Santos Dumont

Santos Dumont é tido como o pai da aviação no mundo, tendo sido o primeiro a voar com uma máquina mais pesada que o ar.

Santos Dumont é considerado como o “Pai da Aviação”. Sob nome completo de Alberto Santos Dumont, o inventor brasileiro foi um dos grandes idealizadores de grandes invenções da humanidade, sobretudo o avião. Segundo ele:

“O homem pode, sim, voar.”

Nasceu na cidade de Palmira (atualmente rebatizada para Santos Dumont), no estado de Minas Gerais, em 20 de julho do ano de 1873. Descendente de um engenheiro francês, desde muito cedo já tinha o manejo e uma mente expansiva sob incentivo do pai.

Desde pequeno, curiosidade, genialidade e destreza foram destaques. Arquitetava e construía os próprios brinquedos, consertava pequenos objetos e tinha o verdadeiro espírito de desmontar para recriar.

santos dumont
(Imagem: Reprodução)

Mudanças e novos ares para Santos Dumont

Após mudar para o Rio de Janeiro, e, anos seguintes para São Paulo, a fim de cuidar da plantação de café da família, “aterrissa” em Paris. Lá, aprofundou seus estudos em engenharia mecânica, elétrica, física, química e início do desenvolvimento aeronáutico.

Foi em Paris que deu início aos seus grandes experimentos, que resultaram, inclusive, em alguns acidentes. Ao lado de outros cientistas, Santos Dumont, no entanto, transformou-se em um dos grandes nomes da ciência da capital.

14 bis santos dumont
(Imagem: Reprodução)

Após consolidar seu nome, retorna ao Brasil, vivendo na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro.

Segundo relatos, Santos Dumont teria morrido deprimido. Portador de esclerose múltipla, e, sobretudo, abatido por uma de suas invenções, o avião, ser utilizado como arma de guerra.

De acordo com ele:

“No começo deste século, nós, os fundadores da Aeronáutica, havíamos sonhado com um futuro pacífico e grandioso para ela. Mas a guerra veio, apoderou-se de nossos trabalhos e, com todos os seus horrores, aterrorizou a humanidade.”

Dumont acabou cometendo suicídio por enforcamento. No dia 23 de julho de 1932, aos 59 anos, seu corpo foi encontrado no banheiro do Grand Hôtel de La Plage.

Principais invenções de Santos Dumont

  • Avião (14 bis): o mais clássico e importante invento de Santos Dumont. Era o primeiro voo de um aparelho mais pesado que o ar, que sobrevoou Paris em 1906.
  • Chuveiro de água quente: invenção projetada quando morava em Petrópolis. Dumont furou um balde e o dividiu ao meio, um lado com água fria e outro com água quente. Com correntes diferentes, o banho saía em temperatura agradável.
  • Relógio de pulso: a fim de controlar o tempo enquanto estivesse no ar, Santos Dumont solicitou a um amigo relojoeiro que projetasse um relógio com alças para conduzir seu avião e controlar o tempo.
  • Hangar: quem construiu o primeiro avião também construiu o local para deixá-lo. O Hagar era um projetou um imenso galpão para guardar aeronaves.
  • Ultraleves: a Demoiselle (senhorita em francês) sobrevoou Paris em 1900, alcançando 96 km/h.
  • Balão a gás: o voo em 1898 a bordo do “Brasil” (nome carinhoso dado ao balão em homenagem à terra natal) marcou o primeiro voo de um balão com sua própria propulsão.
  • Dirigíveis: o primeiro balão com motor a gasolina também foi invenção de Santos Dumont. Após diversos testes, e conduzindo o Dirigível nº 6, Dumont conquistou, ainda, o Prêmio Deutsch.

Referências

AZEVEDO, Gislane e SERIACOPI, Reinaldo. Editora Ática, São Paulo-SP, 1ª edição. 2007, 592 p.

Mateus Bunde
Prof. Mateus Bunde

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Especialista em Linguagens pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) e Mestrando em Comunicação pela Universidade do Porto, de Portugal (UP/PT).

Compartilhe nas redes sociais

TOPO