Museus brasileiros

Os museus brasileiros são grande destaque pelo território nacional, havendo uma grande variedade de exemplos para visitação e valorização.

Os museus brasileiros abrangem o outro lado da beleza natural brasileira: a cultura. Seja a artística, a tecnológica ou a linguística.

Apesar de o país ainda ser um tanto descuidado com seus museus, a ideia de preservação, cuidado e zelo pelo patrimônio têm crescido. Após o incêndio do museu nacional, por exemplo, a reivindicação da população pelos cuidados ao patrimônio cultural aumentou.

Cerca de metade dos considerados melhores museus da América Latina se concentram no Brasil. A cidade de São Paulo, para se ter ideia, comporta o maior número de museus brasileiros visitados por turistas anualmente.

Os principais museus brasileiros

Os museus brasileiros são uma relíquia do patrimônio nacional. Definir os melhores é caso pessoal, por isso concentraremos em apresentar os principais.

1) Instituto Ricardo Brennand, Recife, Pernambuco

Com mais de uma década de existência – mais especificamente 13 anos –, o Instituto é um dos museus brasileiros com maior número de visitantes. Cerca de duas milhões de pessoas visitam o Ricardo Brennand todo o ano.

museus brasileiros
(Imagem: Reprodução)

Contando com uma parede medieval na entrada, a qual se assemelha muito a uma fortaleza, torna-se a perfeita sintonia da Idade Média com a modernidade. Afinal, o mesmo localiza-se na região central da capital estadual.

Destacam-se, no museu, as coleções “Frans Post e o Brasil Holandês” e “As Paisagens Brasileiras do Século XIX”.

2) Museu da língua portuguesa, São Paulo, São Paulo

(Imagem: Reprodução)

Na região da Luz, é um dos museus brasileiros espalhados pela capital paulista. Dividido em três andares, o museu da língua portuguesa se organiza da seguinte maneira:

  • Primeiro andar: exposições temporárias;
  • Segundo andar: projeção de filmes e recursos interativos;
  • Terceiro andar: auditório expositivo;

O museu abrange a história do idioma e como outras culturas influenciaram na formação atual da língua.

3) Inhotim, Brumadinho, Minas Gerais

O museu de Inhotim tem um conceito diferente: ele é a céu aberto. Seu grande destaque está na aliança feita entre obras artísticas e natureza, numa perfeita singularidade.

(Imagem: Reprodução)

Localizado na cidade de Brumadinho, cerca de 60km de Belo Horizonte, o museu é envolto de uma imensa área verde. Conta com 22 galerias e um jardim com mais de quatro mil espécies de plantas.

4) Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Paraná

O popular “Museu do Olho” – nome dado em referência à sua peculiar forma. O prédio arquitetado por Oscar Niemeyer une dois momentos distintos da instituição.

(Imagem: Reprodução)

Conta com aproximadamente duas mil peças no acervo. Este que abrange brilhantes artistas, como Cândido Portinari e Tarsila do Amaral, por exemplo.

5) Museu do Futebol, São Paulo, São Paulo

O futebol faz parte da cultura do brasileiro, e não poderia faltar numa compilação de museus brasileiros. Contando com recursos de última linha, o museu relata toda a história do futebol.

(Imagem: Reprodução)

Desde a invenção inglesa ao aperfeiçoamento brasileiro. Contando com três diferentes formas de contar, o museu aborda a emoção, a história e a diversão.

Além disso, o significado dado na vida das pessoas, a história das Copas e a história dos craques. Está localizado no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu.

6) Museu Imperial, Petrópolis, Rio de Janeiro

O conhecido Palácio Imperial de Verão de Dom Pedro II. Localizado na região do centro histórico da cidade de Petrópolis, o museu conta com grande acervo ligado à monarquia.

(Imagem: Reprodução)

O espaço ainda comporta uma seleta coleção com jóias imperiais e as coroas de D. Pedro I e D. Pedro II. Além disso, um belo cofre de bronze, que foi concedido como presente do rei Luis Filipe I, da França, está em exposição no museu.

7) Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, São Paulo

O projeto foi feito pelo arquiteto Ramos de Azevedo, no ano de 1895. A Pinacoteca foi o primeiro museu de artes do estado de São Paulo. À época, era denominado como Liceu de Artes e Ofícios.

(Imagem: Reprodução)

A Pinacoteca, de fato, funcionaria apenas em 1911. O museu conta com um acervo comportando mais de mil obras, bem como um espaço para restauração de antigas peças.

8) Museu de Artes de São Paulo Assis Chateaubriand, São Paulo, São Paulo

O popular MASP é um cartão-postal da cidade de São Paulo. Em um edifício que, por si só, já é uma obra de arte projetado por Lina Bo Bardi, conta com acervo de mais de 8 mil peças.

(Imagem: Reprodução)

Com obras de Monet, Van Gogh e Matisse, além de Di Cavalcanti, Botticceli e Picasso. Enfim, um gigante acervo com destaques artísticos do Brasil e do mundo, sendo o principal dentre os museus brasileiros.

9) Museu de Ciências e Tecnologia da PUC-RS, Porto Alegre, Rio Grande do Sul

O museu conta com uma exposição pública permanente, abrigando em torno de 1000 experimentos interativos para o público do espaço. A interação, inclusive, é o maior destaque do museu, que busca estimular o gosto pelas ciências com a participação do visitante.

(Imagem: Reprodução)

Apesar de ser um pouco afastada do centro, a instituição tem fácil acesso via transporte público na cidade.

10) Catavento Cultural e Educacional, São Paulo, São Paulo

(Imagem: Reprodução)

Localiza-se na região do antigo centro da capital paulista, nas proximidades do Mercado Municipal. O Catavento atrai muito o público infanto-juvenil, e é dividido em quatro diferentes seções:

  • Universo (exploração do espaço e planetas);
  • Vida (evolução geológica da Terra e os primeiros animais);
  • Engenho (o avanço da sociedade);
  • Sociedade (problemas sociais vividos no passado e no presente);

O objetivo, como nos demais museus brasileiros, é juntar interatividade, diversão, aprendizado e cultura em um mesmo ambiente.

Referências

Por Mateus Bunde
Compartilhe nas redes sociais

TOPO