Heredograma

Composto por símbolos, o heredograma é uma ilustração capaz de conter diversas informações de maneira simplificada. Neste texto, vamos aprender como ler um heredograma.

Na genética, é possível entender como uma determinada característica foi transmitida entre indivíduos da mesma família por meio de ilustrações. Essas ilustrações são chamados de heredograma e são importantes para ajudar a compreender o padrão de heranças genéticas. Neste texto, vamos aprender mais sobre heredograma e como interpretá-los.

O que é um heredograma

Heredograma é uma representação gráfica do histórico familiar com as relações de parentesco entre indivíduos e uma dada característica genética. Por meio dessa representação, é possível determinar se a característica é ou não hereditária. Dessa forma, facilita o trabalho dos cientistas na hora de estudar a genética familiar de uma pessoa. Ainda, por se tratar de uma ilustração, permite a representação de várias informações de forma rápida e simples.

Símbolos do heredograma

Para construir um heredograma, devemos seguir algumas recomendações para a simbologia. Então, vamos ver a seguir quais os principais símbolos de um heredograma.

Todo Estudo
  • Círculos: mulheres
  • Quadrados: homens
  • Losangos: sexo não especificado
  • Figuras preenchidas: indica que os indivíduos são afetados pela característica analisada
  • Linha horizontal ligando essas figuras: reprodução
  • Linhas duplas na horizontal ligando essas figuras: casamento consanguíneo
  • Linhas em verticais saindo dessas figuras: indicam filhos dos casais

A leitura do heredograma é bem simples. Primeiramente, precisamos entender se o caráter analisado é um gene dominante ou recessivo. Para isso, é preciso observar o padrão de indivíduos afetados. Geralmente, heranças do tipo recessiva pulam gerações e os pais da pessoa afetada não são afetados. De maneira oposta, se a característica se manifestou em um dos pais e pelo menos um dos filhos é afetado, provavelmente trata-se de um gene dominante.

A partir disso, conseguimos determinar os genótipos de cada um, ou pelo menos parte deles. Assim, partido do pressuposto de que estamos lidando com uma herança recessiva, se os pais são normais eles apresentam genótipo do tipo Aa, ou seja, são heterozigotos. Quanto aos filhos, os que não são afetados também são heterizigotos, porém não é possível saber seu genótipo e, assim, dizemos que não A_. Já os indivíduos afetados são homozigotos recessivos do tipo aa.

Todo Estudo

Como fazer um heredograma

A montagem de um heredograma segue algumas regras básicas. Veja a seguir quais são essas regras:

  • Sempre que possível, o homem deve estar localizado à esquerda do casal e à mulher a direita;
  • Os filhos devem ser colocados em ordem de nascimento. Se necessário, pode indicar a ordem com algarismos arábicos;
  • As gerações são indicadas pelos algarismos romanos (I, II, III e assim por diante).

Exemplos de heredograma

Vamos entender como os heredogramas são utilizados na prática.

Heredograma de albinismo

Todo Estudo

O albinismo é a ausência completa ou quase completa da melanina na pele, no cabelo e na íris. É uma característica recessiva. Então, por se tratar de uma herança recessiva, é possível observar no heredograma que há salto de gerações e que o indivíduo afetado é filho de pais normais heterozigotos Aa.

Heredograma de cor dos olhos

Todo Estudo

A cor dos olhos é determinada pela melanina. Entretanto, é uma característica de herança poligênica, ou seja, vários genes atuam na definição desta característica. Dessa forma, há uma grande variação de cores entre o preto até o azul. Neste exemplo, estamos tratando de maneira simplificada. Então, podemos dizer que os indivíduos homozigotos dominantes CC e os heterozigotos Cc possuem o fenótipo olhos castanhos. Enquanto os homozigotos recessivos cc, tem fenótipo olhos azuis.

Entenda mais sobre heredograma

Veja abaixo alguns vídeos para complementar seus estudos.

Descomplicando os heredogramas

Neste vídeo, há uma aula completa sobre o heredograma. Uma ótima opção para revisar o conteúdo abordado no texto.

Revisão rápida sobre heredograma

Vídeo rápido e bem objetivo sobre como interpretar heredogramas. Vale a pena conferir.

Em resumo, o heredograma é uma maneira rápida e simples de se analisar determinada herança genética por conta do uso de diferentes símbolos. Continue seus estudos de biologia e entenda mais sobre hereditariedade.

Referências

GRIFFITHS, A.J.; WESSLER, S.R.; LEWOTIN, R.C.; CARROL, S.B. Introdução à Genética. 9ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2009.

Gabriela Naomi
Por Gabriela Naomi

Acadêmica de último ano de Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Integrante do grupo de pesquisa na área de limnologia, com ênfase em ecologia de zooplâncton na mesma universidade.

Como referenciar este conteúdo

Tanaka Santos, Gabriela Naomi. Heredograma. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/biologia/heredograma. Acesso em: 15 de August de 2020.

Exercícios resolvidos

1. [IFMG (adaptado)]

Considerando o heredograma abaixo, no qual os indivíduos em negro são portadores de uma determinada característica:

Assinale a alternativa incorreta:

a) Os indivíduos 1, 2 e 6 têm o mesmo genótipo.
b) Os indivíduos 4 e 7 apresentam os mesmos genótipos e fenótipos.
c) O genótipo do indivíduo 3 é certamente Aa.
d) Trata-se de uma característica autossômica recessiva.

Resposta correta é alternativa c) O genótipo do indivíduo 3 é certamente Aa.

Isso porque o indivíduo 3 pode ser AA ou Aa, visto que os indivíduos 1 e 2 são heterozigotos.

2.

Quando analisamos um heredograma de uma característica autossômica e vemos que dois indivíduos com determinado fenótipo geraram um filho com um fenótipo diferente, podemos afirmar, com certeza, que:

a) o filho é heterozigoto.
b) os pais são homozigotos dominantes.
c) os pais são homozigotos recessivos.
d) o filho é homozigoto dominante.
e) os pais são heterozigotos.

A alternativa correta é e) os pais são heterozigotos.

Os pais sendo heterozigotos (Aa), podem gerar um filho com fenótipo diferente e com genótipo homozigoto recessivo (aa).

Compartilhe

TOPO