Jogos cooperativos

Os jogos cooperativos são práticas lúdicas que visam estimular a colaboração em dinâmicas do dia a dia, seja no contexto educacional formal, no ambiente de trabalho ou em outros espaços sociais.

Os jogos cooperativos são atividades desenvolvidas com o intuito de melhorar a qualidade das relações interpessoais e de promover valores sociais, como a coletividade e a compreensão. Confira um pouco mais sobre esses jogos e veja algumas sugestões de atividades.

Principais características

iStock

Os jogos cooperativos são práticas que fomentam um ambiente de coletividade e de ajuda entre as pessoas de um determinado grupo. Esse ambiente é criado com o intuito de promover a empatia e o respeito mútuo, fortalecendo as relações grupais e interpessoais. Nesse sentido, destaca-se que:

  • Por meio de jogos e brincadeiras, busca-se criar um clima de descontração que permita desenvolver vínculos de confiança entre os indivíduos do grupo;
  • O agir e o pensar coletivamente constituem o maior desafio nos jogos cooperativos, negando-se comportamentos como: trapacear, enganar ou tirar vantagem do outro em benefício próprio;
  • Na dinâmica dos jogos cooperativos, preza-se pela compreensão das limitações e potencialidades do outro, reconhecendo-as e as mobilizando para a resolução de tarefas e de situações criadas;
  • Esses jogos são considerados didáticos e metafóricos, pois buscam evidenciar a importância da ação conjunta para alcançar objetivos e superar adversidades e desafios;
  • A principal contribuição dos jogos cooperativos é a promoção de valores sociais, uma vez que as dinâmicas evidenciam a necessidade de se atentar para as características e particularidades dos outros indivíduos. Com isso, incita-se a atenção para o bem-estar das relações interpessoais e, consequentemente, valores como empatia, respeito e cooperação são estimulados.

Os jogos cooperativos são uma alternativa para melhorar a qualidade das relações interpessoais, contribuindo para desenvolver um clima harmônico e colaborativo. Além disso, também se constitui como um caminho para a resolução de conflitos entre indivíduos e grupos, uma vez que propõem uma forma de aprendizagem estratégica e afetiva.

Jogos cooperativos X jogos competitivos

O que distingue os jogos cooperativos de jogos competitivos é, principalmente, o fato de não possuírem caráter competitivo ou eliminatório. Nos jogos cooperativos, não há vencedores, perdedores, eliminações ou exclusões, ao contrário, busca-se estimular a colaboração e a compreensão das diferenças, visando a superação de adversidades, limitações, inseguranças e medos entre os participantes. Assim, por meio desses jogos, os jogadores são incitados a identificar características singulares e próprias dos demais indivíduos ou grupos envolvidos na dinâmica.

10 jogos cooperativos para jogar agora mesmo

Em termos gerais, jogos cooperativos podem ser pensados a partir de atividades lúdicas que simulem o cumprimento de uma determinada tarefa ou a resolução de uma determinada situação em coletividade. Também podem ser elaborados a partir da adaptação de regras de esportes ou de outros jogos competitivos, tendo em vista a colaboração e a interatividade. Veja algumas sugestões de jogos cooperativos.

1. Jogo das notícias

  • Objetivo do jogo: estimular o acolhimento e a partilha de maneira lúdica.
  • Materiais necessários: folhas de jornal.

Similar ao jogo das cadeiras, cada participante recebe uma folha de jornal que, uma a uma, vai sendo retirada do jogo ao longo da dinâmica. Conforme forem diminuindo as folhas, os participantes devem dividir o espaço das folhas restantes para que todos possam posicionar um dos pés sobre elas. A brincadeira termina quando restar apenas uma folha.

2. Porta bandeira

  • Objetivo do jogo: estimular o trabalho em equipe.
  • Materiais necessários: um pedaço de madeira ou tecido e uma bola (ou similar).

O grupo deve carregar a bola de um ponto A a um ponto B. No entanto, a bola deve ser conduzida por todos os integrantes, apoiada em seus respectivos instrumentos (madeira ou tecido).

3. Desenho orientado

  • Objetivo do jogo: estimular a orientação e a comunicação.
  • Materiais necessários: caneta, papel e venda, ou similares.

Em duplas, um participante deve orientar o outro no desenho de uma figura, no final, os participantes mostram o resultado para os demais e invertem-se os papeis. As instruções variam conforme idade, contexto e propósitos do jogo.

4. Notícia fragmentada

  • Objetivo do jogo: estimular a comunicação e a criatividade.
  • Materiais necessários: revistas e jornais, tesoura, cola e papel em branco (ou similares).

Os participantes devem montar manchetes a partir de palavras encontradas em jornais e revistas, reorganizando-as. Os grupos podem ser organizados a partir do número de pessoas e da quantidade de material disponível.

5. Nó humano

  • Objetivo do jogo: estimular a ação coletiva e a atenção às limitações corporais.
  • Materiais necessários: pessoas cooperativas.

Os integrantes do grupo devem dar as mãos a colegas que não estiverem ao lado, de modo a cruza-las. Quando todos estiverem segurando as mãos uns dos outros, a brincadeira tem início. O grupo deve buscar estratégias para desatar o “nó” sem soltar as mãos. A atividade deve ser adaptada conforme limitações identificadas no grupo.

6. Infindável

  • Objetivo do jogo: estimular a participação coletiva.
  • Materiais necessários: bola de vôlei ou similar.

