidades e regras

Atualmente, o hipismo apresenta três modalidades ou disciplinas olímpicas: Salto, Adestramento e Concurso Completo de Equitação (CCE). Além disso, o esporte apresenta também a disciplina de Adestramento Paraequestre, disputada nos Jogos Paralímpicos. Saiba mais sobre elas a seguir:

Saltos

Essa disciplina consiste na realização de uma prova de percurso em que obstáculos espalhados pela pista devem ser superados pelo(a) atleta e seu cavalo. Desse modo, o objetivo é saltar os obstáculos no tempo estabelecido com o menor número de penalidades possível. Algumas regras dessa disciplina estão listadas a seguir:

  • Nessa disciplina, a disputa ocorre nas categorias individual ou em equipes;
  • Na disputa individual, os(as) vinte melhores atletas disputam duas rodadas finais, sendo considerado vencedor(a) aquele(a) que obtiver o menor número de erros;
  • Na disputa por equipes, os conjuntos são compostos por quatro atletas, sendo as piores notas da equipe descartadas no decorrer da competição;
  • O percurso é composto por 12 a 16 tipos diferentes de obstáculos e, a cada erro cometido nesses obstáculos, o(a) atleta é penalizado(a) em um ponto. Assim, ao final das provas, ganha aquele(a) que tiver menos pontos negativos ou de penalização.

Adestramento

Também chamada de dressage, em francês, essa modalidade tem como objetivo demonstrar o desenvolvimento dos movimentos naturais do cavalo (como andar, trotar e galopar). Desse modo, durante a apresentação, o cavalo deve transmitir uma imagem confiante, atenta e de harmonia e comunicação clara com seu condutor. Compõem as regras dessa modalidade os seguintes elementos:

  • As provas podem ser realizadas em área aberta ou em pistas fechadas, desde que o solo seja de areia e o espaço, de 20 m por 60 m;
  • Os atletas devem realizar movimentações de manobras obrigatórias (“reprise”), previstas e pré-determinadas pelo programa de provas;
  • As movimentações são avaliadas por três ou cinco juízes, que ficam distribuídos pelo percurso da prova. Por sua vez, os movimentos devem ser memorizados e executados com harmonia e perfeição pelo cavalo e seu condutor;
  • As disputas são categorizadas conforme a idade dos atletas e o grau de dificuldade das provas, sendo que, para essa modalidade, existem três categorias: Amador, Profissional e Sênior;
  • As notas são atribuídas em scores de 0 a 10, somadas e, assim, apresentadas em percentual. Desse modo, determina-se o vencedor conforme o melhor percentual obtido.

CCE

Essa modalidade requer dos participantes o domínio de três disciplinas diferentes: dressage, cross caountry e jumping. As competições são realizadas ao longo de três dias de provas – um dia para cada disciplina. Desse modo, no decorrer das provas, os participantes vão acumulando suas pontuações para, ao final, ser definido o vencedor da modalidade. Veja algumas de suas regras:

  • Ao realizarem a dressage, os participantes devem demonstrar padrões de movimento para três juízes, que vão avaliá-los e descontar pontuações de seus erros e imperfeições;
  • Nas provas de cross country, são realizados aproximadamente 40 saltos em obstáculos com aumento progressivo da dificuldade. Nessa disciplina, erros de salto e extensão do tempo permitido para a prova são penalizados;
  • As provas de jumping são compostas pela realização de um teste de percurso de saltos sobre cercas móveis, sendo penalizados os erros de salto;
  • Ao final da última prova, são contabilizados os pontos totais e definido como vencedor o atleta que tiver acumulado o menor número de penalizações no decorrer das provas.

Hipismo paralímpico

Essa modalidade é disputada por atletas com deficiência visual e/ou fisicomotora (paralisados, com deficiência nos membros inferiores ou de baixa estatura). Nesse formato, a modalidade apresenta apenas uma disciplina, que é a de Adestramento Paraequestre. Veja, a seguir, suas principais regras:

  • Os(as) atletas são classificados(as) para as provas conforme a deficiência e julgados pela capacidade ou habilidade equestre demonstrada;
  • Há quatro graus de classificação por deficiência, variando conforme sua severidade;
  • A disputa pode ocorrer nos formatos individual, em equipes ou estilo livre;
  • Nas provas individuais e por equipe, os movimentos a serem realizados são pré-estabelecidos, de acordo com a deficiência do(a) atleta;
  • Nas provas de estilo livre, as disputas em conjunto são acompanhadas por música e apresentam padrões de movimentos específicos e coreografados a serem realizados;
  • Cada detalhe das provas é avaliado por cinco juízes para a determinação da pontuação do(a) atleta.

Essas são algumas características e regras das principais modalidades do hipismo. Conheça mais sobre esse esporte a seguir conferindo curiosidades a seu respeito!

Curiosidades

Na sequência, são apresentadas curiosidades sobre o hipismo para que você conheça outros aspectos do esporte. Veja!

