Inclusão digital

A inclusão digital tem estreita ligação com a inclusão social, uma vez que o mundo atual é cada vez mais permeado pelas tecnologias de comunicação e informação.

Vivemos em um mundo cada vez mais permeado pela tecnologia digital. No entanto, saber navegar pela internet e dominar essas plataformas digitais não é uma habilidade que naturalmente se adquire. É preciso uma aprendizagem adequada, e nem todos a possuem.

Acessar informações, conseguir dados, fazer cadastros e até gerenciar seu dinheiro só é possível com algum domínio das novas tecnologias. Consequentemente, é necessário que as pessoas sejam educadas e incluídas digitalmente. Como fazer isso? Saiba mais sobre a temática a seguir.

O que é inclusão digital e para que serve?

iStock

A inclusão digital é um conjunto de políticas pensadas com a intenção de tornar as tecnologias de comunicação mais acessíveis a todas as pessoas. O objetivo é que um indivíduo saiba utilizar as tecnologias e a internet de forma consciente, sabendo quando e como utilizá-las.

Por mais que as novas tecnologias se espalhem cada vez mais, sempre existem grupos que não conseguem se encaixar. As tecnologias digitais pretendem ser “democráticas”, mas não é possível ser universal em uma sociedade diversa. A inclusão digital surge, portanto, na tentativa de criar diferentes formas de facilitar o acesso e o manejo das tecnologias.

Como a tecnologia é cada vez mais utilizada por instituições, a inclusão digital torna-se uma condição importante também para a inclusão social. Atualmente, diversos aspectos do dia a dia são mediados pelas tecnologias de comunicação. Como resultado, é necessário que as pessoas aprendam a usar essas tecnologias para serem parte da sociedade como cidadãs ativas.

Inclusão digital no Brasil

No Brasil, houve o início de uma expansão da internet a partir da década de 1990. Apesar disso, até 2005, conforme o IBGE, apenas cerca de 21% dos brasileiros usavam frequentemente a internet. Além disso, essa porcentagem também se mostrou diferente em cada região do Brasil: os estados que mais concentravam renda eram os que mais utilizavam a internet.

Assim, a inclusão digital parece ter importante relação com a inclusão social. Nesse caso, com a desigualdade de renda. O Brasil é conhecido como um dos países com maior desigualdade social do mundo e, portanto, os desafios para a inclusão digital têm relação com nossos problemas históricos e estruturais.

Todavia, a inclusão digital não é de interesse apenas de políticas públicas, mas também de empresas. É de grande importância para um banco que seus usuários saibam utilizar com facilidade um aplicativo para transações de dinheiro, por exemplo. Desse modo, diversas instâncias da sociedade se beneficiam ao incentivar a inclusão digital.

Inclusão digital nas escolas

Nos últimos anos, cada vez mais as tecnologias digitais têm adentrado o ambiente escolar. Isso porque a internet e as redes sociais fazem parte da vida de um número crescente de alunos. Algumas políticas escolares chegam a proibir o uso de celulares em sala.

No entanto, existem diversas propostas pedagógicas que defendem o uso das tecnologias digitais para o ensino e a aprendizagem. Elas podem não apenas trazer mais recursos nas aulas, mas também facilitar, por exemplo, o trabalho de professores na hora de fazer chamadas.

Além disso, a inclusão digital pode ser imprescindível para ensinar alunos diversos. Como ilustração, pessoas surdas aprendem principalmente pelo sentido visual, portanto, utilizar ferramentas visuais pode ser extremamente importante para esses alunos.

Inclusão digital na terceira idade

Com a expectativa de vida aumentando no Brasil, a população idosa também cresce. Projetos de inclusão social da terceira idade visam melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, já que geralmente são excluídas e muitas vezes consideradas incapazes.

Com as tecnologias não é diferente. Combatendo a exclusão digital em relação aos idosos, existem diversas campanhas e projetos para incluir essa população no uso das tecnologias. A ideia é ensinar essas pessoas a usarem a internet de maneira consciente e autônoma. Mais uma vez, há uma relação estreita entre inclusão social e inclusão digital.

Saiba mais sobre a inclusão digital

Uma sociedade com inclusão digital visa corrigir o problema social da falta de acesso de alguns grupos às tecnologias de comunicação e informação. Existem diferentes pessoas com interesses diversos pensando a temática, e você pode conferir abaixo uma lista com vídeos para aprofundar essa temática.

O que é inclusão digital

Vamos revisar o que significa a inclusão digital? Nesse vídeo há uma recapitulação do termo e de como ele se aplica em diversas áreas. Não se pode esquecer também da sua relação próxima com a inclusão social.

Claudio Dusik sobre a inclusão digital

Claudio Dusik é formado em Psicologia e defendeu sua dissertação de mestrado intitulada “Tecnologia Virtual Silábico-alfabético: tecnologia assistiva para pessoas com deficiência”. Ele possui uma doença neurológica grave e fala sobre como a inclusão digital pode ser importante para pessoas com deficiências motoras.

Sobre a exclusão digital

Se há projetos de inclusão digital é porque também existe uma exclusão digital em relação a diversos grupos na sociedade. Entenda nesse vídeo o que significa um indivíduo ou grupo ser excluído digitalmente.

