Pablo Neruda

Pablo Neruda foi um dos grandes nomes da literatura latino-americana, canonizado ao receber, inclusive, um Prêmio Nobel de Literatura.

Pablo Neruda foi escritor e político chileno, sendo considerado um dos grandes nomes da literatura latino-americana. Além de sua obra marcar seu nome nas Américas, o autor ainda ganharia reconhecimento além-continente.

Entre os vários prêmios de literatura recebidos pelo escritor chileno destacam-se o Prêmio Lênin da Paz, de 1953, e o Prêmio Nobel de Literatura, de 1971. Neruda tinha algumas características pontuais que identificavam a sua literatura. No entanto, nada melhor do que o próprio escritor para explicar o que a literatura significava para si.

“É descrever o que se sente verdadeiramente, a cada instante da existência. Não acredito num sistema poético, numa organização poética. Irei mais longe: não creio nas escolas, nem no Simbolismo, nem no Realismo, nem no Surrealismo. Sou absolutamente desligado dos rótulos que se colocam nos produtos. Gosto dos produtos, não dos rótulos” – Pablo Neruda sobre o que é literatura.

Vida de Pablo Neruda

Pablo Neruda, de nome Neftalí Ricardo Reyes Basoalto, nascido em Parral, pequena cidade no Chile, em 12 de julho de 1904. Filho de operário e professora, Neruda perdeu a mãe muito cedo, e viu seu pai casar-se novamente.

pablo neruda
(Imagem: Reprodução)

O matrimônio do pai fez com que a família se mudasse para Temuco, já em 1906. Foi no primário de uma escola da cidade que o ainda jovem Neruda já mostrava apreço e talento para literatura, publicando textos no jornal “A Manhã”.

Ao ingressar no curso de pedagogia da Universidade do Chile, na capital Santiago, já utilizava o pseudônimo Pablo Neruda. A inspiração veio do escritor francês Paul Verlaine e do tcheco Jan Neruda.

Era um homem apaixonado, e, por isso, casou-se três vezes ao longo da vida. Além do interesse por literatura, Neruda ainda tinha forte gosto pela política, atuando como diplomata, sob cargo de Cônsul-Geral do Chile em diversos países.

Uma de suas grandes marcas foi ter atuado exatamente como cônsul na Espanha durante a Guerra Civil Espanhola (1936-1939). A partir disso, o autor escreveria a obra “Espanha no Coração. Hino às Glórias do Povo na Guerra”.

Posteriormente ainda foi eleito ao cargo de Senador no Chile, pelo Partido Comunista, em 1945. Ficou no cargo até 1946, quando precisou se esconder depois de eleição do repressor Gabriel González Videla.

Pablo Neruda acabou falecendo em 23 de setembro de 1973, na capital chilena vítima de câncer. O escritor morreu 12 dias depois de Pinochet arquitetar o golpe militar, que derrubou o governo Allende no Chile.

Características do autor

  • Escrita oriunda das experiências pessoais, sejam físicas ou sentimentais;
  • Aderiu a diversas e diferentes influências literárias ao longo de sua vida;
  • A poesia de Neruda pode ser compreendida em quatro etapas: 1) a do amor; 2) a da solidão; 3) a do social; 4) a da política;
  • Outros estudiosos aplicam uma quinta etapa, a partir dos anos 1960, com os textos ficcionais;
  • A dualidade da satisfação pessoal com a melancolia;

Principais obras

  • Crepusculário, de 1923;
  • Vinte Poemas de Amor e Uma Canção Deseperada, de 1924;
  • Canto Geral, de 1950;
  • Odes elementares, 1954;
  • 100 Sonetos de Amor, 1959;
  • Memorial da Ilha Negra, 1964;
  • Fim do Mundo, de 1969;
  • Confesso que vivi, de 1974;

SONETO XVII

(…)

Amo-te como a planta que não floriu e tem
dentro de si, escondida, a luz das flores,
e, graças ao teu amor, vive obscuro em meu corpo
o denso aroma que subiu da terra.
Amo-te sem saber como, nem quando, nem onde,
amo-te diretamente sem problemas nem orgulho:
amo-te assim porque não sei amar de outra maneira,
a não ser deste modo em que nem eu sou nem tu és,
tão perto que a tua mão no meu peito é minha,
tão perto que os teus olhos se fecham com meu sono.

Referências

URRUTIA, Matilde. Minha vida com Pablo Neruda.  Ed: Bertrand Brasil.

NERUDA, Pablo. Confesso que vivi. Ed: Bertrand Brasil.

Mateus Bunde
Por Mateus Bunde

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Especialista em Linguagens pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) e Mestrando em Comunicação pela Universidade do Porto, de Portugal (UP/PT).

Compartilhe nas redes sociais

TOPO