Canoagem

A canoagem é um esporte aquático disputado em águas calmas ou turbulentas com canoas, caiaques e remos.

Você conhece bem a prática da canoagem? Saiba sobre suas características históricas e fundamentais, as modalidades e as regras desse esporte aquático, além da diferença entre canoa e caiaque, instrumentos utilizados para sua prática. Acompanhe a seguir:

História da canoagem

A canoagem é praticada desde povos egípcios (XV a. C.) e também astecas (III a IX a. C.). Contudo, atualmente se apresenta como uma prática recreativa e também um esporte aquático, sendo disputado em uma canoa (canoeing) ou em um caiaque (kayahing). Para isso, a/o canoísta (nome do praticante) utiliza um remo com uma ou duas pás que lhe possibilitam mover a embarcação.

Segundo a Confederação Brasileira de Canoagem, a prática esportiva da canoagem decorre da criação da gronelandais, uma embarcação criada por ingleses no início do século XIX. As inspirações para essa embarcação foram canoas utilizadas por indígenas na América do Norte para atravessar corredeiras e também caiaques feitos de madeira e pele de foca, usados por esquimós para pesca e transporte de alimentos na costa do continente americano.

Assim, a canoagem se tornou um esporte olímpico na edição dos Jogos de Berlim 1936, apresentando-se na modalidade Velocidade. Posteriormente, na edição de Barcelona 1992, foi admitida oficialmente também na modalidade Slalomem. Desse modo, para ambos os estilos (canoa e caiaque) é possível competir em três categorias, compostas por um, dois ou quatro atletas por embarcação.

Fundamentos da canoagem

Os fundamentos da canoagem podem ser descritos, de forma geral, em manobras e técnicas de remada, como vistos a seguir:

  • Equilíbrio: apoios de pressão, de suspensão e rolamento;
  • Propulsão: técnicas de remada e posicionamento adequado do corpo na embarcação;
  • Condução: controle da embarcação – frente, trazeira e timão.

Essas são ações fundamentais a serem aprendidas e aperfeiçoadas pelos canoístas.

As manobras de equilíbrio buscam (re)estabelecer a estabilidade entre embarcação, canoísta e remo. Já as manobras de propulsão objetivam o deslizamento da embarcação para ambas as direções sem que ela gire. Por sua vez, as manobras de condução são aquelas que visam manter o eixo da embarcação, corrigindo suas rotações. Diante disso, é importante frisar que essas manobras constituem ações por vezes combinadas entre si durante a prática.

Agora que já conhece um pouco da história e dos fundamentos da canoagem, confira suas modalidades.

Modalidades da canoagem

Veja a seguir as modalidades de canoagem e conheça suas principais características.

Slalom

iStock

Disputada em corredeiras (águas agitadas) naturais ou artificiais, objetiva completar um determinado percurso no menor tempo e com menor número de erros possíveis. Assim, há pontos específicos no percurso pelos quais os atletas precisam passar. Esses pontos, chamados de portas ou balizas, são sinalizados por cores que sinalizam os sentidos em que a embarcação deve ser girada em relação à corrente de água.

Velocidade

iStock

Essa modalidade é disputada em águas calmas, geralmente em lagos, tendo como objetivo o cumprimento de um percurso no menor período de tempo. Portanto, as trajetórias do percurso podem ser de 200 m, 500 m ou 1.000 m.

Rafting

iStock

Caracterizado pela descida de rios e corredeiras em botes infláveis, o rafting é um esporte radical praticado em grupo compostos de cinco a oito pessoas. O objetivo dessa modalidade é a superação dos obstáculos naturais encontrados no percurso (pedras, corredeiras, quedas d’água, etc.) em coletividade.

Além dessas principais modalidades, existem outras, como:

  • Canoagem Tradicional: modalidade originalmente praticada por comunidades ribeirinhas, com o uso de canoas de madeira. No entanto, com o tempo, foi ganhando reconhecimento esportivo e passando a integrar currículos escolares da região amazônica.
  • Maratona: consiste em remar grandes distâncias em águas calmas em períodos que podem chegar a três horas de competição.
  • Descida: caracteriza-se pela descida de corredeiras em um percurso pré-definido no menor tempo possível.
  • Canoagem Oceânica: ocorre no mar e, assim como as demais modalidades, consiste em percorrer o percurso estabelecido no menor tempo possível.
  • Canoagem Onda: divide-se em outras três modalidades (Waveski, Kayaksurf e Sharkpaddle) que variam no posicionamento dos atletas (sentado ou em pé). Essa modalidade consiste, portanto, na realização de manobras de surf combinadas com técnicas de remada.
  • Caiaque polo: similar ao polo aquático, essa modalidade consiste em um jogo entre duas equipes de cinco canoístas que disputam entre si com o objetivo de marcar gol no adversário. Para isso, tanto os remos quanto as mãos podem ser utilizados para passes de bola durante a partida, cuja duração total é de 20 minutos.
  • Canoagem polinésia (Va’a): popular em locais como Nova Zelândia, Havaí e Taiti, essa modalidade utiliza dois estilos de canoas: uma acomodando 6 remadores e outra 12 remadores. Nessa modalidade, cada remador possui uma função específica.

Regras

Veja a seguir as principais regras das modalidades Slalom e Velocidade, disputadas nos Jogos Olímpicos.

