Libertadores da América

Os Libertadores da América foram líderes liberais que tomaram a frente pela libertação dos países latino-americanos das amarras europeias.

A terminologia Libertadores da América é muito interligada ao torneio de futebol continental entre times sulamericanos. Contudo, este nome dado à competição futebolística é oriunda de uma homenagem. Homenagem póstuma a guerreiros que buscavam condições melhores para um continente que ainda vivia às amarras da Europa.

O termo Libertadores, ou Libertadores da América, refere-se a líderes de Movimentos de libertação da América. Tanto das colônias hispânicas, como também no Brasil, nos séculos XVIII e XIX, quando ainda estavam sob autonomia europeia. Os Libertadores eram em grande parte burgueses descendentes dos europeus que combatiam. Influenciados pelo Liberalismo, estes líderes de origem espanhola e portuguesa, buscavam conquistar a autonomia do território latinoamericano.

De formação militar nas metrópoles em que residiam, arquitetavam formas de prover maior poder à colônia, e sobre a mesma. É o caso, por exemplo, de D. Pedro, que apesar de conquistar a independência do Brasil, ainda manteve o país sob amarras portuguesas. Além disso, manteve a escravidão e um regime ditatorial após consolidação do Império, sem sequer expulsar os portugueses da Bahia.

libertadores da américa
(Imagem: Reprodução)

Os grandes nomes de destaque entre os Libertadores da América

Os Libertadores da América, com maior influência e destaque, foram Simón Bolívar e José de San Martín. Unidos após a Conferência de Guayaquil, juntam forças contra o Império espanhol estabelecido nas colônias. O objetivo era constituir na América do Sul uma nação livre e única. Assim, Bolívar e San Martín desempenham um papel fundamental. Isso não abrange apenas a expulsão de parte dos espanhóis remanescentes, mas também incentiva a eclosão de movimentos pelo continente.

É à dupla creditada a moldagem e criação do primeiro projeto de integração dos países sulamericanos. Revivida atualmente como Unasul, o objetivo era estimular a libertação de uma América ainda presa aos seus colonizadores. Bolívar e San Martin lutaram em diversas batalhas de libertação das colônias. Simon Bolívar combateu na Venezuela, na chamada Nova Granada e em Quito, no Equador. Já José de San Martín lutou pela independência da Argentina, libertando junto o Chile o Peru.

Outros fortes influentes da Libertação das Américas

Foram variados nomes que participaram ativamente do processo de independência das Américas. Entre todos os Libertadores da América, compõem o grupo os seguintes nomes e respectivas batalhas:

  • José Gervasio Artigas, do Uruguai;
  • Bernardo O’Higgins, do Chile;
  • José Miguel Carrera, do Chile;
  • Manuel Belgrano, da Argentina;
  • Antonio José de Sucre, da Venezuela;
  • José Joaquín de Olmedo, do Equador;
  • Dom Pedro I, do Brasil.

Ainda houve outros Libertadores da América em um novo contexto, como:

  • Francisco de Miranda, o precursor da independência hispano-americana;
  • Manuel Rodríguez, do Chile;
  • José Bonifácio, do Brasil;
  • Eugenio Espejo, do Equador);
  • Juan Pablo Duarte, da República Dominicana;
  • José Martí, de Cuba;

O termo Libertadores é uma alcunha que retrata o “agarrar” às ideias maçônicas de Liberdade. Apesar de envolver ainda outros termos e objetivos abrangentes, em suma, os Libertadores se pautariam neste conceito. A Liberdade acima de tudo; acima de todos, os Libertadores da América utilizariam essa alcunha para denominação de, enfim, libertação.

Referências

AZEVEDO, Gislane e SERIACOPI, Reinaldo. Editora Ática, São Paulo-SP, 1ª edição. 2007, 592 p.

Mateus Bunde
Por Mateus Bunde

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Especialista em Linguagens pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) e Mestrando em Comunicação pela Universidade do Porto, de Portugal (UP/PT).

Como referenciar este conteúdo

Bunde, Mateus. Libertadores da América. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/historia/libertadores-da-america. Acesso em: 08 de November de 2021.

Compartilhe

TOPO