Hipérbato

Hipérbato é uma figura de construção da língua portuguesa, e tem como característica a inversão nos termos de uma oração.

Hipérbato é uma das figuras de construção ou sintaxe da língua portuguesa, e tem como característica principal a troca na sequência normal dos termos de uma oração. Ocorre, portanto, uma inversão que traz uma mudança na ordem direta dos termos. Com isso, podemos concluir que a disposição usual do sujeito, do verbo, dos complementos e dos adjuntos se torna diferenciada, mas o arranjo padrão dos elementos na oração não é considerado.

Para melhor compreensão, vamos citar um exemplo: “Ouviram do Ipiranga às margens plácidas, de um povo heroico o brado retumbante”. No hino, podemos notar que houve essa troca na ordem, sendo que para a compreensão clara da frase, a sequência lógica seria algo como “Ouviram o brado retumbante de um povo heroico, às margens plácidas do Ipiranga”. É também outro exemplo, mais um trecho do hino nacional “Do que a terra mais garrida, teus risonhos lindos campos têm mais flores”, sendo que a frase em ordem direta seria “Teus campos risonhos, lindos, têm mais flores do que a terra mais garrida”.

Imagem: Reprodução

Essa troca da posição lógica dos termos acaba deixando um pouco mais complexa a compreensão e interpretação do texto.

A ordem direta dos termos de uma oração

Trata-se, como o nome sugere, da forma direta dos elementos de uma oração, portanto, da posição mais comumente usada para cada um dos termos da oraão. Isso foi convencionado por gramáticos, porém não é a única forma considerada correta para a escrita. Segundo essa ordem convencionada, deveríamos usar a sequência a seguir: sujeito, verbo, complementos. É por meio do hipérbato, portanto, que mudamos essa lógica.

Referências

Novíssima Gramática da Língua Portuguesa

Por Natália Petrin
Teste seu conhecimento

01. [VUNESP] No trecho: “…dão um jeito de mudar o mínimo para continuar mandando o máximo”, a figura de linguagem presente é chamada:

a) metáfora
b) hipérbole
c) hipérbato
d) anáfora
e) antítese

 

02. [FEI] Assinalar a alternativa correta, correspondente à figuras de linguagem, presentes nos fragmentos abaixo:

I.   “Não te esqueças daquele amor ardente que já nos olhos meus tão puro viste.”

II.  “A moral legisla para o homem; o direito para o cidadão.”

III. “A maioria concordava nos pontos essenciais; nos pormenores porém, discordavam.”

IV. “Isaac a vinte passos, divisando o vulto de um, pára, ergues a mão em viseira, firma os olhos.”

a) anacoluto, hipérbato, hipálage, pleonasmo;
b) hipérbato, zeugma, silepse, assíndeto;
c) anáfora, polissíndeto, elipse, hipérbato;
d) pleonasmo, anacoluto, catacrese, eufemismo;
e) hipálage, silepse, polissíndeto, zeugma.

01. [E]

02.[B]

Compartilhe nas redes sociais

TOPO