Troposfera

Camada atmosférica mais próxima da Terra na qual ocorre todos os eventos meteorológicos e também a que mais sofre com os efeitos da poluição do ar

O que é a Troposfera?

A Troposfera é a camada da atmosfera mais próxima da crosta terrestre, na qual nós vivemos e respiramos. Esta camada vai do nível do mar até 12 km de altura e é basicamente composta pelos mesmos elementos encontrados em toda a atmosfera: nitrogênio, oxigênio e gás carbônico. É na troposfera que ocorrem os fenômenos climáticos, como as chuvas, a formação de nuvens, relâmpagos, neve etc., além de ser onde ocorre, também, a poluição do ar. Os aviões de transporte de cargas e passageiros voam nesta camada.

Imagem: Reprodução

Aqui também se se concentra 80% da umidade e 80% dos gases que compõem a atmosfera. É nessa camada que a temperatura diminui progressivamente à medida que altitude aumenta, podendo atingir -60º.

Troposfera e inversão climática

Por se a porção mais baixa da atmosfera da Terra. Contém cerca de oitenta por cento da atmosfera da massa e 99% do vapor de água e aerossóis. A profundidade média da troposfera é de dezessete km (onze milhas) nas latitudes médias. É mais profundo dos trópicos, com vinte km (doze milhas) nas regiões polares, a sete km (4,3 milhas) no verão. O Inverno traz variações diferentes. A parte mais baixa da troposfera, onde o atrito com a superfície da Terra influencia o fluxo de ar, é conhecida como limite planetário. A fronteira entre a troposfera e a estratosfera, chamada de tropopausa, traz inversão de temperatura.

Tropopausa

Medição da alteração da temperatura com a altura através da troposfera e estratosfera identifica a localização da tropopausa. Na troposfera, a temperatura diminui com a altitude. Na estratosfera, no entanto, a temperatura permanece constante por certo tempo até aumentar a altitude. A região da atmosfera onde as mudanças de taxa de lapso positivo (na troposfera) para negativo (na estratosfera) fica definida como a tropopausa.

Importância da troposfera e poluição a do ar

Por se a camada mais próxima da terra, a poluição do ar também se dá na troposfera. Qualquer alteração na composição e características dessa camada da atmosfera que possa, direta ou indiretamente, causar prejuízos ao homem, por:

  • criar condições nocivas à saúde, segurança e bem estar;
  • causar danos à fauna e à flora;
  • prejudicar demais recursos naturais, em quaisquer de suas utilizações.

Processo de poluição atmosférica

O processo de poluição do ar se resume a três momentos: (1) emissão de poluentes para a atmosfera; (2) transporte, diluição e modificação química ou física dos poluentes na atmosfera; (3) imissão dos poluentes.

Imagem: Reprodução

Fontes de Poluição

  • Processos de combustão – poluentes originam-se da combustão em: Incineradores, veículos automotores, centrais térmicas, etc;
  • Processos industriais – poluentes originam-se de algum processo industrial: siderúrgico, petroquímico, químico (fertilizante), alimentício.

Efeitos da poluição

Inversão térmica: as inversões térmica ocorrem, na maioria, por dois mecanismos: por radiação e por subsidência. No primeiro caso, a ocorrência se dá mais no inverno, em dias frios e sem nuvens; durante o dia, o aquecimento solar pode resultar em temperaturas mais elevadas perto do solo e durante a noite a superfície do solo resfria-se rapidamente, mas as camadas mais altas de ar (100m) permanecem quentes. O segundo mecanismo ocorre mais em locais de grandes altitudes e deve-se acorrentes de ar descendentes.

Imagem: Reprodução

Chuva ácida: a queima de carvão, de combustíveis fósseis e os poluentes industriais lançam dióxido de enxofre e de nitrogênio na atmosfera. Esses gases combinam-se com o hidrogênio presente na atmosfera sob a forma de vapor de água.

