Calor sensível

Todos os corpos possuem a capacidade de alterar sua temperatura, se a ele for fornecido uma quantidade de calor, mas que não altere seu estado físico.

Um metal recebe menos quantidade de calor para ter uma mesma variação de temperatura em relação a uma pedra com a mesma massa. Essa quantidade de calor altera apenas a temperatura da substância ou do corpo, sendo chamado de calor sensível. Dessa forma, vamos estudar aqui o que é o calor sensível, a diferença entre ele e o calor latente e alguns exercícios resolvidos.

O que é o calor sensível?

Quando um corpo recebe uma certa quantidade de calor e vária apenas sua temperatura, chamamos esse fenômeno de calor sensível. De uma maneira mais formal:

Calor sensível é o calor trocado que faz com que uma substância sofra variação somente de temperatura.

Assim, podemos representar o calor sensível de uma maneira matemática, pois ele depende também da massa do corpo e do calor específico desse corpo. Dessa forma:

Além de ter sua temperatura alterada, também existe a possibilidade de um corpo trocar o seu estado, ou seja, passar do sólido para o líquido e assim por diante.

Sensível x latente

Ao chegar em uma certa temperatura, a substância em questão não irá mais aumentar ou diminuir sua temperatura, independentemente da quantidade de calor fornecida a ele. Quando isso acontece, essa substância começa a alterar o seu estado físico e o calor por ela recebido nessa situação é chamado de calor latente.

Assim, enquanto o calor sensível altera a temperatura de um corpo, o calor latenta altera o seu estado físico.

Essa diferença pode ser observada no gráfico a seguir, onde em um momento uma determinada substância altera sua temperatura e em outro ela altera seu estado físico.

Saiba mais sobre calor sensível

Por fim, vamos apresentar alguns vídeos para que você possa sanar todas as dúvidas que surgiram durante a leitura do texto e para que você tenha um melhor entendimento sobre o assunto.

Conceitos

Revise e entenda sobre os conceitos de calor latente. Além disso, entenda nesse vídeo qual a diferença entre calor sensível e o calor latente. Assim, você não fica com nenhuma dúvida sobre o conteúdo!

Mais conceitos

Um pouco mais sobre os conceitos nunca é demais! Dessa forma, você consegue fixar muito bem o conteúdo estudado!

Exercícios

Exercício resolvido é sempre importante para a fixação do conteúdo e a assimilação de como se aplicar as equações! Dessa forma você não se perde na hora da prova!

Por falar em prova, a seguir você encontra alguns exercícios para testar os seus conhecimentos sobre o assunto!

Referências

Física para o ensino médio, vol. 2: termologia, óptica e ondulatória – Kazuhito Yamamoto;

As faces da física – Wilson Carron.

Guilherme Santana da Silva
Por Guilherme Santana da Silva

Graduado no curso de Física pela Universidade Estadual de Maringá. Professor assistente em um colégio de ensino médio e preparatório para os vestibulares. Nas horas vagas se dedica à vida religiosa, praticar mountain bike, tocar bateria, dar atenção à família e cuidar de suas duas gatinhas Penélope e Mel.

Exercícios resolvidos

1.

Toda substância apresenta uma propriedade física que determina qual é a quantidade de calor necessária por unidade de massa desse corpo para que a sua temperatura varie em 1ºC ou 1K. Essa propriedade e sua unidade física, no Sistema Internacional de Unidades, são, respectivamente, iguais a:

a) calor específico e J/kg.K.
b) calor específico e cal/gº.C.
c) capacidade térmica e J/K.
d) calor latente e J/kg.
e) coeficiente de dilatação volumétrica e ºC-1.

O calor específico de uma substância mede a quantidade de calor em Joules necessária para variar 1 g de sua massa em até 1ºC ou em 1 K, portanto, sua unidade, segundo o SI, é o J/kg.K.

RESPOSTA: b)

2.

Um corpo de 500 g que se encontra a uma temperatura inicial de 25 ºC recebe de um aquecedor uma quantidade de calor sensível igual a 5000 cal, atingindo uma temperatura de 30 ºC ao final do processo de aquecimento. Determine o calor específico desse corpo.

a) 0,005 cal/gºC
b) 0,2 cal/gºC
c) 1,0 cal/gºC
d) 2,0 cal/gºC
e) 2,5 cal/gºC

Para calcularmos o calor específico do corpo que foi descrito no enunciado do exercício, é necessário utilizar a equação fundamental da calorimetria, que calcula o módulo do calor sensível.

Q = m.c.∆T

Substituindo os valores na equação acima, temos que

5000 = 500.c.(30-25)

5000 = 500.c.5

5000 = 2500.c

c = 5000/2500

c = 2 cal/g°C

RESPOSTA: d)

Compartilhe nas redes sociais

TOPO