Soluto e Solvente

Uma solução química é definida como uma mistura homogênea formada após composição de dois específicos elementos, o soluto e solvente.

O soluto e solvente fazem parte de uma solução química. Estes dois componentes será a parte mais importante da mistura homogênea.

Essas misturas químicas são soluções (ou dispersões) homogêneas, e terão sua formação dependente do soluto e solvente. Basicamente, o soluto será a substância a ser dissolvida, enquanto o solvente será a responsável por dissolvê-la.

soluto e solvente
(Imagem: Reprodução)

Coeficiente de Solubilidade

Antes de compreender com a certeza o soluto e solvente, é preciso entender sobre o coeficiente de solubilidade. Esse coeficiente estará diretamente ligado ao limite de um soluto a ser adicionado à mistura.

É chamado de coeficiente de solubilidade toda a quantidade necessária de soluto que sature (ou venha a saturar) a quantidade ideal de solvente determinada pela temperatura.

O coeficiente de solubilidade será inteiramente dependente da temperatura, e variará de acordo com ela. Pode-se, assim, aumentar ou diminuir, de acordo com alterações na temperatura e do dado soluto.

Entendendo soluto e solvente

A diferença entre soluto e solvente é bem simples e prática. Enquanto o solvente será a substância a realizar a dissolução, o soluto será a substância a ser dissolvida.

Essa dissolução (e consequente mistura) de soluto em solvente ocorrerá a partir da interação entre moléculas. O exemplo de solvente mais conhecido é a água, esta apelidada de “solvente universal”.

O apelido se deve ao fato de ela ter a capacidade de dissolução de uma gama de substâncias diferentes.

Soluto

O soluto é a substância dispersora, aquela a ser dissolvida. Assim, ela distribui-se no interior de outra substância, sob forma de pequenas partículas.

Tais partículas do soluto apresentarão o diâmetro de até 1 nanômetro (1nm = 10-9 metros). Dessa forma, mesmo com o microscópio mais potente atualmente seria possível assistir mesmo que a maior fase das soluções.

Técnicas físicas não são capazes de separar as misturas entre soluto e solvente. Ou seja, filtração, centrifugação e decantação não são capazes de separar a mistura. Apenas a técnica química da destilação é capaz de separar a solução.

Solvente

O solvente, por outro lado, é apenas a substância dispersante da solução. Ela permitirá a distribuição das moléculas em seu interior.

Exemplos de soluto e solvente

Existem três misturas pontuais para exemplificar soluto e solvente. São elas, assim:

Vinagre

  • Solvente: Água
  • Soluto: Ácido Acético

Soro Fisiológico

  • Solvente: Água
  • Soluto: Cloreto de Sódio

Água e Açúcar

  • Solvente: Água
  • Soluto: Açúcar

Classificação das soluções

  • Solução saturada: soluções que acabaram atingindo limite do coeficiente de solubilidade, podendo apresentar precipitado.
  • Solução Supersaturada: mais soluto dissolvido do que a saturada, apresentando nítido precipitado.
  • Solução insaturada: soluto não atingiu o coeficiente de solubilidade, podendo ser acrescentado mais soluto para atingir equilíbrio.

Referências

SALVADOR, Edgard e USBERCO, João. Química, volume único. 1ª edição, Editora Saraiva, São Paulo-SP, 2006. 672 p.

Mateus Bunde
Prof. Mateus Bunde

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Especialista em Linguagens pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) e Mestrando em Comunicação pela Universidade do Porto, de Portugal (UP/PT).

Teste seu conhecimento

01. [ITA] Considere cada um dos procedimentos realizados em temperatura ambiente e sob vigorosa agitação:

I. 1 g de açúcar sólido misturado com 1 L de água.
II. 1 g de cloreto de sódio sólido misturado com 1 L de água.
III. 0,5 L de solução aquosa de açúcar misturado com 0,5 L de água.
IV. 0,2 L de etanol anidro misturado com 0,8 L de gasolina.
V. Injeção de HCl gasoso em 1 L de água.
VI. Injeção de O2 gasoso em 1 L de água.

Assinale a opção que associa CORRETAMENTE os procedimentos acima com os fenômenos listados abaixo:

a. dissolução sem dissociação iônica;
b. somente dispersão grosseira;
c. diluição;
d. dissolução com dissociação iônica.

a) Ia; IId; IIIc; IVa: Vd; VIa

b) c; IIc; IIIc; IVa: Vc; VIc

c) Ic; IIa; IIId; IVb; Va; VId

d) Ia; IIa; IIIa; IVb; Va; VIa

e) Id; IId; IIIa; IVc; Vd; VId

02. [UFPE] Uma solução composta por duas colheres de sopa de açúcar (34,2 g) e uma colher de sopa de água (18,0 g) foi preparada. Sabendo que:

Massa molar da sacarose = 342,0 g mol-1,
Massa molar da água = 18,0 g mol-1,
Ponto de fusão da sacarose = 184 °C e Ponto de fusão da água = 0 °C,

podemos dizer que:

1) A água é o solvente, e o açúcar, o soluto.
2) O açúcar é o solvente, uma vez que sua massa é maior que a da água.
3) Em temperatura ambiente, o açúcar não pode ser considerado solvente por ser um composto sólido.

Está(ão) correta(s):

a) 1 apenas

b) 2 apenas

c) 3 apenas

d) 1 e 3 apenas

e) 1, 2 e 3

01. [A]

02. [D]

Compartilhe nas redes sociais

TOPO