A bola deve ser compartilhada entre todos os participantes da dinâmica, sendo passada por meio de toque e manchete (fundamentos do vôlei) ou outros movimentos, sem deixar a bola cair no chão. Podem ser contabilizados pontos conforme todos os integrantes passarem a bola. Também pode ser estabelecido um tempo limite para que todos a tenham passado aos demais.

7. Cabo de guerra

  • Objetivo do jogo: estimular a participação coletiva.
  • Materiais necessários: corda ou similar.

Em dois grupos, os participantes devem delimitar uma linha central a ser ultrapassada por um dos lados. Os grupos devem se organizar estrategicamente para fazer com que o outro grupo ultrapasse a delimitação.

8. Gincanas

  • Objetivo do jogo: desenvolver atividades lúdicas em grupo.
  • Materiais necessários: a depender das tarefas estabelecidas, conforme características e sugestões de cada indivíduo do grupo.

Uma série de atividades isoladas ou articuladas podem ser pensadas para a gincana, conforme finalidade proposta (ensino, comemoração, motivação, treinamento, etc.).

9. Desenho coletivo

  • Objetivo do jogo: estimular a ação coletiva de modo lúdico.
  • Materiais necessários: canetas, pincéis e tinta, fitas coloridas e afins.

O grupo deve realizar uma arte coletivamente, usando a criatividade e interagindo para dar forma à imagem criada.

10. Enigma

  • Objetivo do jogo: estimular a comunicação e a formação de pensamentos coletivos.
  • Materiais necessários: cartões de pistas.

Similar a um caça-tesouros, nesse jogo o grupo terá pistas distribuídas pelo ambiente. Ao decifrarem o enigma das pistas, o grupo tem direito ao “tesouro”, que pode ser definido coletivamente.

Diversas atividades podem ser pensadas como jogos cooperativos, a depender do propósito ao qual elas se destinam. Nesta matéria, vimos algumas sugestões, além de características desses jogos. E você, pensou em alguma sugestão? Que tal propor um jogo cooperativo a colegas?

Vejamos mais sobre os jogos cooperativos

A seguir você encontra alguns vídeos ilustrando o conteúdo abordado nesta matéria, especificamente no contexto de aulas e gincanas de educação física. Confira!

O que você precisa saber sobre jogos cooperativos

Esse vídeo explica o que são os jogos cooperativos a partir de atividades de educação física escolar, além de demonstrar como eles funcionam.

Tipos de jogos cooperativos

Esse vídeo aborda o conceito de jogo, a diferença entre jogos cooperativos e jogos competitivos e uma classificação dos tipos de jogos (mesa, eletrônicos, esportivos, de tabuleiro e populares).

Possibilidades de jogos cooperativos

Nesse vídeo você confere a realização de alguns jogos cooperativos em uma dinâmica de gincana.

Os jogos cooperativos visam estimular a atenção às formas de se relacionar com o outro nas dinâmicas do dia a dia, seja no contexto educacional formal, no ambiente de trabalho ou em outros espaços sociais. Continue estudando sobre jogos, esportes e outros conteúdos, como o Atletismo, o principal esporte das Olimpíadas.

Referências

BROTTO, Fábio Otuzi. Jogos cooperativos: o jogo e o esporte como um exercício de convivência. 1999.
KIYA, Marcia Cristina da Silveira. O uso de Jogos e de atividades lúdicas como recurso pedagógico facilitador da aprendizagem. 2014.

João Paulo Marques
Por João Paulo Marques

Bacharel em Educação Física pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Pesquisador integrante do Grupo de Pesquisa Corpo, Cultura e Ludicidade (GPCCL/UEM/CNPq) e do Grupo de Estudos Foucaultianos (GEF/ UEM/CNPq). Pesquisas focalizando Cultura Física, Discurso, Corpo e Subjetividade.

Como referenciar este conteúdo

Marques, João Paulo. Jogos cooperativos. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/educacao-fisica/jogos-cooperativos. Acesso em: 21 de October de 2020.

Exercícios resolvidos

1. [NATAL-2013]

Os jogos cooperativos e competitivos são utilizados com diferentes finalidades nas aulas de educação física escolar. Sobre as características dos jogos cooperativos, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.
( ) Para que o objetivo de cada um seja alcançado, o objetivo de todos também deve ser atingido.
( ) Poucos se tornam bem sucedidos nos jogos.
( ) Os jogos são divertidos para todos, que têm um sentimento de vitória.
( ) Os jogadores não se solidarizam com as dificuldades dos outros.
A sequência está correta em:
a) F,F,V,V
b) V,F,V,F
c) V,F,F,V
d) F,V,V,F

A resposta correta é “b) V,F,V,F”

2. [UEM-2010]

Sobre jogos cooperativos e esportes, assinale o que for correto.
01) Dentre as semelhanças existentes entre os esportes coletivos, como basquetebol, handebol, futebol e voleibol, podemos citar os espaços utilizados para o jogo delimitados por linhas, o uso de um instrumento comum (bola) e a presença de parceiros para o alcance do objetivo de vencer.
02) Os jogos cooperativos nasceram a partir da preocupação com o exagerado valor conferido ao individualismo e à competição na cultura ocidental.
04) O conceito essencial dos jogos cooperativos é o de que os jogos são centrados na união e na cooperação entre os jogadores.
08) O jogo esportivo tem sua função cultural. Por meio dele, trava-se a luta por algo, pelo desejo de confrontar-se, medir habilidades com outras pessoas, a fim de obter valorização ou autoestima.
16) A competição presente nos esportes será sempre desumanizadora, e a cooperação presente nos jogos cooperativos será sempre humanizadora.

Estão corretas as questões: 1-2-4-8

Compartilhe

TOPO