Imagem: Reprodução

O resultado são as chuvas ácidas. Ao caírem na superfície, alteram a composição química do solo e das águas, atingem as cadeias alimentares, destroem florestas e lavouras, atacam estruturas metálicas, monumentos e edificações.

Efeito estufa: o efeito estufa é um fenômeno natural, ele mantém a Terra aquecida ao impedir que os raios solares sejam refletidos para os espaço e que o planeta perca seu calor, sem ele a Terra teria temperaturas médias abaixo de 10ºC negativos.

Imagem: Reprodução

O que vem ocorrendo é o aumento do efeito estufa causado pelas intensas atividades humanas, sendo a principal delas a liberação de CO2 (dióxido de carbono), metano, óxido nitroso, clorofluorcarbono e ozônio. Os gases de estufa são transparentes às radiações de curto comprimento de onda provenientes do sol, mas absorvem e emitem radiações de ondas longas refletidas pela superfície terrestre.

Consequência Direta: aumento de temperatura;
Consequências Indiretas: diminuição da biodiversidade e da produtividade, mudanças climáticas, aumento do nível do mar, aumento de doenças.

Rarefação da camada de ozônio: o gás ozônio (O3) é uma forma de oxigênio cuja molécula tem três átomos, em vez de dois (do gás oxigênio), como costuma ser encontrada na natureza. O ozônio é um gás azul-claro com um cheiro penetrante. A estratosfera contém cerca de 90% do ozônio da Terra.

Imagem: Reprodução

A camada de ozônio é uma faixa de 30 metros de espessura, a partir de 15 mil metros acima da superfície da terrestre. Os efeitos adversos causados pela radiação ultravioleta podem aumentar a incidência de câncer de pele, reduzir as safras agrícolas, destruir e inibir o crescimento de espécies vegetais, afetando todo o ecossistema terrestre, além de causar danos aos materiais plásticos.

Referências

Área de Engenharia de Recursos Hídricos – UFCG

Equipe Rideel – Manual compacto de geografia geral

 

Luana Bernardes
Por Luana Bernardes

Graduada em História pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e pós-graduada em Psicopedagogia Institucional e Clínica pela mesma Universidade.

Como referenciar este conteúdo

Bernardes, Luana. Troposfera. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/geografia/troposfera. Acesso em: 16 de July de 2020.

Teste seu conhecimento

01.[UNESPAR]: É a camada da atmosfera mais próxima da superfície terrestre, com uma altitude que varia entre 12 e 18 km. Nela se concentra cerca de 80% dos gases atmosféricos.

Estamos falando da:

a) Troposfera

b) Ionosfera

c) Mesosfera

d) Estratosfera

e) Biosfera

 

02 [UDESC]:  A atmosfera possui três camadas: a ionosfera, a estratosfera e a troposfera. Sobre a atmosfera, pode-se afirmar:

I – O ozônio encontra-se na estratosfera.

II – A troposfera é uma camada muito importante, pois é com ela que os habitantes da Terra estão permanentemente em contato; é nela que se formam os ventos, as nuvens e a chuva.

III – O oxigênio existe em menor quantidade nos lugares mais altos. Pode-se, então, dizer que a atmosfera não é homogênea.

IV – O ar, ao contrário da terra e da água, não transforma a energia solar em calor. Por isso os raios solares atravessam a atmosfera sem aquecê-la e incidem sobre a superfície da Terra. Aí o calor é produzido e se irradia pela atmosfera. Por isso os lugares mais baixos são mais quentes que aqueles que ficam em altitudes mais elevadas.

V – Na troposfera os gases que predominam são nitrogênio, gás carbônico, oxigênio e gás natural.

Assinale a alternativa correta.

01. [UNESPAR] 

Resposta: A

A primeira camada da atmosfera e a que se encontra mais próxima da superfície é a troposfera. Acima dela encontram-se, respectivamente, a estratosfera, a mesosfera, a ionosfera e a exosfera.

 

02. [UDESC] 

Resposta: A

Somente as alternativas I, II, III e IV são verdadeiras.

Compartilhe

TOPO