Rio Tietê

Conhecido devido ao descarte de lixo em suas águas o Tietê é logo associado à poluição.

1. Localização

O Rio Tietê é conhecido pelos problemas ambientais relacionados a este. O rio nasce na cidade de Salesópolis, aos 1.030 metros de altitude em relação a Serra do Mar. O Tietê possui uma particularidade em relação aos outros rios, pois ao invés de correr rumo ao litoral, como acontece com a maior parte dos rios, os quais correm em direção ao mar, ele corre em direção ao interior do estado de São Paulo, desaguando no Rio Paraná.

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

A foz do rio está localizada no município de Itapura, na divisa com o Mato Grosso do Sul, no estado do Paraná.

Ilustração: Reprodução
Ilustração: Reprodução

2. Hidrovia Tietê-Paraná

A hidrovia Tietê-Paraná é um dos projetos mais significativos na bacia do Paraná. Formada pelos rios Paraná e Tietê, a hidrovia é de suma importância para a economia da região.

“É importante via de escoamento de uma das mais produtivas regiões agrícolas do país, atendendo especialmente à produção de grão e cana-de-açúcar dos estados do centro-oeste, sudeste e sul, além de atender também parcialmente ao escoamento dos produtos dos estados da região norte (Tocantins e Rondônia).” (SILVA, 2013, p. 243)

A hidrovia se integra a um sistema multimodal, justamente dai derivando sua importância regional, nacional e internacional. Este sistema é composto por rodovias, ferrovias e dutovias, o que permite o escoamento dos produtos agrícolas com a finalidade da exportação. Estão sendo realizados estudos com a finalidade de ampliação da hidrovia Tietê-Paraná para integração com a hidrovia do Rio Paraguai.

O percurso navegável da hidrovia é de 2.400 km, iniciando-se na cidade de Conchas – situada nas margens do Rio Tietê, cerca de 100 km da cidade de São Paulo – até a barragem de Itaipu no Paraná, na fronteira com o Paraguai. Para a hidrovia, um dos grandes obstáculos a ser superado, é a própria Usina de Itaipu, devido aos 130 metros de desnível existentes, sendo necessário, portanto, um grande investimento na construção das eclusas.

3. Questão ambiental

Com o desenvolvimento técnico e a expansão urbana, o Tietê foi sufocado pelo progresso. A ocupação territorial desordenada promoveu a intensificação de problemas ambientais. Da mesma forma, o descarte de lixo industrial nas águas do rio é um dos grandes agravantes da situação. Nos trechos urbanos é comum a canalização das águas do rio e de seus afluentes (por exemplo, Tamanduateí e Pinheiros, em São Paulo), reduzindo a vazão das águas.

Apesar de toda a poluição que se acumula no Rio Tietê, no trecho em que atravessa a região metropolitana de São Paulo, os índices de poluição diminuem em seu trajeto até sua foz, no Rio Paraná, graças à sua capacidade de autodepuração.

A intensa poluição do Tietê começa em Mogi das Cruzes, a qual fica a 45 quilômetros da nascente do rio, em Salesópolis. Em alguns pontos do rio, a quantidade de esgoto é tão grande que praticamente não há mais oxigênio na água, não existindo mais vida marinha nesta. A contaminação das águas do Tietê inviabiliza a utilização destas para o consumo humano em São Paulo, mesmo nos períodos de escassez de água.

Em sua nascente, o Tietê é límpido, mas ao longo de seu trajeto, passando por regiões industriais e amplamente urbanizadas – principalmente quando chega a São Paulo – o rio recebe desejos de todos os tipos, sendo extremamente poluído em alguns pontos de seu percurso.

Referências

SILVA, Edilson Adão Cândido da (Org.). Geografia em rede. 1º ano. São Paulo: FTD, 2013.

Luana Caroline
Por Luana Caroline

Mestre em Geografia (UNIOESTE); Licenciada em Geografia (UNIOESTE), Especialista em Neuropedagogia (ALFA-UMUARAMA) e Educação Profissional e Tecnológica (FACULDADE SÃO BRAZ).

Como referenciar este conteúdo

Künast Polon, Luana Caroline. Rio Tietê. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/geografia/rio-tiete. Acesso em: 30 de June de 2021.

Teste seu conhecimento

1. [ENEM/2006] A situação atual das bacias hidrográficas de São Paulo tem sido alvo de preocupações ambientais: a demanda hídrica e maior que a oferta de água e ocorre excesso de poluição industrial e residencial. Um dos casos mais graves de poluição da água e o da bacia do alto Tiete, onde se localiza a região metropolitana de São Paulo. Os rios Tiete e Pinheiros estão muito poluídos, o que compromete o uso da água pela população.
Avalie se as ações apresentadas abaixo são adequadas para se reduzir a poluição desses rios.
I Investir em mecanismos de reciclagem da água utilizada nos processos industriais.
II Investir em obras que viabilizem a transposição de águas de mananciais adjacentes para os rios poluídos.
III Implementar obras de saneamento básico e construir estações de tratamento de esgotos.
E adequado o que se propõe:

a) apenas em I.
b) apenas em II.
c) apenas em I e III.
d) apenas em II e III.
e) em I, II e III.

2. [FATEC/2013] O rio Tietê é muito importante para o estado de São Paulo. Segundo o historiador Célio Turino, “foi pelo rio que os paulistas adentraram o território além da linha de Tordesilhas e foi em torno do rio que se produziu toda uma vida social em São Paulo, dos piqueniques ao remo, das competições de natação aos campos de futebol de várzea. Tudo isso se perdeu. Sinto que não haverá felicidade enquanto a cidade não se reencontrar com seu rio”. (revistaforum.com.br/brasilvivo/2012/07/16/meditacao-sobre-o-rio-tiete/ Acesso em: 08.03.2013. Adaptado).

Considerando as informações apresentadas, é correto afirmar que:

a) a vida social em torno do rio Tietê era inviável devido às constantes enchentes.
b) o rio Tietê sofreu um processo de degradação devido às práticas de lazer e esportes.
c) a prática da navegação urbana no Tietê foi a maior responsável pela atual poluição do rio.
d) os paulistas ampliaram as fronteiras do território colonial através da navegação do Tietê.
e) o fornecimento de água para consumo doméstico na cidade de São Paulo vem do rio Tietê.

1. [C]

Apenas as afirmativas I e III estão corretas. A opção II não é viável, pois o investimento em obras de transposição das águas mananciais para os rios poluídos não será capaz de acabar com a contaminação. O ideal é tratar as causas da contaminação, ou seja, reciclando a água utilizada nos processos industriais, bem como realizar o tratamento do esgoto, evitando que este seja depositado no leito do rio.

2. [D]

A navegação pelo Tietê foi a forma encontrada para expansão do território colonial. Com a expansão, formou-se um espaço urbanizado ao entorno do rio, o qual foi o responsável pela degradação das águas do rio ao longo do tempo.

Compartilhe

TOPO