Biogás

O biogás pode ser obtido naturalmente ou de forma artificial, e apresenta grandes vantagens sobre outras formas de obtenção de energia.

O biogás, antigamente conhecido como gás dos pântanos, é um tipo de gás inflamável, constituído principalmente por uma mistura de hidrocarbonetos como o dióxido de carbono (CO2) e o gás metano (CH4).

É considerado um biocombustível por ser uma fonte de energia renovável, e foi descoberto em 1667.

A obtenção do biogás

A obtenção do biogás pode ocorrer naturalmente ou pode ser produzido de forma artificial.

A forma natural do biogás é conseguida pela ação de bactérias na decomposição da matéria orgânica (biomassa), como lixo doméstico, resíduos industriais vegetais, esterco de animais e outros. O processo natural de produção de biogás também ocorre em pântanos, mangues, lagos e rios.

Para obter este tipo de gás inflamável é necessário obedecer a critérios de fermentação, temperatura, umidade, acidez e ausência de oxigênio.

A forma artificial de obtenção do biogás é dada pela utilização de um reator químico-biológico denominado Biodigestor Anaeróbico. Os biodigestores são tanques isolados do ar atmosférico, que servem para produzir biogás e biofertilizantes a partir de efluentes orgânicos.

As vantagens

O biogás apresenta grandes benefícios sobre outras formas de obtenção de energia. Confira algumas vantagens a seguir:

  • Polui menos a atmosfera, auxiliando na desaceleração do aquecimento global. Este tipo de gás reduz principalmente a emissão de metano (CH4) e de dióxido de carbono (CO2), gases causadores do efeito estufa;
  • O uso do biogás em vez da lenha contribui significativamente no combate ao desmatamento;
  • Reduz a poluição hídrica;
  • Obtenção de créditos de carbono;
  • É um processo natural para se tratar resíduos orgânicos;
  • Nas áreas rurais, a chegada do biogás poderá substituir os fogões à lenha e tratores movidos a diesel, reduzindo a poluição do meio ambiente;
  • O uso de biodigestores para coleta de dejetos humanos e animais pode auxiliar (ou até mesmo sanar) problemas de saúde pública decorrentes de dejetos carregados de micro-organismos;
  • Reduz os odores desagradáveis do lixo;
  • Produz combustível de boa qualidade;
  • Diversifica as fontesenergéticas;
  • Aumenta as oportunidades no mercado de trabalho e geração de renda;
  • Apresenta um fertilizante rico em nutrientes como resíduo;
  • Aplica a suinocultura.

É preciso ressaltar que o biogás passa por um processo de purificação, no qual são removidos componentes como água, ácido sulfúrico, dióxido de carbono e outras partículas. E por que é necessário purificar o biogás? Porque ele pode ser inviável e agressivo ao meio ambiente (principalmente com relação ao efeito estufa e a chuva ácida), dependendo de suas características físicas, de como for empregado e das condições atmosféricas locais.

Utilização do biogás

O biogás pode ser aplicado em diversas situações, dentre as quais podemos citar: lampiões, aquecimento de fogões, combustível para motores de combustão interna, geladeiras, chocadeiras, secadores de grãos ou secadores diversos, geração de energias elétrica, térmica e mecânica.
A principal intenção é utilizar o biogás para substituir os gases de origem mineral, como o GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), usado como gás de cozinha, GN (Gás Natural), usado em equipamentos domésticos e GNV (Gás Natural Veicular).
O biogás também é uma alternativa de geração de energia para abastecer comunidades isoladas, e o aproveitamento deste tipo de gás proveniente de aterro sanitário e de tratamento de esgoto representa uma destinação mais sustentável aos resíduos.

Referências

Biogás e Gás Natural. Disponível em: http://www.feg.unesp.br/emas/vigilantes/Fontes_de_Energia/biogas.htm
ROYA, B. et al. Biogás – Uma energia limpa. Disponível em: http://www.castelobranco.br/

Por Débora Silva
Como referenciar este conteúdo

Silva, Débora. Biogás. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/quimica/biogas. Acesso em: 21 de October de 2021.

Teste seu conhecimento

1. [UFT] Biodigestores são constituídos por recipientes fechados, dentro dos quais microrganismos realizam a decomposição de restos de matéria orgânica, formando biogás (metano e dióxido de carbono, principalmente) e, também, uma parte sólida. Sobre os biodigestores é INCORRETO afirmar que:
(A) O biogás formado é resultado da fermentação aeróbica da matéria orgânica.
(B) A produção de biogás se apresenta como uma fonte de energia barata e ecologicamente viável.
(C) Os gases liberados podem ser utilizados como forma de combustível residencial, industrial e automotivo.
(D) A parte sólida produzida pela decomposição da matéria orgânica pode ser utilizada como biofertilizante na agricultura.
(E) Temperatura, acidez e umidade do meio são fatores que interferem na produção do biogás e necessitam de controle no processo de biodigestão.

2. [ENEM 2011] Para evitar o desmatamento da Mata Atlântica nos arredores da cidade de Amargosa, no Recôncavo da Bahia, o Ibama tem atuado no sentido de fiscalizar, entre outras, as pequenas propriedades rurais que dependem da lenha proveniente das matas para a produção da farinha de mandioca, produto típico da região. Com isso, pequenos produtores procuram alternativas como o gás de cozinha, o que encarece a farinha.
Uma alternativa viável, em curto prazo, para os produtores de farinha em Amargosa, que não cause danos à Mata Atlântica nem encareça o produto é a

A) construção, nas pequenas propriedades, de grandes fornos elétricos para torrar a mandioca.
B) plantação, em suas propriedades, de árvores para serem utilizadas na produção de lenha.
C) permissão, por parte do Ibama, da exploração da Mata Atlântica apenas pelos pequenos produtores.
D) construção de biodigestores, para a produção de gás combustível a partir de resíduos orgânicos da região.
E) coleta de carvão de regiões mais distantes, onde existe menor intensidade de fiscalização do Ibama.

1. [A]
2. [D]

Compartilhe

TOPO