Rochas Magmáticas

A denominação dessas rochas é feita por causa do seu processo de formação que envolve o magma.

As rochas magmáticas são também denominadas como rochas ígneas. A origem no nome “ígnea” deriva do latim ignis, que significa fogo. A partir do próprio nome (magmática) torna-se possível imaginar a forma pela qual esse tipo de rocha é formada, que é pela solidificação do magma.

“As rochas magmáticas ou ígneas resultam da solidificação do magma e por isso são consideradas rochas primárias.” (SILVA, 2013, p. 112)

Essa caracterização de rocha primária se deve ao fato de que esse tipo de rocha é formado por material em estado líquido, ou seja, o magma. A imagem que segue, mostra a diferenciação entre magma e lava. Como lava é entendido o magma que extravasa, e chega até a superfície:

Ilustração: Reprodução
Ilustração: Reprodução

As rochas magmáticas foram as primeiras a se formar na Terra, com o resfriamento da parte externa do planeta, ou seja, a crosta terrestre (ou litosfera). Essas rochas podem conter vários tipos de minerais, até mesmo o ouro e o cobre. Existem duas categorias principais para definição das rochas magmáticas, as quais são:

  • Rochas Magmáticas Intrusivas (ou ainda plutônicas ou abissais): São rochas formadas nas partes profundas da litosfera, consolidando as massas magmáticas nas fraturas e nas falhas, mas não chegando a atingir a superfície. O resfriamento acontece de forma lenta, com a cristalização de todos os minerais. De modo geral, este tipo de rocha apresenta uma estrutura maciça. Como o resfriamento das rochas intrusivas é mais lento, os cristais crescem bastante, deixando as rochas com cristais visíveis, como é o caso do granito.
  • Rochas Magmáticas Extrusivas (ou ainda vulcânicas ou efusivas): São formadas a partir do resfriamento da lava dos vulcões, ou pelo magma expelido através de fissuras. A consolidação ocorre na superfície ou nas proximidades dela, sendo que a consolidação é considerada rápida. Tendo o resfriamento rápido, não há muito tempo para a expansão dos cristais, portanto as rochas extrusivas possuem texturas mais finas.

O esquema mostra a formação dos dois tipos de rochas:

Ilustração: UFPR
Ilustração: UFPR

Como já afirmado, as rochas que se formam nestes dois processos apresentam diferenciações em sua aparência e formação. Abaixo segue imagem diferenciando alguns tipos de rochas intrusivas e extrusivas:

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Segue um esquema básico para reconhecimento de rochas plutônicas e vulcânicas:

Ilustração: UFPR
Ilustração: UFPR

Embora as rochas magmáticas se apresentam em grande variedade, não há uma significativa variação de minerais. A tabela abaixo demonstra os principais tipos de minerais que compõem as rochas magmáticas, bem como as proporções em que se encontram:

Ilustração: FSA
Ilustração: FSA

As rochas magmáticas podem se transformar em outros tipos de rochas ao longo do tempo. O intemperismo causa desagregação das partículas das rochas, depositando em locais específicos e formando as rochas sedimentares. Também as altas temperaturas e pressões podem transformar as rochas ígneas em rochas metamórficas.

1. Sugestões complementares

Apostila técnica para classificação de rochas ígneas: http://motoki5.tripod.com/Ign/Ign2004_3.pdf

Referências

FSA. Fundação Santo André. Apostila de Química. Tipos de Rochas. Disponível em: fsa.br/localuser
LUCCI, Elian Alabi. Geografia: homem e espaço. 6º ano. 24ª Ed. São Paulo: Saraiva, 2012.
SILVA, Angela Corrêa da. Geografia: contextos e redes. São Paulo: Moderna, 2013.
UFPR. Universidade Federal do Paraná. Classificação das rochas e o ciclo das rochas. Disponível em: geologia.ufpr.br

Luana Caroline
Por Luana Caroline

Mestre em Geografia (UNIOESTE); Licenciada em Geografia (UNIOESTE), Especialista em Neuropedagogia (ALFA-UMUARAMA) e Educação Profissional e Tecnológica (FACULDADE SÃO BRAZ).

Como referenciar este conteúdo

Künast Polon, Luana Caroline. Rochas Magmáticas. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/geografia/rochas-magmaticas. Acesso em: 24 de September de 2020.

Teste seu conhecimento

1. [UFAM/2008] O gabro e o granito são exemplos de rochas:

a) Magmáticas vulcânicas
b) Magmáticas extrusivas
c) Magmáticas plutônicas
d) Metamórficas
e) Sedimentares detríticas

2. [UEG/2008] A crosta é a parte sólida do globo terrestre. É constituída por três grandes grupos de rochas que se formam sob condições e em períodos diferentes, originando uma diversidade de tipos específicos. Sobre a origem das rochas, é CORRETO afirmar:

a) As rochas magmáticas são resultantes do processo de solidificação do magma e se dividem em dois grupos: intrusivas e extrusivas.
b) As rochas ígneas são oriundas da transformação físico-química de outras previamente existentes. São exemplo desse tipo de rocha o mármore e o gnaisse.
c) Rochas sedimentares são formadas, sobretudo, pela deposição de detritos de rochas preexistentes ou de matéria orgânica, sendo o granito o tipo de rocha sedimentar de maior ocorrência.
d) As rochas extrusivas são formadas quando o magma se resfria e se solidifica no interior da crosta terrestre, dando origem a rochas como o basalto e o arenito.

1. [C]

Ambas as rochas são formadas ainda no interior da litosfera, não alcançando a superfície. São consideradas, portanto, rochas plutônicas.

2. [A]

As rochas magmáticas são as primeiras rochas existentes, resultantes do processo de resfriamento da Terra. Elas se dividem em duas categorias: intrusivas e extrusivas. As intrusivas consolidam ainda no interior da litosfera. As extrusivas consolidam na superfície, em contato com a atmosfera.

Compartilhe

TOPO