Barroco

O Barroco foi um movimento político, social e artístico que surgiu no fim do século XVI, fortemente influenciado pela Igreja Católica a qual buscava reconquistar o seu poder e defender o teocentrismo.

O termo barroco significa pérola de formato irregular e nomeia o movimento político, social e artístico que ocorreu do século XVI ao século XVIII, momento em que a sociedade europeia formulava novas formas de compreender o mundo e o ser humano. Assim, o pensamento e a estética barroca surgiram em reação ao espírito renascentista e à arte clássica, logo, a ideia de irregularidade sugere um movimento complexo, particular e extravagante.

Arte barroca: resumo

A arte barroca extrapolou as formas rígidas do Classicismo, pois os artistas procuraram novas dimensões para materializar as criações. A estética barroca une a dramaticidade e o exagero através da assimetria e da deformação. Por isso, elementos como o contraste entre claro e escuro, ornamentos e muitos detalhes (nas obras visuais, musicais e escritas) são comuns na arte barroca.

Contexto histórico

O Barroco desenvolveu-se após o período da Reforma Protestante que questionou o modo como a Igreja Católica estava organizada e atuava na Europa, por isso ela perdeu espaço e poder ao longo do século XVI. Visando recuperar seu alcance e seus fiéis, além de reagir ao antropocentrismo (filosofia de que o ser humano é o centro de tudo), a Igreja Católica passou a encomendar inúmeras obras inaugurando esse movimento artístico.

Barroco europeu

O Barroco europeu iniciou-se na Itália, mas rapidamente alcançou diversos outros países. Papas financiaram grandiosas obras para manifestar o triunfo da fé católica e difundir o teocentrismo (filosofia de que Deus é o centro de tudo) revitalizando o sentimento religioso. Assim, as produções barrocas apresentam uma forte dramaticidade artística, os desenhos transmitem a sensação de saltar das telas e paredes em cenas teatrais de muito movimento.

Barroco no Brasil

O movimento desenvolveu-se no Brasil do século XVII ao início do século XVIII como um estilo artístico importado da Europa e mesclado com elementos locais, ou seja, os artistas atribuíam características da cultura brasileira às suas criações. Dentre os principais representantes brasileiros estão: Antônio Francisco Lisboa, ou Aleijadinho, na arquitetura e na escultura; padre Antônio Vieira e Gregório de Matos na literatura; e padre José Maurício Nunes Garcia na música.

Principais características

  • Religiosidade: construção de uma imagem do catolicismo como uma instância grandiosa e imponente;
  • Dualidade: conflito entre a razão e a emoção, entre o humano e o divino; entre o céu e a terra
  • Contraste: luz e sombra promovem um contraste dramático às obras visuais transmitindo uma ideia de realidade;
  • Valorização da cor: a nuance de cores claras e escuras caracteriza as pinturas;
  • Movimento: os detalhes das cenas e suas formas transmitem a sensação de movimento e perturbação;
  • Técnica detalhada: as obras visuais apresentam muitos adereços, contornos, curvas, colunas, arcos e acabamento preciso, já as obras escritas apresentam uma linguagem rebuscada e ornamentada;
  • Assimetria: diferentemente do Classicismo, o Barroco busca por formas e corpos assimétricos e irregulares;
  • Exagero: a união de todas as características anteriores transmite um exagero proposital às obras.

O contexto histórico de desenvolvimento do Barroco relaciona-se com as suas principais características estéticas e filosóficas. Isso explica a complexidade da arte e do pensamento elaborados nesse movimento.

Expressões da arte barroca

A seguir, veja as características da estética barroca na pintura, na arquitetura, na escultura e na literatura. Conheça também alguns artistas de cada área!

Pintura

Apoteose de Santo Inácio, de Andrea Pozzo – teto da Igreja de
Santo Inácio de Loyola em Roma (Itália) – Fonte: WikiMedia

O próprio título desta pintura remete a um grande feito, pois a palavra “apoteose” significa uma cerimônia de divinização que inclui alguém entre os deuses em função de suas qualidades. Apesar de o teto onde a pintura está ser totalmente plano, a obra transmite uma perspectiva de profundidade como um efeito de ilusão em cúpula.

Artistas de destaque: Andrea Pozzo, Caravaggio, Rembrandt e Manoel da Costa Ataíde.

Arquitetura

Parte interior da cúpula da Basílica de São Pedro, Vaticano (Itália) – Fonte: WikiMedia

A arquitetura barroca está fortemente expressa nas igrejas. O estilo é dinâmico e busca expressar a emoção e a grandeza desses locais, assim, utiliza formas retorcidas, espirais, imponentes colunas e cúpulas, como na Basílica de São Pedro. Além disso, o teto elevado e decorado com pinturas ou esculturas transmite a sensação de infinito e do poder de Deus.

