Martin Scorsese

De Taxi Driver ao O Lobo de Wall Street, Martin Scorsese surpreende os espectadores com uma peculiaridade de mestre.

A cinematografia de Martin Scorsese é respeitada mundialmente, tanto que ele é considerado um dos maiores diretores de todos os tempos. A cada lançamento, ganha indicações ao Oscar e faz sucesso nos festivais. Acompanhe a matéria para conhecer a biografia, títulos famosos e as características da obra desse grande nome da história do cinema!

Publicidade

Biografia

Wikipedia

Descendente de sicilianos, Martin Scorsese nasceu em Nova York, em 1942. Ele é filho de Charles e Catherine Scorsese. Aos 22 anos, formou-se em Cinema pela Universidade de Nova York. Seu primeiro filme, “Quem bate à minha porta?” (1967), chamou atenção por já demonstrar uma direção ambiciosa. Assim como Francis Ford Coppola, a carreira de Martin engrenou quando Roger Corman começou a produzir seus filmes.

Relacionadas

Francis Ford Coppola
Uma obra minuciosa com apego aos detalhes e histórias sem furos. Conheça a linguagem cinematográfica de Francis Ford Coppola.
Hollywood e Cinema
Com a formação de diversos estúdios e sua crescente na era do ouro, o cinema hollywoodiano construiu sua própria forma de fazer filmes e se tornou uma poderosa indústria. Confira!
Charles Chaplin
A história do cinema não seria a mesma sem Charles Chaplin. O ícone da sétima arte despertou muitos risos e lágrimas no grande público.

O estilo Scorsese

Complexidade e profundidade definem Scorsese. Sua filmografia passeia entre o drama, o suspense e a comédia, muitas vezes, os gêneros são mesclados. Certamente, “A invenção de Hugo Cabret” (2011) é sua obra mais leve, acessível e com tom aventuresco, na verdade, uma homenagem à história do cinema. O diretor constrói seu estilo meticulosamente desde a escrita do roteiro até as composições imagéticas.

O diretor aprecia o cinema realista, por isso, suas ambientações sempre remontam a atualidade do enredo e raramente há fantasia ou um designer excêntrico que desvie a atenção do espectador. Além disso, sua direção procura dinamismo, apela para os diversos movimentos de câmera possíveis e preza pela construção da personagem. No próximo tópico, conheça as características que permeiam a obra de Martin.

Características dos filmes scorsesianos

O sucesso dos filmes de Scorsese é fruto de um estilo lapidado com religiosidade. Suas obras são assinadas com características inconfundíveis de um diretor que escreve sua linguagem na tela. Confira algumas delas:

  • Máfia como tema: os grupos mafiosos estão presentes em vários filmes do diretor. Geralmente, o herói da narrativa é uma persona complexa.
  • Violência: se há máfia, há violência, na maioria das vezes, com apelo visual forte. Em “Cassino” (1995), a crítica especializada considerou os aspectos violentos exagerados, entretanto, colocou o filme em um alto patamar.
  • Cinebiografia: Scorsese possui um grande apreço em reproduzir vidas nas telas. Suas personagens são pessoas excêntricas envolvidas em situações complexas.
  • Roteiros adaptados: o diretor gosta de dar a sua versão imagética das histórias já contadas, por isso, muitos de seus roteiros são adaptações de livros ou refilmagens.
  • Câmeras em movimento: Martin Scorsese sempre entendeu o cinema como um movimento constante. Raramente, sua câmera se encontra fixa. Com isso, suas obras são dinâmicas e com uma linguagem cinematográfica cheia de recurso.

Essas são as principais características das obras de Martin Scorsese. O diretor, de fato, possui um estilo e uma linguagem cinematográfica que fazem o espectador imergir nos filmes. No próximo tópico, conheça alguns títulos para colocar na sua lista de sessão cinema!

Publicidade

Obras que enaltecem o diretor

Scorsese já esteve na frente (como ator) e atrás das câmeras. No entanto, foi como diretor que seu trabalho ganhou maior destaque. Com várias premiações e uma filmografia extensa, seu nome é referência no cinema contemporâneo. Abaixo, conheça alguns títulos famosos que trazem as características abordadas no tópico anterior:

Touro Indomável (1980)

Um homem se torna o astro do boxe e ganha o apreço do público. No entanto, ele leva a violência do ringue para suas relações pessoais (esposa e irmão). Incontrolável, o lutador entra em um universo nefasto e destrutivo. Baseado na vida real de Jake La Motta, esse longa é considerado por muitos a maior obra de Scorsese. Disponível na Amazon Prime.

Publicidade

Taxi Driver (1976)

No cinema, existe um subgênero chamado “filme de personagem”: quando todos os elementos da narrativa são construídos em prol da trajetória do protagonista. “Taxi Driver” é um dos maiores exemplos na filmografia de Scorsese, quiça do cinema. O longa coloca Robert De Niro no hall dos melhores atores de todos os tempos. O ator interpreta um homem solitário mergulhado em sua paranoia, que o impede de ter uma relação saudável e revela um perfil psicótico. Disponível na Netflix e Locke.

Os Bons Companheiros (1990)

“Os Bons Companheiros” (1990) mostra a realidade de três gângsters em contextos de poder, ascensões e quedas. A obra é uma adaptação do livro de não ficção de Nicholas Pileggi, um jornalista especialista em cobrir o mundo do crime. O filme recebeu 6 indicações ao Oscar, levando a de melhor ator coadjuvante para Joe Pesci. Disponível na HBO.

