Islamismo e Civilização Islâmica

O Islamismo é uma religião que acredita em apenas um Deus, e que segue os ensinamentos de Maomé, deixados no Alcorão.

Quando falamos em Islamismo, estamos nos referindo a uma religião que acredita na existência de um único Deus, ou seja, é uma religião monoteísta. Seus fundamentos se baseiam nos ensinamentos de Mohammed, ou ainda Muhammad, que é chamado pelos ocidentais pelo nome de Maomé.

Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

Maomé nasceu em Meca, no ano de 570, e começou sua pregação aos 40 anos de idade, na localidade onde hoje está o território da Arábia Saudita. O anjo Gabriel, conforme a tradição, revelou-lhe existir um Deus único.

Islã, palavra que dá origem ao islamismo, significa “submeter-se”, remetendo à obediência que deve ser tida com relação às leis e às vontades de Allah, que significa “Deus”, em árabe. Os muçulmanos são os seguidores da religião, que vem de Muslim, que significa “aquele que se subordina a Deus”. A religião está presente, atualmente, em mais de 80 países, e é a que mais se expande ao redor do mundo.

O alcorão é o livro sagrado do Islamismo, e consiste em uma coletânea das revelações divinas que foram recebidas por Maomé entre os anos de 610 e 632. Os principais ensinamentos pregados pela religião envolvem a necessidade de justiça na relação entre os seres humanos, de bondade e de generosidade, além da onipotência de Deus. Cinco, dentre os vários princípios do Islamismo, são regras fundamentais para os seguidores desta religião. São elas: crer em Alá, o único Deus, e em Maomé, seu profeta; realizar cinco orações diárias comunitárias; ser generoso para com os pobres e dar esmolas; obedecer ao jejum religioso durante o ramadã; e ir em peregrinação à Meca pelo menos uma vez durante a vida.

O Islamismo chegou ao Brasil por meio, inicialmente, dos escravos africanos que foram trazidos para cá, mas ainda houve, posteriormente, um grande fluxo migratório de árabes para o Brasil, o que causou uma expansão da religião. Aqui, a primeira mesquita foi fundada em São Paulo, no ano de 1929, e atualmente a religião conta com cerca de 27,3 mil seguidores no país.

A civilização Islâmica

A civilização Islâmica teve sua origem na península arábica, que foi habitada por diversos povos que se organizavam em tribos. A Cidade de Meca é essencial para a religião, e é nela que se localiza a CAABA, ou seja, a Casa de Deus, que abriga a Pedra Negra, que é um pedaço de meteorito que foi trazido do céu pelo Anjo Gabriel para Abraão, o profeta.

Os povos árabes foram responsáveis pela divulgação e expansão da religião islâmica, e a expansão acabou por islamizar diversos povos não-árabes, como os turcos e os persas. Ainda que os muçulmanos constituam a maior parte da população em países árabes, existem quatro países com as maiores populações muçulmanas do mundo, e estes não são árabes. Trata-se da Indonésia, com 160 milhões, do Paquistão, com 100 milhões, da Índia, com 90 milhões e de Bangladesh, com 85 milhões.

Maomé morreu em 632 d.C., o que provocou a divisão da religião em dois grandes grupos que predominam até os dias atuais. São os Xiitas e os Sunitas. Os xiitas consideram que o líder religioso e político deve ser descendente de Maomé, e que o Alcorão é a única fonte sagrada. Estes também são contra a ocidentalização, e correspondem a 85% do mundo muçulmano. Os sunitas seguem os ensinamentos de Maomé que estão contidos em um conjunto de textos que ficou conhecido como Suna. O Suna, para eles, é uma fonte importantíssima de verdade, estando ao lado do Alcorão.

Referências

O que é Islamismo – JA Haddad

Islamismo: história e doutrina – J Jamier

Por Natália Petrin
Teste seu conhecimento

01 [UFJF-MG] O islamismo, religião fundada por Maomé e de grande importância na unidade árabe, tem como fundamento:
a) o monoteísmo, influência do cristianismo e do judaísmo, observado por Maomé entre povos que seguiam essas religiões.
b) o culto dos santos e profetas através de imagens e ídolos.
c) o politeísmo, isto é, a crença em muitos deuses, dos quais o principal é Alá.
d) o princípio da aceitação dos desígnios de Alá em vida e a negação de uma vida pós-morte.
e) a concepção do islamismo vinculado exclusivamente aos árabes, não podendo ser professado pelos povos inferiores.

02. [Vunesp] O islamismo, ideologia difundida a partir da Alta Idade Média, em que o poder político confunde-se com o poder religioso, era dotado de certa heterogeneidade, o que pode ser constatado na existência de seitas rivais como:
a) politeístas e monoteístas
b) sunitas e xiitas
c) cristãos e muezins
d) sunitas e cristãos
e) xiitas e politeístas

01. [A]
02. [B]

Compartilhe nas redes sociais

TOPO