Idosos, deficiência visual e inclusão digital

O vídeo conta a experiência de Almir Alonso, que tem 93 anos e apenas 10% da sua visão. Por meio da internet e da inclusão digital, ocorre, como consequência, sua inclusão social. Ele pode se comunicar e manter interações sociais por meio das tecnologias digitais.

Empreendedorismo e inclusão digital

A Profa. Ying Lowrey conta sua experiência com a inclusão digital na China e como essas inovações são importantes para o empreendedorismo e o desenvolvimento econômico, mostrando que o assunto não é de interesse apenas do Estado.

Desse modo, são muitos os grupos interessados na inclusão digital. Em todos os casos, incluir as pessoas e instruí-las a utilizar ferramentas tecnológicas contribui para o desenvolvimento social. É importante conhecer os diversos projetos que contribuem para a inclusão digital, mas, por outro lado, é preciso reconhecer as necessidades de uma maior inclusão.

Referências

Desafios para a inclusão digital no Brasil – Fernando Augusto Mansor De Mattos; Gleison José do Nascimento Chagas;

Uma reflexão sobre a inclusão digital como forma de transformação e capacitação dos indivíduos – Fabiana Martendal; Sandra Mar Stocker Lago;

Inclusão digital e cidadania – Maria Thereza Pillon Ribeiro;

Inclusão digital para a inclusão social: perspectivas e paradoxos – Adilson Vaz Cabral Filho; Eula Dantas Taveira Cabral;

Inclusão digital nas escolas: uma realidade para todos? Um estudo a partir das escolas da rede estadual de ensino no município de Santa Maria – Lucimara Miranda da Costa; Gédson Mário Borges Dal Forno;

Envelhecimento e inclusão digital – Denise Aparecida Wandersee Peterson; Vivian Cremer Kalempa; Leandro Correa Pykosz.

Mateus Oka
Por Mateus Oka

Graduando em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), realiza pesquisas na área da antropologia da ciência.

Exercícios resolvidos

1. [UEMA]

A letra da música de Gilberto Gil trata da rede de comunicação existente no mundo e sugere a importância dessa rede para a inclusão digital, do ponto de vista socioeconômico.

Pela Internet
Criar meu web site
Fazer minha home-page
Com quantos gigabytes
Se faz uma jangada
Um barco que veleje
[…]
Eu quero entrar na rede
Promover um debate
Juntar via Internet
Um grupo de tietes de Connecticut
De Connecticut acessar
O chefe da milícia de Milão
Um hacker mafioso acaba de soltar
Um vírus pra atacar programas no Japão
Eu quero entrar na rede pra contactar
Os lares do Nepal, os bares do Gabão
Que o chefe da polícia carioca avisa pelo celular
Que lá na praça Onze tem um videopôquer para se jogar
GILBERTO GIL. Disco Quanta. Warner Music, 1997 (adaptado).

A relação entre a exclusão socioeconômica e a digital está apresentada na seguinte assertiva:

A) A digital desencadeia a socioeconômica, pela relação direta entre a existência de ampla tecnologia da informação e comunicação e a realidade dos países subdesenvolvidos.
B) A socioeconômica desencadeia a digital, por existir maior investimento dos países subdesenvolvidos no acesso à tecnologia de informação e comunicação, portanto, maior inclusão.
C) A socioeconômica desencadeia a digital, pois há relação igualitária entre países desenvolvidos e subdesenvolvidos quanto ao acesso à tecnologia de informação e comunicação e à inclusão.
D) A digital desencadeia a socioeconômica, à medida que o acesso às tecnologias de informação e comunicação se dá de forma mais estruturada nos países subdesenvolvidos.
E) A socioeconômica desencadeia a digital, por haver uma relação desfavorável quanto ao menor acesso dos países subdesenvolvidos à tecnologia de informação e comunicação.

Resposta: E

Justificativa: A inclusão social está relacionada com a inclusão digital, e o fator socioeconômico é um dos mais agravantes nesses dois campos. O Brasil é um dos países com maior desigualdade de renda, o que pode aumentar a exclusão digital.

2. [ENADE - adaptado]

Leia o texto a seguir:

O Governo Federal deve promover a inclusão digital, pois a falta de acesso às tecnologias digitais acaba por excluir socialmente o cidadão, em especial a juventude.
(Projeto Casa Brasil de inclusão digital começa em 2004. In: MAZZA, Mariana. JB online.)

Com a proposta acima pode-se concluir que:

A) o conhecimento da tecnologia digital está democratizado no Brasil.
B) a preocupação social é preparar quadros para o domínio da informática.
C) o apelo à inclusão digital atrai os jovens para o universo da computação.
D) o acesso à tecnologia digital está perdido para as comunidades carentes.
E) a dificuldade de acesso ao mundo digital torna o cidadão um excluído social.

Resposta: E

Justificativa: a inclusão digital existe justamente porque existem grupos na sociedade que são excluídos digitalmente. Não conseguir manejar as novas tecnologias significa também não se integrar socialmente.

Compartilhe nas redes sociais

TOPO