Canoagem Slalom

  • A prova de slalom objetiva descer uma corredeira de águas brancas no menor tempo possível passando, assim, por portas dispostas no percurso sem tocá-las.
  • O slalom pode ser disputado tanto em canoa quanto em caiaque, devendo o atleta utilizar obrigatoriamente os equipamentos de segurança (capacete, colete salva-vidas e roupa impermeável).
  • A modalidade slalom admite quatro provas: caiaque individual feminina (K1), caiaque individual masculina (K1), canoa individual masculina (C1) e canoa dupla masculina (C2).
  • O percurso das provas de slalom é de no máximo 400 m. Desse modo, ao longo do percurso são posicionados de 18 a 25 portas, devendo ser posicionadas 6 portas contra a corrente.
  • Cada porta possui um número de identificação e uma cor. As portas vermelhas sinalizam o direcionamento a favor da corrente e as verdes contra a corrente.
  • Caso os atletas passem pelas portas e as toquem, recebem penalizações de 2 seg., as quais são descontadas do tempo final da prova.
  • Se um atleta deixar de passar por alguma porta, recebe uma penalização de 50 seg. no tempo final da prova.
  • As provas são disputadas em duas descidas eliminatórias, levando-se em consideração o melhor tempo obtido. Assim, os melhores canoístas disputam as semifinais e as finais (10 melhores).

Canoagem Velocidade

  • A canoagem de velocidade objetiva cobrir uma determinada distância no menor tempo possível, superando os adversários.
  • Essa modalidade pode ser disputada em canoas, nas provas individuais (C1) ou em duplas (C2). Contudo, ela também pode ser disputada em caiaques, nas provas individuais (K1), em duplas (K2) ou em quartetos (K4).
  • As provas são disputadas em águas paradas, em percurso reto sinalizado por raias cujas distâncias podem ser de 200 m, 500 m ou 1.000 m, a depender da prova disputada.

Essas são as regras das duas principais modalidades desse esporte, as quais integram o quadro de jogos olímpicos. Agora que já as conhece, entenda a seguir as diferenças entre a canoa e o caiaque.

Diferença entre canoa e caiaque

As canoas desse esporte são embarcações abertas, nas quais os atletas remam sobre um dos joelhos utilizado um remo com apenas uma pá. Já os caiaques são embarcações fechadas, os canoístas competem sentados, utilizando remos com duas pás, uma em cada extremidade. Além disso, os caiaques possuem um leme, acionado com os pés.

Agora que você aprendeu tudo sobre a prática da canoagem, continue estudando sobre os esportes aquáticos conferindo esta matéria sobre natação.

Referências

Confederação Brasileira de Canoagem [On-line] – Disponível em: http://www.canoagem.org.br/#gsc.tab=0 Acesso em: 02 jan. 2021.

Associação Brasileira de Rafting [On-line] – Disponível em: http://www.raftingbrasil.com.br/ Acesso em: 02 jan. 2021.

João Paulo Marques
Por João Paulo Marques

Professor mestrando em Educação Física formado pela Universidade Estadual de Maringá. Pesquisador integrante do Grupo de Pesquisa Corpo, Cultura e Ludicidade (GPCCL/UEM/CNPq) e do Grupo de Estudos Foucaultianos (GEF/ UEM/CNPq). Temáticas estudadas envolvem corpo, subjetividade, discurso, cultura e saúde.

Como referenciar este conteúdo

Marques, João Paulo. Canoagem. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/educacao-fisica/canoagem. Acesso em: 17 de September de 2021.

Exercícios resolvidos

1. [PSC-GO/2019]

Marque a alternativa abaixo que contenha somente modalidades ou provas acíclicas?

A) voleibol, handebol e futebol.
B) basquete, handebol e canoagem.
C) canoagem, remo e maratona aquática.
D) remo, corrida e caminhada.

A resposta correta é a alternativa A.

Atividades físicas são classificadas em cíclicas, acíclicas ou semicíclicas de acordo com as suas características.

As atividades cíclicas são caracterizadas pela realização de movimentos repetidos e prolongados, como as braçadas na natação, as pedaladas no ciclismo e as puxadas no remo.

As atividades acíclicas são mais dinâmicas e espontâneas, não se restringem a um padrão de movimentos repetidos, embora possa apresentar movimentações repetidas. São exemplos esportes como o futebol, o vólei e o boxe.

2.

Analise as seguintes afirmações sobre a canoagem:

I) Sua prática se origina de uma embarcação inglesa criada no início do século XIX, inspirada em canoas indígenas usadas para a pesca e transporte de alimentos por indígenas da América do Norte.

II) As modalidades olímpicas, Velocidade e Slalomem, passaram a compor os Jogos na edição de Berlim 1936.

III) Fundamenta-se em movimentos manobra e técnicas de remada, categorizados em: equilíbrio, propulsão e condução.

IV) As modalidades de canoagem são: Velocidade, Slalomem, Rafting, tradicional, oceânica e onda.

Estão corretas:

A) Somente o que se afirma em I e II.
B) Somente o que se afirma em I e IV.
C) Somente o que se afirma em I e III .
D) Somente o que se afirma em II e III.
E) Somente o que se afirma em II e IV.

A resposta correta é a alternativa C.

A assertiva II está incorreta, pois, a modalidade Slalomem foi admitida nos Jogos Olímpicos apenas na edição de Barcelona 1992.

A assertiva IV está incorreta, pois, além das modalidades mencionadas, existem ainda as modalidades maratona, descida, caiaque polo e polinésia.

Compartilhe

TOPO