Inércia

É possível que um corpo mantenha seu movimento mesmo quando não existe nenhuma força atuando sobre ele. Isso é explicado a partir da Lei da Inércia.

Para Aristóteles, a origem dos movimentos de objetos devia-se ao fato de que eles “procuravam seu lugar de repouso”. Quando uma bola cai, seu lugar natural é o solo, ou seja, em “estado de repouso”. Mas o que seria a inércia segundo a ideia newtoniana? Entenda sobre esse conceito, veja exemplos de aplicação da 1° lei de Newton e exercícios resolvidos!

Índice do conteúdo:

Lei da Inércia

A inércia nada mais é do que uma propriedade geral da matéria. Em outras palavras, essa propriedade afirma que uma partícula por si só (ou sob ação de força resultante nula) não consegue modificar sua velocidade, isto é, ela não sai do seu estado de repouso ou do movimento uniforme.

De uma maneira formal, a 1° Lei de Newton, ou Lei da Inércia, pode ser descrita da seguinte forma:

A inércia é uma propriedade geral da matéria pela qual uma partícula, livre de forças ou sujeita à ação de força resultante nula, mantém-se em equilíbrio – em repouso ou em movimento retilíneo uniforme -, mantendo sua velocidade vetorial constante.

Essa lei consegue explicar algumas situações do nosso cotidiano. Pensando nisso, iremos apresentar algumas dessas situações a seguir para que você entenda o conceito de inércia.

Exemplos do conceito de inércia

Os airbags de um carro, juntamente com o cinto de segurança, são um perfeito exemplo da inércia em nosso cotidiano. Além disso, podemos citar também a ida de ônibus para o trabalho ou para qualquer outro lugar, principalmente quando se está em pé dentro do veículo. Vamos então entender cada um desses exemplos:

O airbag e o cinto de segurança

Dois itens muito importantes para a segurança dentro de um carro em movimento são o airbag e o cinto de segurança. Isso se deve ao fato de que ambos impedem as pessoas de continuarem em movimento após uma batida, ou seja, uma parada brusca do carro.

Quando um carro está em movimento, seus ocupantes também estão em movimento, considerando uma pessoa que está vendo o veículo do lado de fora passando por ela. Se esse carro parar de uma vez ou bater, as pessoas em seu interior tenderão, por inércia, a continuarem em movimento. O airbag e o cinto de segurança servem para que o movimento das pessoas seja interrompido quase que instantaneamente, evitando assim tragédia.

Em pé dentro do ônibus

Suponha que você esteja em pé dentro de um ônibus indo trabalhar ou estudar e ele esteja parado em um semáforo. Quando o ônibus sai do estado de repouso, você irá se sentir como sendo “atirado” para o lado contrário ao movimento do veículo. Isso acontece porque você tende a permanecer em repouso em relação à Terra.

Existem muitos outros exemplos em que a inércia pode ser aplicada no nosso cotidiano, mas eles ficarão a seu cargo como estudante! Dessa forma, você cria o hábito de pesquisar e desenvolve ainda mais suas habilidades de estudo!

Vídeos sobre a 1° Lei de Newton

Para que seus estudos fiquem ainda mais completos, apresentaremos videoaulas sobre a Lei da Inércia a seguir. Acompanhe!

A Lei da Inércia explicada

Nesse vídeo, é apresentado um pouco da história sobre a inércia e sobre como Newton conseguiu chegar à lei que leva o seu nome.

Um experimento sobre a inércia de um corpo

Aqui, você confere como um ovo cai em uma jarra com água por inércia. Acompanhe o experimento no vídeo!

Exercícios resolvidos

Para que você não fique com nenhuma dúvida sobre o conteúdo, esse vídeo apresenta a resolução de exercícios. Confira!

Para finalizar e fixar melhor o conteúdo, não deixe de conferir os exercícios resolvidos abaixo. E para continuar seus estudos de física, aprenda também sobre as leis de Newton!

Referências

As faces da física (2007) – Wilson Carron e Osvaldo Guimarães
Física para o ensino médio – volume 1 (2016) – Kazuhito Yamamoto e Luiz Felipe Fuke

Guilherme Santana da Silva
Por Guilherme Santana da Silva

Graduado no curso de Física pela Universidade Estadual de Maringá. Professor assistente em um colégio de ensino médio e preparatório para os vestibulares. Nas horas vagas se dedica à vida religiosa, praticar mountain bike, tocar bateria, dar atenção à família e cuidar de suas duas gatinhas Penélope e Mel.

Como referenciar este conteúdo

Santana, Guilherme. Inércia. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/fisica/inercia. Acesso em: 21 de October de 2020.

Exercícios resolvidos

1. [UNESP]

As estatísticas indicam que o uso de cinto de segurança deve ser obrigatório para prevenir lesões mais graves em motoristas e passageiros no caso de acidentes. Fisicamente, a função do cinto está relacionada com a:

a) Primeira Lei de Newton;
b) Lei de Snell;
c) Lei de Ampére;
d) Lei de Ohm;
e) Primeira Lei de Kepler.

RESPOSTA: A

JUSTIFICATIVA:
Conforme a Primeira Lei de Newton, um corpo tende a permanecer em movimento caso a somatória das forças que atuem sobre ele seja zero. Nesse caso, o cinto de segurança exerce uma força sobre o corpo.

2. [PUC-MG]

A respeito do conceito de inércia, pode-se dizer que:

a) inércia é uma força que mantém os objetos em repouso ou em movimento com velocidade constante.
b) inércia é uma força que leva todos os objetos ao repouso.
c) um objeto de grande massa tem mais inércia que um de pequena massa.
d) objetos que se movem rapidamente têm mais inércia que os que se movem lentamente.

RESPOSTA: C

JUSTIFICATIVA:
a) FALSO. A inércia é uma propriedade da matéria, e não uma força.
b) FALSA. A mesma ideia da alternativa anterior.
c) CORRETO. Quanto maior a massa de um corpo, maior será a sua inércia. Isso se deve ao fato de que, quanto mais pesado é um corpo, mais difícil é colocá-lo em movimento ou até mesmo pará-lo ou acelerá-lo. Por exemplo, é mais fácil colocar em movimento um carrinho de compras vazio do que um que esteja cheio de compras.
d) FALSO. A inércia está relacionada à massa de um corpo, e não à sua velocidade.

Compartilhe

TOPO