Encontros Vocálicos

Hiatos, ditongos e tritongos são os conhecidos encontros vocálicos. São encontros entre duas ou três letras com sons vocálicos em uma mesma palavra.

Chamamos de encontros vocálicos, na língua portuguesa, o encontro entre duas ou três letras com sons vocálicos juntas em uma mesma palavra. Se a letra em questão for consoante, ainda assim, desde que assuma o som de uma vogal na palavra, pode formar um encontro vocálico. Por exemplo, “farol” possui um encontro vocálico em “ol”. Existem, na língua portuguesa, três classificações para estes encontros vocálicos. São eles o hiato, o ditongo e o tritongo.

Hiatos

Quando falamos em hiatos, estamos nos referindo ao encontro vocálico de duas letras em uma mesma palavra, porém, essas duas letras encontram-se em sílabas diferentes. Confira alguns exemplos para entender melhor:
Poesia: Po – e – si – a. Nesse caso, o encontro vocálico é “oe”, que encontra-se em sílabas diferentes.
Democracia: De – mo – cra – ci – a. O mesmo acontece na palavra democracia, onde o encontro vocálico é “ia”, e encontra-se em sílabas diferentes.

Ditongo

O ditongo, por sua vez, é caracterizado por um encontro de duas letras que possuem sons vocálicos em uma mesma palavra, mas estando na mesma sílaba. A mais forte, tônica, é chamada de vogal, e a mais fraca, átona, é chamada de semivogal. Os ditongos podem ser caracterizados de quatro formas distintas, que serão explicadas a seguir.

Ditongo Crescente

Ditongo crescente é quando há o encontro de uma semivogal seguida de uma vogal, nesta ordem, na mesma sílaba. Por exemplo, “mágoa”, “quadro” e “série”.

Ditongo Decrescente

Nesse caso, trata-se do inverso do anterior. O encontro de uma vogal mais intensa com uma menos intensa, ou seja, uma vogal com uma semivogal na mesma sílaba. Confira os exemplos: “pai”, “mingau”, “intuito”, entre outras.

Ditongo Oral

O ditongo oral, é aquele que passa pela cavidade oral sem que seja possível a passagem de ar pelas vias nasais. Por exemplo, “ouvir”, “tranquilo”, “viu”, entre outras.

Ditongo nasal

Por fim, o ditongo nasal é aquele que, ao ser pronunciado, o som passa essencialmente pela cavidade nasal tendo, portanto, um som anasalado. Confira alguns exemplos: “mãe”, “frequência”, “quanto”, entre outras.

Tritongo

O tritongo, por sua vez, refere-se a uma sequência de três letras que apresentem sons vocálicos pertencentes a uma mesma sílaba, sendo a primeira semivogal, a segunda uma vogal e a terceira uma semivogal. Por exemplo, “quão”, “Saguão”, “iguais”, “Paraguai”, entre outras.

Referências

Novíssima Gramática da Língua Portuguesa – Domingos Paschoal Cegalla

Por Natália Petrin
Teste seu conhecimento

01. [ENEM] Marque a alternativa cujas palavras apresentem encontros vocálicos classificados como DITONGOS:

a)Saíram – bebedouro – caranguejo;

b)Extinguir – iguais – ação;

c)Circuito – trouxeram – diáspora;

d)Cabeleireiro – gênio – tireoide;

e)Atuou – Mooca – alguém.

02. [ENEM] Em qual das alternativas  as palavras apresentam, respectivamente, um Hiato, um Ditongo e um Tritongo?

a) Diáspora – balões – Paraguai;

b) Saíram – ruim – Paraguai;

c) Caetano – mãe – saída;

d) Uruguai – caneta – cachorro;

e) Caderno – amigo – comboio.

01. [D]

02. [A]

Compartilhe nas redes sociais

TOPO