Artistas de destaque: Donato Bramante, François Mansart e Carlo Maderno.

Escultura

“Sant’Ana, Mestra” de Aleijadinho, Museu do Ouro em Sabará (Minas Gerais – Brasil) – Fonte: WikiMedia

A escultura “Sant’Ana, Mestra” foi esculpida em madeira dourada e policromada, ou seja, de várias cores, entre 1778 e 1779. Essa peça foi elaborada para integrar a capela de Nossa Senhora do Pilar que ficava no antigo Hospício da Terra Santa de Sabará, assim tornou-se propriedade da Ordem dos Franciscanos. A escultura foi tombada como patrimônio da cidade de Sabará (MG) e hoje está sob guarda do Museu do Ouro.

Artistas de destaque: Aleijadinho, Gian Lorenzo Bernini e Antoine Coysevox.

Literatura

“Sermão de Santo Antônio aos Peixes”, Padre Antônio Vieira – Fonte: WikiMedia

A literatura barroca explora os dilemas humanos, dentre eles o desejo de salvação divina e a vontade de usufruir os prazeres carnais. Essa literatura apresenta muitos jogos semânticos construídos por antíteses, hipérboles, paradoxos, metáforas, cultismos (jogos de palavras) e conceptismos (jogos de ideias). A narração de acontecimentos trágicos com uma linguagem dramática e rebuscada caracteriza o estilo barroco. Alguns temas comuns são: morte, efemeridade, erotismo, paixão, misticismo e religião.

Artistas de destaque: Francisco de Quevedo, Gregório de Matos e Padre Antônio Vieira.

Conforme exposto, o Barroco foi um movimento muito complexo, pois desenvolveu-se de formas particulares em cada vertente artística, mas a grandiosidade e o rebuscamento foram características permanentes nas obras.

Artistas e obras

Para expandir o seu conhecimento, selecionamos outros artistas importantes no Barroco e algumas de suas obras. Conheça a seguir!

Antoine Coysevox

Antoine Coysevox (Lyon, 1640 – Paris, 1720) foi um escultor francês que elaborou trabalhos para o Palácio de Versalhes e o Château de Saint-Cloud. O artista ficou famoso pelos detalhes e semelhança que atribuiu aos retratos encomendados:

Autorretrato – Fonte: WikiMedia
Fame Riding Pegasus – Fonte: WikiMedia
Louis XIV da França – Fonte: WikiMedia

Caravaggio

Michelangelo Merisi (Caravaggio, 1571 – Porto Ercole, 1610), ou Caravaggio, foi um pintor italiano reconhecido pelo uso do tenebrismo, técnica de intensos contrastes de luz e sombra que expressam um aspecto monumental aos personagens. A iluminação é utilizada nessa técnica para transmitir realismo à pintura ao evidenciar as expressões faciais dos personagens:

Medusa – Fonte: WikiMedia

Davi e Golias – Fonte: WikiMedia
São João Batista – Fonte: WikiMedia

Gregório de Matos

Gregório de Matos Guerra (Salvador, 1636 – Recife, 1696) foi um advogado e poeta brasileiro do período colonial. Escreveu uma poesia lírica amorosa e religiosa, por outro lado, ele foi apelidado de Boca do Inferno porque também escreveu uma poesia pornográfica e satírica, além de criticar o catolicismo em alguns textos:

Mote
É do tamanho de um palmo
com dous redondos no cabo

Manas, depois que sou freira
apoleguei mil caralhos,
e acho ter os barbicalhos
qualquer de sua maneira:
o do casado é lazeira,
com que me canso, e me encalmo,
o do Frade é como um salmo
o maior do Breviário:
mas o caralho ordinário
É do tamanho de um palmo

Além desta diferença,
que de palmo a palmo achei,
outra cousa, que encontrei,
me tem absorta, e suspensa:
é, que diz correndo a imensa
grandeza daquele nabo,
quando o fim vi do diabo,
achei, que a qualquer jumento
se lhe acaba o comprimento
Com dous redondos no cabo.

