Morfologia

A morfologia consiste na análise da estrutura e da formação das palavras da nossa língua materna.

As palavras são formadas por várias outras formas menores do que ela, por isso conseguimos dividi-las em partes que são chamadas morfemas. Dessas separações, as que carregam o significado básico da palavra são os morfemas lexicais e as que indicam as variações de gênero, número e pessoa (as flexões) são os morfemas gramaticais. Para sua melhor compreensão, observe a formação da palavra garotinhos:

garot inh o s
radical indicando a base do significado sufixo indicando o grau diminutivo desinência indicando o gênero (masculino) desinência indicando o número (plural)

1.Classificação dos elementos mórficos

Quando analisamos uma palavra, podemos encontrar os seguintes elementos:

Radical

É o elemento que origina as palavras, sua raiz, onde se concentra o significado básico da palavra, que não pode ser reduzido.

“As palavras que apresentam o mesmo morfema lexical, isto e, o mesmo radical, são chamadas cognatas. Assim, são cognatas as palavras ferro, ferreiro, ferragem, ferrugem, ferrado, ferrador, ferradura etc”. (ALMEIDA, 2010)

Vogal temática e tema

A vogal temática é o elemento que faz a ligação entro o radical e as desinências ou sufixos, a junção desses dois elementos nos dá o tema.

RADICAL VOGAL TEMÁTICA TEMA
am- a ama
vend- e vende

Afixo

São as partes que se ligam ao radical para formar novas palavras. Quando vêm antes do radical são os prefixos e quando vêm depois, sufixos.

PREFIXO RADICAL SUFIXO
in- feliz
- feliz -mente

Vogais e consoantes de ligação

Funcionam como peças de ligamento. Não possuem um valor significativo, mas ligam as “partes” das palavras umas as outras facilitando sua pronúncia.

RADICAL VOGAL DE LIGAÇÃO RADICAL
gás ô metro
silv í cola
RADICAL CONSOANTE DE LIGAÇÃO SUFIXO
chá l eira
saci z inho

Desinência

Aparecem no final dos vocábulos para expressar flexões de gênero, número, modo, tempo e pessoa. Podem ser nominais ou verbais.

– As desinências nominais indicam gênero e número:

RADICAL DESINÊNCIA DE GÊNERO DESINÊNCIA DE NÚMERO
macac o s
menin a s
pat o s

– As desinências verbais indicam o modo e o tempo, o número e a pessoas dos verbos:

RADICAL VOGAL TEMÁTICA DESINÊNCIA MODO-TEMPORAL DESINÊNCIA NÚMERO-PESSOAL
am- a -sse -mos
cant- a -va -mos

Referências

BEZERRA, Rodrigo. Nova gramática da língua portuguesa para concursos. 4ª ed. Rio de Janeiro: Forense; Sao Paulo: MÉTODO, 2010.
ALMEIDA, Nilson Teixeira de. Gramatica da Língua Portuguesa para concursos, vestibulares, ENEM, colégios técnicos e militares. 9ª Ed. São Paulo: Saraiva, 2010

Bárbara Neves
Por Bárbara Neves

Graduada em Letras Português - Licenciatura (UEM)

Teste seu conhecimento

1. [CESGRANRIO] Assinale a opção em que nem todas as palavras são de um mesmo radical:

a) Noite, anoitecer, noitada
b) Luz, luzeiro, alumiar
c) Incrível, crente, crer
d) Festa, festeiro, festejar
e) Riqueza, ricaço, enriquecer

2. [FATEC-SP] O prefixo e o sufixo que compõem a palavra despenteada encontram similar de sentido em:

a) Imaginava
b) Deslealdade
c) Dissílabo
d) Infelicidade
e) Impossibilitado

1. [B]
Entre as três palavras, alumiar é a única que não possui o radical -luz. Embora siga a mesma ideia de significado de luz e luzeiro, não faz parte do conjunto.

2. [E]
Em despenteada e impossibilitado, os prefixos des- e im- indicam negação, e o sufixo -ada(o) – nos dois vocábulos – confere aos termos função adjetiva.

Compartilhe nas redes sociais

TOPO