Litote

Litote trata-se de uma figura de linguagem, muito similar ao eufemismo, no entanto com o intuito de suavizar a expressão por meio da negação contrária.

O litote é uma figura de linguagem do tipo pensamento. Sua utilização é similar ao do eufemismo. Entretanto, ela é utilizada com intuito de abrandar alguma expressão por meio de uma negação do contrário.

Apesar de o conceito parecer bastante complexo, a prática é bastante simples de compreender. Um exemplo clássico para ilustrar essa figura de linguagem bastante usual no cotidiano é:

Eu não estou feliz com o resultado do exame.

Neste sentido em questão, a expressão aborda o “não estou feliz” com o real significado de “estou triste”. Ou seja, a expressão foi alterada, suavizada e utilizada como negação do fato a ser abrandado.

litote
A cerveja não está quente. Ou seja, a cerveja está gelada. (Imagem: Reprodução)

Antônimos frequentes no uso do Litote

É importante sempre recordar que a palavra oposta o significado são denominadas como antônimos. Elas serão fundamentais para a abordagem do litote. Assim, terá: feliz e triste, caro e barato, bonito e feio, bom e mau, rico e pobre e assim por diante.

Litote e o eufemismo: diferenças

Ambas são figuras de pensamento. Ambas são formas de abrandar situações. Ambas podem provocar confusão.

No entanto, há sutis diferenças entre as duas figuras de linguagem, mesmo que o eufemismo também seja utilizado como forma de abrandar um discurso.

Exemplos:

  1. Manoel abotoou o paletó de madeira.
  2. Manoel não está mais nesse mundo.

No primeiro caso nota-se uma perfeita adoção do eufemismo para significar que alguém morreu. Já no segundo caso percebe-se uma negação de um fato, sendo “estar nesse mundo”.

Assim, o litote significará a negação do fato a fim de abrandar uma situação.

Características do Litote

O litote, portanto, como supracitado, tem como função destacar a negação a um fato a fim de apaziguá-lo. De modo a garantir a comunicação estabelecida, salientando a negação ao mesmo.

Além disso, outras características serão compelidas ao litote:

  • Utilizada em linguagem coloquial;
  • Emissor não tem a intenção de direta de dizer aquilo que realmente pretende;
  • Para não soar como uma situação desagradável, o litote é utilizado para garantir o significado sem que seja necessária a explicitação;
  • Evita o tom agressivo ao receptor;

5 exemplos de Litote

  • A cerveja não está gelada. (Está, na realidade, quente);
  • Essa calça não é cara. (A calça, na verdade, é barata);
  • Marcelo não é nada burro. (Marcelo é inteligente);
  • A sala não está limpa. (A sala está suja);
  • João não é pobre pois tem vários apartamentos. (João é rico);

Referências

Novíssima Gramática da Língua Portuguesa – Domingos Paschoal Cegalla

Mateus Bunde
Prof. Mateus Bunde

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Especialista em Linguagens pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) e Mestrando em Comunicação pela Universidade do Porto, de Portugal (UP/PT).

Exercícios resolvidos

1. [UFPA]

Tecendo a manhã
Um galo sozinho não tece uma manhã:
ele precisará sempre de outros galos.
De um que apanhe o grito que um galo antes
e o lance a outro; e de outros galos
que com muitos outros galos se cruzem
os fios de sol de seus gritos de galo,
para que a manhã, desde uma teia tênue,
se vá tecendo, entre todos os galos.
E se encorpando em tela, entre todos,
se erguendo tenda, onde entrem todos,
se entretendendo para todos, no toldo
(a manhã) que plana livre de armação.
A manhã, toldo de um tecido tão aéreo
que, tecido, se eleva por si: luz balão.

(MELO, João Cabral de. In: Poesias Completas. Rio de Janeiro, José Olympio, 1979)

Nos versos

“E se encorpando em tela, entre todos,
se erguendo tenda, onde entrem todos,
se entretendendo para todos, no toldo…”
tem-se exemplo de

a) eufemismo
b) antítese
c) aliteração
d) silepse
e) sinestesia

Resposta: C

2. [FEI]

Assinalar a alternativa correta, com relação às figuras de linguagem, presentes nos fragmentos a seguir:

I. “Não te esqueças daquele amor ardente que já nos olhos meus tão puro viste.”
II. “A moral legisla para o homem; o direito, para o cidadão.”
III. “A maioria concordava nos pontos essenciais; nos pormenores porém, discordavam.”
IV. “Isaac a vinte passos, divisando a vulto de um, para, ergue a mão em viseira, firma os olhos.”

a) anacoluto, hipérbato, hipálage, pleonasmo
b) hipérbato, zeugma, silepse, assíndeto
c) anáfora, polissíndeto, elipse, hipérbato
d) pleonasmo, anacoluto, catacrese, eufemismo
e) hipálage, silepse, polissíndeto, zeugma

Resposta: B

Compartilhe nas redes sociais

TOPO