Manuscrito Tomo 2º d´As Obras Poéticas – Fonte: Biblioteca Nacional

Carlo Maderno

Carlo Maderno (Capolago, 1556 – Roma, 1629) foi um arquiteto italiano, responsável pela criação da Basílica de São Pedro que, após sua morte, ficou sob a responsabilidade de Gian Lorenzo Bernini:

Basílica de São Pedro – Fonte: WikiMedia
Fonte Carlo Maderno – Fonte: WikiMedia

Manoel da Costa Ataíde

Manoel da Costa Ataíde (Mariana, 1762 – Mariana, 1830), ou mestre Ataíde, foi um pintor, dourador e entalhador brasileiro. Realizou tais ofícios, sobretudo, para igrejas com o douramento de imagens (muitas delas criadas por Aleijadinho) e pinturas decorativas em tetos. Com um desenho expressivo, Mestre Ataíde também pintou virgens e anjos mulatos, inspirado em sua companheira e em seus filhos:

“Assunção da Virgem”, Igreja de São Francisco de Assis – Fonte: WikiMedia
“Deus aparece a Abraão”, (alizares da capela-mor) Igreja Matriz de Santo Antônio – Fonte: WikiMedia
“Agonia e morte de São Francisco”, Igreja da Ordem Terceira de São Francisco – Fonte: WikiMedia

O Barroco nos mostra como a arte reflete o que uma sociedade sente em determinada época. Assim, esse movimento materializou os conflitos e as dúvidas humanas em um estética complexa e muito ornamentada.

Vídeos sobre um movimento exuberante e rebuscado

Para fixar todas as informações apresentadas até aqui, selecionamos alguns vídeos que resumem as características do Barroco e apresentam algumas curiosidades. Assista a seguir!

O Barroco em 5 minutos

O professor João explica sobre o Barroco de forma bastante animada a partir de uma retrospectiva histórica em torno dos conceitos do teocentrismo e do antropocentrismo. Confira!

O Barroco como movimento político

Como todo o movimento que se desenvolve em diferentes países, o Barroco também foi heterogêneo. Este vídeo vai te explicar com maior profundidade a relação entre as características do Barroco e os aspectos políticos de sua época.

O Barroco brasileiro

Nesta videoaula, Regia Rodrigues aborda a chegada do movimento ao Brasil e as características que as produções nacionais assumiram, além de trazer algumas curiosidades sobre Aleijadinho. Acompanhe!

Agora que você já conhece o contexto histórico, as características, alguns artistas e obras do Barroco, aprenda sobre o Rococó, um movimento de transição entre o Barroco e o Neoclassicismo.

Referências

Barroco (2020) – ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras.
Barroco: teoria e análise (1997) – Affonso Ávila
Delimitação Estética e Histórica do Barroco (s. d.) – Amarildo Britzius Redies; Greice da Silva Castela
Tombamento da imagem de Sant’Ana Mestra de Aleijadinho, Sabará/MG (s. d.) – Memória Arquitetura

Érica Paiva Rosa
Por Érica Paiva Rosa

Professora, redatora e produtora cultural. Mestre em Letras pela UEM.

Como referenciar este conteúdo

Paiva Rosa, Érica. Barroco. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/artes/barroco. Acesso em: 30 de September de 2020.

Exercícios resolvidos

1. [UFRS]

Considere as seguintes afirmações sobre o Barroco:
I. A arte barroca caracteriza-se por apresentar dualidades, conflitos, paradoxos e contrastes, que convivem tensamente na unidade da obra.
II. O conceptismo e o cultismo, expressões da poesia barroca, apresentam um imaginário bucólico, sempre povoado de pastoras e ninfas.
III. A oposição entre Reforma e Contra-Reforma expressa, no plano religioso, os mesmos dilemas de que o Barroco se ocupa.

Quais estão corretas:
A) Apenas I.
B) Apenas II.
C) Apenas III.
D) Apenas I e III.
E) I, II e III.

RESPOSTA: D
Justificativa: A arte barroca configura-se por apresentar as dualidades e os conflitos humanos que mantém intensa relação com as diferentes visões defendidas pela Reforma e pela Contrarreforma. Por outro lado, a poesia barroca não apresenta um imaginário bucólico com personagens pastoras e ninfas.

2. [ENEM]

BARDI, P. M. Em torno da escultura no Brasil. São Paulo: Banco Sudameris Brasil, 1989. (Foto: Reprodução/Enem)

Com contornos assimétricos, riqueza de detalhes nas vestes e nas feições, a escultura barroca no Brasil tem forte influência do rococó europeu e está representada aqui por um dos profetas do pátio do Santuário do Bom Jesus de Matosinho, em Congonhas (MG), esculpido em pedra-sabão por Aleijadinho. Profundamente religiosa, sua obra revela:

A) liberdade, representando a vida de mineiros à procura da salvação.
B) credibilidade, atendendo a encomendas dos nobres de Minas Gerais.
C) simplicidade, demonstrando compromisso com a contemplação do divino.
D) personalidade, modelando uma imagem sacra com feições populares.
E) singularidade, esculpindo personalidades do reinado nas obras divinas.

RESPOSTA: D
Justificativa: As obras sacras de Aleijadinho apresentam características particulares inspiradas nas pessoas do povo, por isso sua obra revela uma personalidade que a diferencia das demais esculturas.

Compartilhe

TOPO