  • Os atletas e as atletas de hipismo recebem o nome de cavaleiros e amazonas, respectivamente, para todas as modalidades ou disciplinas do esporte.
  • O cavaleiro mais velho a disputar a modalidade até os dias atuais é o general austríaco Arthur Von Pongracz. A competição em questão foi na modalidade de Adestramento dos Jogos Olímpicos de Berlim 1936.
  • A amazona britânica Lorna Johnstone é a mulher mais velha que já disputou o hipismo nas Olímpiadas. Esse marco se deu na modalidade de Adestramento da edição dos Jogos de Munique 1972, ocasião em que ela tinha 70 anos.
  • As mulheres iniciaram suas competições nesse esporte na edição das Olimpíadas de Helsinque 1952.
  • O hipismo é a única modalidade de esporte olímpico em que as mulheres disputam em igualdade de condições com os homens, tanto nas provas individuais quanto nas provas de equipes mistas.
  • A primeira disputa de Adestramento Paraequestre aconteceu nos Jogos Paralímpicos de Nova Iorque 1984.

Essas são algumas curiosidades do hipismo, apresentadas para favorecer o conhecimento acerca do esporte e complementar o conteúdo apresentado. Para saber mais a respeito dessa prática esportiva, confira os vídeos a seguir!

Saiba mais sobre o hipismo

A seguir, você encontra vídeos complementares que visam a contribuir para a compreensão do esporte e também do conteúdo apresentado nesta matéria. Acompanhe:

Modalidades do hipismo olímpico

Esse vídeo comenta sobre características e regras das três disciplinas do hipismo olímpico, ilustrando os elementos constitutivos das provas disputadas em cada uma. Assista para compreender melhor as modalidades do esporte!

Hipismo paralímpico

Aqui, comenta-se sobre a modalidade de hipismo paralímpico, destacando a classificação dos atletas nas categorias de disputa. Confira e se informe a respeito!

Regras do hipismo saltos

Nesse vídeo, são apresentadas as regras e as características da disciplina de saltos do hipismo. Acompanhe para entender a dinâmica e o funcionamento da modalidade!

Esta matéria apresentou características do hipismo, comentando sobre suas modalidades e regras e complementando o conteúdo com curiosidades e vídeos a respeito desse esporte. Continue estudando sobre o universo esportivo aprendendo também sobre o ciclismo!

Referências

Comitê Paralímpico Brasileiro [on-line] – Disponível em: https://www.cpb.org.br/. Acesso em: 27 nov. 2020.
Confederação Brasileira de Hipismo [on-line] – Disponível em: http://cbh.org.br/. Acesso em: 27 nov. 2020.
Fédération Equestre Internationale [on-line] – Disponível em: https://www.fei.org/. Acesso em: 27 nov. 2020.

João Paulo Marques
Por João Paulo Marques

Professor de Educação Física graduado pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Pesquisador integrante do Grupo de Pesquisa Corpo, Cultura e Ludicidade (GPCCL/UEM/CNPq) e do Grupo de Estudos Foucaultianos (GEF/ UEM/CNPq). Pesquisas focalizando corpo, subjetividade, discurso e cultura física.

Como referenciar este conteúdo

Marques, João Paulo. Hipismo. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/educacao-fisica/hipismo. Acesso em: 26 de January de 2021.

Exercícios resolvidos

1. [IFB-2017]

Segundo Costa e Greguol (2013), a deficiência motora refere-se aos problemas osteomusculares ou neurológicos que afetam a estrutura ou a função do corpo, interferindo na motricidade. Diante deste contexto, assinale a alternativa que melhor representa uma sequência de esportes adaptados destinados a pessoas com deficiência motora que foram disputados nas Paralimpíadas Rio 2016.

A) Bocha; esgrima; goalball.
B) Esgrima; handebol; hipismo.
C) Hipismo; bocha; iatismo.
D) Atletismo; ciclismo; judô.
E) Judô; equitação; rugby em cadeira de rodas.

A resposta correta é a alternativa C.

Os esportes adaptados para a prática por pessoas com deficiência motora buscam adequações que favoreçam as movimentações possíveis dos atletas, de modo a contribuir para que possam atingir o objetivo da modalidade em questão.

2. [TJPE-2009 (Adaptada)]

A Ginástica, marco dos movimentos no início dos tempos, vem-se propagando em suas diversas formas de apresentação, seja ela de competição, do desempenho coletivo e individual, na escola, da terceira idade, da infância, da reabilitação, da qualidade de vida saudável, enfim, das formas mais abrangentes de atuação.
Para a prescrição, apresentação e orientação adequada de exercícios, é importante conhecer bem o papel que desenvolverá a ginástica para a sociedade como para o praticante.
O responsável pela atividade física deverá ter conhecimento de como é organizada uma ação motora complexa, quais as capacidades de trabalho do praticante a fim de conseguir o aperfeiçoamento funcional do organismo desejado.
Deverá também saber os seus limites, o funcionamento dos grupos musculares envolvidos, as fontes energéticas para o trabalho e como elevar a efetividade dos objetivos propostos.

Portanto, em relação às ginásticas, marque a alternativa correta.

O atletismo, as lutas, a natação, o hipismo, os jogos populares, como também as danças eram considerados componentes da Ginástica até por volta do século XVIII. Essa afirmação é:

A) Correta.
B) Incorreta.
C) Correta tirando o hipismo.
D) Correta somente pelo atletismo.
E) Correta somente com as lutas.

A resposta correta é a alternativa A.

Embora o hipismo emerja como uma modalidade esportiva após a segunda metade do século XIX, na Inglaterra, práticas de montaria equestre já eram comuns ao universo esportivo desde os Jogos Olímpicos da Antiguidade, a exemplo da corrida de carruagem, bem como de outras formas de equitação.

Compartilhe

TOPO