Antoine Lavoisier

Antoine Lavoisier nasceu na França em 1743. Foi um químico inovador que revolucionou a ciência no século XVIII. Hoje em dia, é considerado o pai da química moderna.

Antoine Lavoisier é considerado o pai da química moderna. Entre suas contribuições para a ciência está a identificação do hidrogênio e oxigênio na água, ajudou na construção do sistema métrico, na reforma da nomenclatura de compostos e, além disso, refutou a Teoria do Flogístico e enunciou a Lei da Conservação de Massas. Conheça a seguir a vida e o legado desse cientista.

Índice do conteúdo:

Biografia

Antoine Lavoisier
Recorte de Antoine Lavoisier, da obra de Jacques-Louis David “Retrato do Sr. Lavoisier e sua esposa” (1788). Fonte: Wikimedia.

Antoine-Laurent de Lavoisier nasceu em 26 de agosto de 1743 em Paris, na França. Nascido em uma família rica, herdou a fortuna da mãe, que faleceu quando ele tinha 5 anos. Seu pai era advogado e preparava o jovem Antoine para o ramo de advocacia desde a infância, porém em seus últimos anos de estudo (1760 – 1761), sua paixão pela ciência aflorou e Lavoisier passou a estudar química, botânica, astronomia e matemática.

Se formou advogado em 1764, mas nunca exerceu. Preferiu focar em seus estudos extracurriculares e seguir a carreira científica. Aos 22 anos, recebeu um prêmio da Academia de Ciências por um projeto que melhoraria o sistema de iluminação de Paris. Aos 25 tornou-se membro dessa instituição.

Com 28 anos, se casou com a jovem Marie-Anne Pierrette Paulze, de apenas 14 anos. Ela, por seu vasto conhecimento em idiomas, se tornou a principal colaboradora dos trabalhos de Lavoisier, visto que fazia a tradução do inglês para o francês de trabalhos e obras científicas. Aos 46 anos, em 1789, Lavoisier lançou o “Tratado Elementar de Química”, onde apresentou uma nomenclatura adequada para elementos químicos, em oposição aos termos utilizados na linguagem da alquimia.

Durante sua vida toda fez descobertas e contribuiu para uma verdadeira revolução científica no século XVIII. Apesar disso, sua vida teve um fim trágico. Quando ele tinha 50 anos, em 1794, a empresa em que trabalhava, Ferme Générale foi alvo da Revolução Francesa e Lavoisier foi acusado de fraude fiscal e venda de tabaco adulterado. Dessa forma, ele foi condenado a guilhotina em praça pública no dia 8 de maio de 1794.

A lei de Lavoisier

Antoine Lavoisier desenvolveu inúmeras contribuições para a ciência em seu tempo de atuação. Entre elas, ele refutou a Teoria do Flogístico, mostrando que o oxigênio tem papel importante numa reação de combustão. Além disso, Lavoisier foi quem enunciou o princípio da conservação da matéria, também chamada de Lei de Lavoisier.

Essa lei diz que tudo que acontece na química é decorrente de um processo de transformação. Nada pode ser criado, nem perdido, como achavam os alquimistas da época. Em uma reação química, átomos não podem surgir do nada. Tudo que ocorre é, portanto, consequência de um rearranjo de átomos nas moléculas. Dessa forma, em uma reação química realizada em um ambiente fechado, a massa contida nos reagentes deve ser, obrigatoriamente, a mesma massa dos produtos formados.

5 frases de Antoine Lavoisier

Veja abaixo algumas frases notórias ditas pelo cientista Antoine Lavoisier em seu tempo de atuação, registradas em suas obras escritas e em manuscritos:

  1. “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.”
  2. “Não devemos confiar em nada além de fatos: estes são apresentados a nós pela Natureza e não podem enganar. Devemos, em todos os casos, submeter nosso raciocínio ao teste do experimento, e nunca buscar a verdade, mas sim o caminho natural do experimento e da observação.”
  3. “Considero a Natureza um grande laboratório químico no qual ocorrem todos os tipos de síntese e decomposição.”
  4. “A vida é um processo químico.”
  5. “A arte de concluir pela experiência e observação consiste em avaliar probabilidades, em estimar se são altas ou numerosas o suficiente para constituir uma prova. Esse tipo de cálculo é mais complicado e difícil do que se possa imaginar.”

As frases podem ser encontradas em seus escritos, principalmente no Tratado Elementar de Química, livro que até hoje possui edições atualizadas.