Os Infiltrados (2007)

Embora muitos filmes de Scorsese já foram indicados ao Oscar, apenas “Os Infiltrados” (2007) levou a premiação. Além da categoria principal, também ficou com a estatueta de melhor direção, roteiro adaptado e edição. A obra é uma adaptação de “Conflitos Internos”, filme produzido em Hong Kong. No enredo, a polícia tenta combater as ações da máfia irlandesa, colocando um infiltrado no perigoso grupo. A máfia, por sua vez, faz o mesmo, introduzindo Collin Sullivan na polícia estadual de Massachusetts.

Ilha do Medo (2010)

Mais um exemplo da versatilidade de Scorsese, que alinha seu estilo com o gênero suspense e alguns elementos do terror. Talvez esse seja um dos filmes mais acessíveis do diretor, pois está disponível em vários streamings. No enredo, um detetive investiga o desaparecimento de um paciente na ilha isolada onde fica o hospital psiquiátrico. Uma das marcas da obra é a imprevisibilidade da história. Disponível na Netflix, Telecine e Now.

Cassino (1996)

Scorsese realmente é fã de Nicholas Pileggi. Mais uma vez o diretor adapta um livro do escritor. O universo da máfia é retratado por meio de muita violência, impiedade e ganância. No enredo, dois amigos controlam um cassino em Las Vegas nos anos 70. A atuação de Sharon Stone, como uma ex-prostituta, esposa de Ace, gerente do local, rendeu um Oscar à atriz.

O Lobo de Wall Street (2017)

Curiosamente, esse filme de três horas é um dos mais assistidos pela massa. A trajetória de Jordan Belford, um homem comum e desempregado que se torna um ícone milionário da Wall Street, é contada em uma narrativa frenética e sedutora. O espectador é imerso em um universo de emoções, desde o riso até a repulsa. O longa teve 5 indicações ao Oscar. Disponível na HBO Max

Gangues de Nova York (2002)

Nova York, anos de 1840. Um jovem busca vingar o assassinato do pai se infiltrando na gangue rival, porém acaba se apaixonando por uma das moças do grupo. O enredo retrata a rivalidade entre as máfias italianas e irlandesas. A obra foi indicada a 10 Oscars e está disponível na Star+.

A Invenção de Hugo Cabret (2011)

Scorsese escolheu um filme leve, desenhado pelas aventuras de uma pobre criança, para entregar a sua homenagem ao cinema. No começo do século XX, um garoto perde seu pai aos 12 anos e vive em uma estação de trem. No local, ele faz amizade com uma garota que pode ajudá-lo a “dar vida” ao androide projetado pelo seu pai. O tributo à sétima arte está presente principalmente nas várias referências aos primórdios do cinema, embutidas em uma narrativa divertida e dinâmica que resulta em uma das obras mais diferenciadas da carreira do diretor.

Quem bate à minha porta? (1967)

É sempre interessante assistir ao primeiro filme de um grande diretor. Nesse longa-metragem de estreia, é possível perceber várias características de Scorsese. A base do enredo é a paixão entre um jovem ítalo-americano, que vive se divertindo com seus amigos, e uma ingênua moça. O filme possui uma linguagem complexa, principalmente por meio da direção e montagem.

Você acaba de conferir 10 dos 34 filmes que Scorsese dirigiu até hoje. O diretor possui uma das filmografias mais interessantes da história do cinema. No próximo tópico, continue aprendendo sobre o cineasta e sua obra.

Conhecendo o Mestre Scorsese

Como mencionado anteriormente, Scorsese desenvolve um cinema muito rico e completo. Abaixo, confira alguns vídeos sobre o estilo e características do cineasta. Além disso, há indicações e análises de filmes.

O cinema de Martin Scorsese

Nesse vídeo, Gustavo Cruz apresenta a perspectiva de Martin Scorsese sobre o cinema. Conheça o processo criativo do escritor e sua forma de ver o mundo, que resultam em uma obra repleta de questionamento, denúncias sociais e personagens únicos.

Como Martin Scorsese filma? Análise de direção

Confira uma análise detalhada do estilo de Martin Scorsese. O youtuber explica as precisões técnicas do diretor, analisando suas decisões em determinados momentos dos filmes. Você perceberá que soluções criativas e o esmero com os detalhes resultam em uma obra com várias camadas interpretativas.

Scorsese e as cinebiografias

Como explicado no tópico sobre as características de Scorsese, as biografias, principalmente pessoas excêntricas, apetecem o diretor. No vídeo, confira com mais detalhes como o cineasta constrói suas narrativas baseadas nessas vidas.

Martin Scorsese deixou a sua marca no cinema contemporâneo. Outro mestre e um gênio atrás das câmeras é Alfred Hitchcock. Um nome para maratonar com um balde de pipoca e muito suspense no ar!

Referências

A história do cinema para quem tem pressa (2018) – Celso Sabadin.
Dicionário teórico e crítico de cinema (2010) – Jacques Aumont e Michel Marie.
A arte do cinema (2018) – David Bordwell e Kristin Thompsom.

Alyson Santos
Por Alyson Santos

Professor, mestre em Letras, especialista em Cinema e Linguagem Audiovisual e História do Cinema.

Como referenciar este conteúdo

Santos, Alyson. Martin Scorsese. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/artes/martin-scorsese. Acesso em: 24 de July de 2024.

Compartilhe

TOPO