Used to

Used to é usado para indicar situações ou estados passados que não ocorrem mais.

Existem várias expressões em inglês que são muito usadas no cotidiano. O termo used to é uma delas, podendo indicar hábitos ou situações passadas que não ocorrem mais. Além disso, pode expressar algo a que se está acostumado. Acompanhe, a seguir, mais informações e videoaulas sobre o uso da expressão:

Como usar

O used to, assim como foi dito anteriormente, expressa hábitos passados ou a ideia de estar acostumado a algo. Então, a estrutura básica usada é formada por sujeito + used to + verbo + complemento, sendo que o used to não varia de acordo com o pronome. Veja mais detalhes sobre de seu uso em frases afirmativas, negativas e interrogativas:

Em frases na afirmativa

Nesse caso, usamos o used to para falar de situações que ocorriam, fatos e hábitos passados que não são verdade no presente ou de algo a que se está acostumado. Nesse último caso, a estrutura usada é sujeito + verbo to be + used to + complemento. Veja os exemplos:

.

  • We used to talk everyday. (Nós costumávamos conversar todo dia.)
  • I’m used to the noise. (Eu estou acostumado com o barulho.)

Em frases na negativas

No caso de frases negativas, O used to é precedido por didn’t ou pelo verbo to be seguido por not. Além disso, nessa situação, torna-se use to, já que o didn’t contém a flexão do passado. Assim, temos: sujeito + didn’t + use to + verbo + complemento ou sujeito + verbo to be + not + used to + complemento.

  • They didn’t use to watch a lot of movies. (Eles não costumavam assistir muitos filmes.)
  • You aren’t used to running a lot. (Você não está acostumada a correr muito.)

Em frases interrogativas

Para formar perguntas, colocamos did ou didn’t no início das frases e, assim como em sentenças negativas, a expressão é escrita sem a flexão do passado, ficando use to. Portanto, a estrutura das frases é: did ou didn’t + sujeito + use to + complemento.

  • Did she use to swim on Sundays? (Ela costumava nadar nos domingos?)
  • Didn’t he use to work there? (Ele não costumava trabalhar lá?)

Logo, o used to aparece quando queremos falar sobre fatos passados que não ocorrem mais no presente ou coisas com as quais alguém está acostumado. Tanto nas frases negativas quanto nas interrogativas, o passado aparece no did ou didn’t e, dessa forma, a expressão é escrita no presente, ficando, assim, use to.

Used to X be used

Assim como foi dito anteriormente, existe dois usos distintos usando a estrutura used to. Caso a frase apresente a estrutura be used to – ou seja, apresente o verbo to be antes expressão -, usamos para indicar alguma coisa com a qual alguém está acostumado. Veja os exemplos abaixo:

  • I used to paint on weekends. (Eu costumava pintar nos finais de semana.)
  • You used to play video games everyday. (Você costumava jogar videogame todo dia.)
  • We’re used to cleaning the house weekends. (Nós estamos acostumados a limpar a casa nos fins de semana.)
  • She’s used to fixing her car. (Ela está acostumada a consertar o carro dela.)

Além do verbo to be, acrescentamos ing (conhecido como o gerúndio) ao final do verbo principal. Lembrando que esse uso da expressão difere do explicado no início da matéria devido a essas características. Caso a frase não apresente o verbo to be antes do used to, a sentença se refere a algo que ocorria no passado, porém não é mais uma verdade no presente.

Used to X would

Tanto used to quanto would são usados para ilustrar situações passadas que não ocorrem mais. Quanto a isso, essas expressões não são muito diferentes. Contudo, elas se distinguem pelo fato de que used to pode ser usado para indicar estados, além de fatos passados, enquanto would aparece apenas em casos de situações passadas. Entenda melhor com os exemplos abaixo:

  • We used to be classmates. (Nós costumávamos ser colegas de classe.)
  • We would study together every Wednesday. (Nós estudávamos juntos toda quarta-feira.)
  • She used to be a teacher. (Ela costumava ser professora.)
  • She would teach Biology on Mondays. (Ela ensinava biologia segunda-feira).

Assim, podemos perceber que ambas as expressões são bem semelhantes no seu uso. Porém, quando se trata de estados passados – algo que alguém era ou uma profissão que tinha, por exemplo -, usamos apenas used to. Além disso, would é um termo mais formal.

Vídeos para se acostumar com used to

Entendeu quando usar a expressão? Se você precisa de mais informações sobre seu uso, separamos vídeos que vão te auxiliar a compreender melhor. Confira:

Como usar e como pode aparecer nas traduções

No vídeo, a professora apresenta o used to e maneiras possíveis de entender essa expressão em português. Além disso, ela explica como usá-la e fala sobre sua importância no inglês.

Pronúncia e usos

Aqui, o professor, que é estadunidense, explica as características do used to usando bastantes exemplos e explicando a pronúncia. Acompanhe!

Diferentes expressões com used to

Nesse vídeo, o professor explica as diferenças e usos das expressões used to, be used to e get used to. Confira!

Portanto, compreendemos que o used to é usado em situações passadas, podendo expressar também estados passados. Para aprender mais sobre a língua inglesa, veja nossa matéria sobre tempos verbais em inglês e continue seus estudos!

Referências

Learning English – the flatmates: archive language points 69 – BBC Learning English
Cambridge Dictionary (2016) – Ronald Carter et al.
Is it Used to or Use to? How to use both – Catherine Traffis

Ícaro Gonçalves
Por Ícaro Gonçalves

Professor de inglês formado em Letras Inglês pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) em 2020, cursando bacharelado em tradução pela mesma universidade. Ministrou aulas de inglês EAD através do Programa de Integração Estudantil (Prointe).

Como referenciar este conteúdo

Gonçalves, Ícaro. Used to. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/ingles/used-to. Acesso em: 22 de September de 2020.

Exercícios resolvidos

1. [ENEM 2010]

Viva la Vida

I used to rule the world
Seas would rise when I gave the word
Now in the morning and I sleep alone
Sweep the streets I used to own

I used to roll the dice
Feel the fear in my enemy’s eyes
Listen as the crowd would sing
“Now the old king is dead! Long live the king!”

One minute I held the key
Next the walls were closed on me
And I discovered that my castles stand
Upon pillars of salt and pillars of sand […]

MARTIN, C. Viva la vida, Coldplay. In: Viva la vida or Death and all his friends. Parlophone, 2008.

Letras de músicas abordam temas que, de certa forma, podem ser reforçados pela repetição de trechos ou palavras. O fragmento da canção Viva la vida, por exemplo, permite conhecer o relato de alguém que

a) costumava ter o mundo aos seus pés e, de repente, se viu sem nada.

b) almeja o título de rei e, por ele, tem enfrentado inúmeros inimigos.

c) causa pouco temor a seus inimigos, embora tenha muito poder.

d) limpava as ruas e, com seu esforço, tornou-se rei de seu povo.

e) tinha a chave para todos os castelos nos quais desejava morar.

a) costumava ter o mundo aos seus pés e, de repente, se viu sem nada.

No início da música, o used to estabelece que algo que era verdade no passado, o que é enfatizado pelo uso de now (agora) – que indica o contraste entre o passado e o presente.

2.

Escolha a alternativa que melhor completa as frases abaixo:
We ________ be dancers. We ________ dance every day.

a) would – be used to

b) used to – were

c) used to – would

d) would – used to

e) be used to – would

c) used to – would

Na primeira frase, temos o verbo be, ou seja, está indicado algo que alguém costumava ser – um estado passado. Para expressar essa ideia, usamos o used to. O would expressa um hábito passado que não ocorre mais.

Compartilhe

TOPO