Formação de palavras

A formação de palavras é o processo de derivação radical para criação de variadas outras sentenças com significados diversos.

O processo de formação de palavras diz respeito às variáveis de um dado radical. O radical, para viés de introdução, é a parte da palavra que jamais muda. É como o esqueleto de uma sentença.

Assim, as formações compõem uma palavra originada a partir de uma do tipo primitiva. Dessa maneira, as palavras terão dois tipos diferentes até ser dado início ao processo de formação. São elas:

  • Palavras primitiva: servem como base para a formação de outras palavras, sem formação de outros radicais. Exemplo: pedr
  • Palavras derivadas: formadas a partir de radicais. Exemplo: pedr

No idioma do português, sobretudo no brasileiro, o processo de formação de palavras geralmente compõe dois tipos: composição e derivação.

formação de palavras
(Imagem: Reprodução)

Formação de palavras por derivação

O processo de formação de palavras via derivação corresponde à adição de afixos aos radicais. Exemplo: marinheiro (mar + inheiro). A formação de palavras por derivação abrange, ainda, os processos: prefixal, sufixal, parassintético, regressivo e impróprio.

Derivação prefixal

Anexam-se prefixos à palavra primitiva (radical) para formação de uma nova sentença. Exemplo: reler, incapaz.

Derivação sufixal

Anexam-se sufixos à palavra primitiva (radical) para formação de palavras novas.

Exemplo: racismo e alfabetização

Observação: em ambos os casos há detalhes importantes com a sufixação da palavra. No primeiro caso, a palavra se transformará em advérbio. No segundo, o verbo alfabetizar será transformado em substantivo.

Por meio disso, a derivação sufixal pode ser de três tipos:

  1. Nominal: forma substantivos e adjetivos. Exemplo: papel (papelaria)
  2. Adverbial: forma advérbios. Exemplo: raça (racismo)
  3. Verbal: forma verbos. Exemplo: moral (moralizar)

Derivação Parassintética

Refere-se à formação de palavras a partir da sufixação e prefixação e uma mesma sentença. Exemplo: entristecer.

É possível notar quando houve a parassíntese ao momento em que as palavras são desmembradas. No exemplo em questão, a palavra entristecer só existe a partir de sufixação e prefixação.

Isso se deve ao fato de que, mantendo sufixo ou prefixo, a palavra se torna inexistente. Afinal, “entriste” não existe, bem como “tristecer” também não. A formação verbal, portanto, depende da parassíntese.

Derivação regressiva

É o processo de formação que abrange a regressão de um verbo, transformando-o em substantivo. Exemplo: agitar (agito).

Além disso, a derivação regressiva pode ainda ser usado na linguagem coloquial como uma redução de uma dada palavra. Exemplo: comunista (comuna).

Derivação imprópria

A nova formação muda a classe gramatical, mas não altera a formação primitiva da palavra.

Exemplo: Ele tem um andar errado. (substantivo) // Vamos andar até o cinema? (verbo)

Formação de palavras por composição

A formação de palavras por composição aglutina dois ou mais radicais para criar uma nova sentença. Exemplo: pombo-correio.

Ela poderá ser de dois tipos: por justaposição e aglutinação.

Justaposição

Quando radicais se unem, não há alteração sofrida. Exemplo: cachorro-quente, passatempo.

Aglutinação

Os radicais se unem, formando novas palavras, mas são observadas alterações no radical. Exemplo: planalto (plana + alto).

Detalhe que as palavras formadas por composição assumem novos significados sem relação com as palavras primitivas. Assim, serão novas palavras, com novos significados sem relação com seus antigos significados originais.

Referências

Novíssima Gramática da Língua Portuguesa – Domingos Paschoal Cegalla

Mateus Bunde
Por Mateus Bunde

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Especialista em Linguagens pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) e Mestrando em Comunicação pela Universidade do Porto, de Portugal (UP/PT).

Como referenciar este conteúdo

Bunde, Mateus. Formação de palavras. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/portugues/formacao-de-palavras. Acesso em: 17 de September de 2021.

Teste seu conhecimento

01. [UFSC] Aponte a alternativa cujas palavras são respectivamente formadas por justaposição, aglutinação e parassíntese:

a) varapau – girassol – enfaixar

b) pontapé – anoitecer – ajoelhar

c) maldizer – petróleo – embora

d) vaivém – pontiagudo – enfurece

e) penugem – plenilúnio – despedaça

 

02. [UFU]

Em qual dos itens abaixo está presente um caso de derivação parassintética:

a) operaçãozinha

b) conversinha

c) principalmente

d) assustadora

e) obrigadinho

01. [D]

02. [D]

Compartilhe

TOPO