Verbos de Ligação

Os verbos de ligação têm a função principal de ligar o sujeito às suas características.

Os verbos de ligação, como função, são imprescindíveis para uma oração, pois eles carregam a responsabilidade de ligar sujeito às características. Sendo assim, também são denominados como verbos copulativos.

Esse tipo de verbo difere-se dos verbos de caráter intransitivo e transitivo por estes expressarem uma ação praticada ou sofrida. Ou seja, eles podem representar uma voz tanto ativa, quanto passiva.

Dessa maneira, o verbo de ligação irá exprimir a ideia de estado, ligando o sujeito às suas características. Estabelecendo-se, portanto, uma ligação entre sujeito e suas determinadas características próprias.

verbos de ligação
(Imagem: Reprodução)

Os tipos de verbo de ligação são: ser, estar, ficar, permanecer, tornar-se, andar, continuar, viver, parecer, virar. A diferença para os verbos transitivos e intransitivos pode ser expressada nos seguintes exemplos:

Os palestrantes são todos doutores. (verbo de ligação)

Hoje a festa estará cheia. (verbo transitivo)

Você vai! (verbo intransitivo)

Os tipos de verbos de ligação

Os principais verbos de ligação podem ser divididos em:

Estado permanente

  • Ser: Alexandre é empolgado.
  • Viver: Anderson vive doente.

Estado de circunstância

  • Estar: Estava cansada.
  • Parecer: Ele parecia gostar do resultado.
  • Andar: Ela andava sempre cabisbaixa.

Estado de continuidade

  • Permanecer: Pedro permaneceu calado diante de todos.
  • Continuar: Vanderlei continuou seu depoimento.

Estado de mudança

  • Ficar: Fiquei contente com o informado.
  • Tornar-se: Ela se tornava uma vitoriosa na vida.
  • Virar: Depois do susto, virou saudável.

Como identificar o verbo de ligação

Para identificar os verbos de ligação é necessário muito mais do que perceber se encaixa-se na lista. O contexto é fundamental para reconhecer se um verbo é de ligação, intransitivo, transitivo direto ou transitivo indireto.

Enfim, é fundamental ater-se ao que o contexto exprime. Para isso, identificar através da interpretação de texto o que o sentido da frase diz é imprescindível.

Primeiramente, é necessário o reconhecimento da frase. Em seguida, identificar onde está o verbo. Em terceiro, e por último, questionar-se se aquele verbo liga uma característica (estado) ao sujeito da oração.

Veja como identificar os verbos de ligação:

Ele andava devagar até a escola. (verbo intransitivo, expressando uma ação);

Ele andava triste. (verbo de ligação, expressando estado);

Referências

Novíssima Gramática da Língua Portuguesa – Domingos Paschoal Cegalla

Mateus Bunde
Por Mateus Bunde

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Especialista em Linguagens pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) e Mestrando em Comunicação pela Universidade do Porto, de Portugal (UP/PT).

Teste seu conhecimento

01. [ITA]

Considere estes versos de Olavo Bilac:

1- “Longe do turbilhão estéril da rua,/Beneditino, escreve!”:

2 – “De tal modo, que a imagem fique nua […]”

3 –  “E, natural, o efeito agrade,/Sem lembrar os andaimes do edifício”.

Os verbos em destaque classificam-se, respectivamente, como:

a) intransitivo – de ligação – transitivo direto.
b) transitivo direto – intransitivo – intransitivo
c) transitivo – intransitivo – transitivo
d) transitivo – de ligação – intransitivo
e) transitivo direto – de ligação – transitivo direto e indireto

02. [FMPA] Identifique a alternativa em que o verbo destacado não é de ligação:

a) A criança estava com fome.
b) Pedro parece adoentado.
c) Ele tem andado confuso.
d) Ficou em casa o dia todo.
e) A jovem continua sonhadora.

01. [A]

02. [D] 

Compartilhe nas redes sociais

TOPO