Vídeos sobre Antoine Lavoisier

Agora, confira alguns vídeos sobre esse célebre cientista e conheça mais sobre sua vida e seu legado deixado na história da química:

A vida de Lavoisier

Nesse vídeo, saiba quem foi Antoine-Laurent Lavoisier. Nele, você encontra um resumo de toda sua vida, desde o nascimento até sua morte trágica em 1794, quando foi condenado à guilhotina em meio a Revolução Francesa por acusações de venda de tabaco adulterado e fraude fiscal.

A lei de conservação de massas de Lavoisier

Antoine Lavoisier ficou conhecido, entre outros fatos, pela Lei de Conservação de Massas e por sua famosa frase: “Nada se cria, nada se perde. Tudo se transforma”. Veja mais sobre essa lei e aprenda a resolver exercícios relacionados a esse tema. Lembre-se que em casos assim, a massa de reagente deve ser igual à massa de produtos.

O pai da química moderna

Lavoisier é considerado o pai da química moderna por conta de suas inúmeras contribuições para a ciência. Nesse vídeo, confira mais detalhes sobre a vida do cientista, contada na forma de cordel, e entenda a famosa lei de conservação de massas.

Em síntese, Lavoisier foi um grande cientista revolucionário que mudou a forma de enxergar a química e como ocorrem as reações químicas. Além disso, ele foi um dos precursores no que diz respeito à nomenclatura de compostos. Não pare de estudar por aqui, conheça também sobre a vida de outra química famosa e revolucionária, Marie Curie.

Referências

Antoine Lavoisier (1743-1794) – Philosophy of Chemistry (2012) – Robin Findlay Hendry
Princípios de Química: Questionando a Vida Moderna e o Meio Ambiente (2005) – Peter Atkins e Loretta Jones
Química: a ciência central (1999) – Theodore L. Brown, Eugene H. LeMay, Bruce E. Bursten e Julia R. Burdge

Lucas Makoto Tanaka dos Santos
Por Lucas Makoto Tanaka dos Santos

Bacharel em Química pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), mestrando em Química Analítica, com ênfase em desenvolvimento de métodos analíticos, metabolômica e espectrometria de massas no Laboratório de Biomoléculas e Espectrometria de Massas (LaBioMass), na mesma universidade.

Como referenciar este conteúdo

Tanaka dos Santos, Lucas Makoto. Antoine Lavoisier. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/quimica/antoine-lavoisier. Acesso em: 22 de September de 2021.

Exercícios resolvidos

1. [FUVEST 2008 (adaptada)]

Devido à toxicidade do mercúrio, em caso de derramamento desse metal, costuma-se espalhar enxofre no local, para removê-lo. Mercúrio e enxofre reagem, gradativamente, formando sulfeto de mercúrio. Para fins de estudo, a reação pode ocorrer mais rapidamente se as duas substâncias forem misturadas num almofariz. Usando esse procedimento, foram feitos dois experimentos. No primeiro, 5,0 g de mercúrio e 1,0 g de enxofre reagiram, formando 5,8 g do produto, sobrando 0,2 g de enxofre. No segundo experimento, 12,0 g de mercúrio e 1,6 g de enxofre forneceram 11,6 g do produto, restando 2,0 g de mercúrio.

Mostre que os dois experimentos estão de acordo com a lei da conservação da massa (Lavoisier).

A lei de Lavoisier considera que as massas antes e depois da reação devem ser iguais. Para comprová-la, deve ser feita a soma de tudo que reagiu e comparar com a soma de tudo que foi produzido, considerando os reagentes que ficam em excesso. Em outras palavras:
mantes = mdepois + mexcesso

Organizando os dois experimentos, tem-se a seguinte situação:

Os cálculos para a comprovação da lei ficam:

Portanto, como as quantidades foram iguais nos dois casos, a lei de conservação de massa de Lavoisier fica comprovada.

2. [IF-PA 2016]

O cientista francês Antoine Lavoisier que viveu no século XVII é o autor de uma das mais importantes leis relativas às reações químicas, a chamada “Lei de conservação das massas”. Com relação a essa lei podemos afirmar:
a) numa reação química, as massas dos produtos são sempre a metade da massa dos reagentes.
b) numa reação química, não existe relação entre as massas dos reagentes e dos produtos.
c) numa reação química, a soma das massas dos reagentes é igual à soma das massas dos produtos.
d) numa reação química, as massas dos produtos são sempre o dobro das massas dos reagentes.
e) numa reação química, a soma massas dos produtos é sempre inversamente proporcional à soma das massas dos reagentes.

Conforme a Lei da conservação de massas de Lavoisier, a quantidade de reagente é igual à quantidade dos produtos, portanto, a alternativa correta é a letra c) numa reação química, a soma das massas dos reagentes é igual à soma das massas dos produtos.

Compartilhe

TOPO